O texto apresentado é obtido de forma automática, não levando em conta elementos gráficos e podendo conter erros. Se encontrar algum erro, por favor informe os serviços através da página de contactos.
Não foi possivel carregar a página pretendida. Reportar Erro

I SÉRIE — NÚMERO 121

6

possibilidade de se extrair alguma coisa de positivo quanto a essa negociação. O nosso convencimento é o de

que conseguiremos, até 2020, reduzir o impacto negativo que teria sobre o aumento dos preços da

eletricidade a permanência destas rendas no setor elétrico.

Significa isto, Sr. Deputado, que, nos valores que teríamos de corrigir, em mercado, de aumento da

eletricidade, esses aumentos serão menos pronunciados, dado que existe um ganho adicional, que é a

diminuição entre 1800 e 2100 milhões de euros em termos brutos, evidentemente, daquilo que são rendas que

foram cortadas no setor elétrico.

Aplausos do PSD e do CDS-PP.

A Sr.ª Presidente: — Sr. Deputado António José Seguro, tem, de novo, a palavra.

O Sr. António José Seguro (PS): — Sr.ª Presidente, Sr. Primeiro-Ministro, para os portugueses

perceberem e para nós também percebermos, um exemplo: dois operadores, dos maiores — a EDP e a Galp

—, quanto é que deixam de ganhar em função do acordo que o Sr. Primeiro-Ministro anunciou?

Aplausos do PS.

A Sr.ª Presidente: — Sr. Primeiro-Ministro, tem a palavra.

O Sr. Primeiro-Ministro: — Sr.ª Presidente, Sr. Deputado, devo supor que tem um interesse muito

particular nesse cálculo. Farei muito gosto em pedir ao Sr. Ministro da Economia que lhe mande esse cálculo.

Não tenha nenhuma dúvida!

Aplausos do PSD e do CDS-PP.

O Sr. Pedro Jesus Marques (PS): — Não sabe?!

A Sr.ª Presidente: — Sr. Deputado António José Seguro, tem a palavra.

O Sr. António José Seguro (PS): — Sr.ª Presidente, Sr. Primeiro-Ministro, ficámos a saber que, sobre um

assunto tão importante…

Vozes do PSD: — Ah!…

O Sr. António José Seguro (PS): — … do Memorando da troica e que tem implicações para os

portugueses, o Sr. Primeiro-Ministro não tem nem sabe nada sobre esse assunto…

Aplausos do PS.

… e que não é capaz de esclarecer esta Câmara sobre qual a decomposição de 1800 milhões de euros e

qual o benefício que daí resulta para o bolso dos contribuintes.

Mas, Sr. Primeiro-Ministro, vou dar-lhe uma segunda oportunidade. No sábado, houve uma teleconferência

que juntou ministros das Finanças da zona euro. Foi anunciado que a União Europeia está disponível para

apoiar financeiramente a Espanha até 100 000 milhões de euros. Como o seu Governo participou nessa

teleconferência, quero saber quais são as condições a que está obrigada a Espanha para beneficiar desse

apoio financeiro.

Aplausos do PS.

A Sr.ª Presidente: — Sr. Primeiro-Ministro, tem a palavra.

Páginas Relacionadas