O texto apresentado é obtido de forma automática, não levando em conta elementos gráficos e podendo conter erros. Se encontrar algum erro, por favor informe os serviços através da página de contactos.
Não foi possivel carregar a página pretendida. Reportar Erro

I SÉRIE — NÚMERO 45

44

Educação (SINAPE). Será porque o decreto-lei é mau? Será que as soluções que estamos a adotar e a

implementar não servem o futuro da educação e do ensino do Português no estrangeiro?

A Sr.ª Rita Rato (PCP): — Não!

O Sr. Secretário de Estado das Comunidades Portuguesas: — Não é isso que está em causa.

O que está em causa, Sr.as

e Srs. Deputados, é que a política que estamos a desenvolver incomoda o

Partido Socialista.

Protestos do PS.

Incomoda o Partido Socialista, por exemplo, que tenhamos conseguido o acordo com os sindicatos dos

professores; incomoda o Partido Socialista, quando adotamos medidas cujo objetivo é mais qualidade e mais

exigência;…

Vozes do PSD: — Muito bem!

Protestos da Deputada do BE Helena Pinto.

O Sr. Secretário de Estado das Comunidades Portuguesas: — … incomoda o Partido Socialista que

façamos avaliação e certificação das aprendizagens, porque isso implica exigência, mais qualidade; incomoda

o Partido Socialista que tenhamos já, neste momento, a ser executado um plano de incentivo à leitura para

crianças e para jovens com livros de autores portugueses, com 719 bibliotecas que estão, neste momento, a

ser distribuídas por toda a rede do EPE (Ensino do Português no Estrangeiro), porque o Partido Socialista não

foi capaz de o fazer quando foi Governo;…

Aplausos do PSD e do CDS-PP.

Protestos do PS.

… incomoda o Partido Socialista que estejamos a desenvolver medidas no domínio da formação de

professores, no domínio do apoio às experiências educativas, nos países fora da Europa (América do Norte,

Venezuela, Austrália), com a distribuição de manuais escolares, nomeação de novas coordenações, porque o

Partido Socialista enganou os portugueses, disse que faria isso, e não fez;…

Protestos do PS.

… incomoda o Partido Socialista que estejamos agora a simplificar os mecanismos dos concursos, a

facilitar a vida aos professores, a mobilizá-los realmente para o ensino do Português no estrangeiro, porque o

PS, com a conivência da esquerda parlamentar, que fala muito mas não faz nada,…

Protestos do PCP.

A Sr.ª Helena Pinto (BE): — Ora, essa!…

O Sr. Secretário de Estado das Comunidades Portuguesas: — … não o fez.

O que está em causa, Sr.as

e Srs. Deputados, é sermos capazes de desenvolver um modelo de ensino do

português no estrangeiro que sirva realmente as nossas crianças, os jovens que querem aprender português,

mas com ensino de qualidade.

O Sr. Presidente (Ferro Rodrigues): — Sr. Secretário de Estado, peço-lhe que conclua.

Páginas Relacionadas
Página 0036:
I SÉRIE — NÚMERO 45 36 Porém, aquela que parece mais contraditória na
Pág.Página 36
Página 0037:
25 DE JANEIRO DE 2013 37 O Sr. Paulo Pisco (PS): — Sr. Presidente, Sr.as e S
Pág.Página 37
Página 0038:
I SÉRIE — NÚMERO 45 38 Como quer o Governo que o português ombreie no
Pág.Página 38
Página 0039:
25 DE JANEIRO DE 2013 39 Vozes do PSD e do CDS-PP: — Muito bem! Bem lembrado! <
Pág.Página 39
Página 0040:
I SÉRIE — NÚMERO 45 40 A Sr.ª Inês Teotónio Pereira (CDS-PP): — Acont
Pág.Página 40
Página 0041:
25 DE JANEIRO DE 2013 41 O Sr. Secretário de Estado abana a cabeça mas não nos cons
Pág.Página 41
Página 0042:
I SÉRIE — NÚMERO 45 42 O Sr. João Oliveira (PCP): — Bem lembrado!
Pág.Página 42
Página 0043:
25 DE JANEIRO DE 2013 43 A Sr.ª Helena Pinto (BE): — Sr. Presidente, Sr.ª Secretári
Pág.Página 43
Página 0045:
25 DE JANEIRO DE 2013 45 O Sr. Secretário de Estado das Comunidades Portuguesas: —
Pág.Página 45