O texto apresentado é obtido de forma automática, não levando em conta elementos gráficos e podendo conter erros. Se encontrar algum erro, por favor informe os serviços através da página de contactos.
Não foi possivel carregar a página pretendida. Reportar Erro

26 DE JULHO DE 2012

47

Mas, para que isto aconteça, é preciso que haja obras de ampliação, que há muito são urgentes e que o

Partido Socialista prometeu. Aliás, até nos prometeu um hospital novo, o que não aconteceu. De todo o modo,

essas obras têm de ser feitas para que a rutura dos serviços não se verifique.

Também não podemos esquecer as urgências de Peniche. Peniche vive do mar, as suas populações vivem

do mar e um acidente no mar pode, com certeza, pôr em causa a rapidez e a brevidade para chegar ao

serviço de urgência.

A população das Caldas da Rainha, os seus autarcas e o PSD defendem a manutenção do Hospital

Termal, a manutenção do seu património e, acima de tudo, que ele se mantenha no Serviço Nacional de

Saúde.

Vozes do PSD: — Muito bem!

A Sr.ª Maria Conceição Pereira (PSD): — Que haja um diálogo com as autarquias,…

O Sr. João Semedo (BE): — Não é isso que se está a discutir!

A Sr.ª Maria Conceição Pereira (PSD): — … que haja um diálogo a fim de se poderem transferir essas

competências, mas que o seu património, que se encontra em degradação, seja recuperado e bem

recuperado.

Para isso, o PSD compromete-se a apresentar nesta Assembleia um projeto de resolução que dê

substância a todos estes projetos, mas com realidade e de forma a que se possam cumprir os desideratos em

vista.

Aplausos do PSD e do CDS-PP.

O Sr. Bernardino Soares (PCP) — Isso é só conversa para enganar as pessoas!

A Sr.ª Presidente: — Para uma intervenção, tem a palavra o Sr. Deputado Nuno André Figueiredo.

O Sr. Nuno André Figueiredo (PS): — Sr.ª Presidente, Sr.as

e Srs. Deputados: Gostaria de lembrar a Sr.ª

Deputada que me antecedeu que o Partido Socialista construiu muitos hospitais.

O Sr. João Pinho de Almeida (CDS-P): — Construiu mas não pagou! Quem é que os pagou?!

O Sr. Nuno André Figueiredo (PS): — De facto, não construiu esse hospital a que se referiu, mas

ninguém está em melhores condições de o construir do que os senhores, que agora estão no Governo.

Portanto, mãos à obra, Sr.ª Deputada!

Aplausos do PS.

Começo por saudar a presença dos representantes das comissões de utentes, dos peticionários e também

do Sr. Presidente da Câmara Municipal de Torres Vedras, que é o primeiro peticionário de uma das petições.

Todos defendem a manutenção da urgência médico-cirúrgica, bem como as restantes valências existentes, no

Hospital de Torres Vedras.

Gostaria de sublinhar e de saudar a determinação e a convicção com que o têm feito. Aliás, a vossa força

está, exatamente, na vossa razão.

Mais de 16 000 peticionantes exigiram — e bem — que este assunto aqui fosse discutido, aliás, como foi

lembrado, ao contrário da vontade do PSD e do CDS, que nunca deixaram sequer que fosse discutido na

Comissão de Saúde.

Gostaria de salientar alguns aspetos que são bem esclarecedores do desnorte que assombra o Ministério

da Saúde no que toca a esta matéria

Páginas Relacionadas
Página 0053:
26 DE JULHO DE 2012 53 Licenciou-se em Ciências Histórico-Filosóficas, em 19
Pág.Página 53
Página 0054:
I SÉRIE — NÚMERO 135 54 Submetido à votação, foi aprovado por
Pág.Página 54