O texto apresentado é obtido de forma automática, não levando em conta elementos gráficos e podendo conter erros. Se encontrar algum erro, por favor informe os serviços através da página de contactos.
Não foi possivel carregar a página pretendida. Reportar Erro

I SÉRIE — NÚMERO 14

20

Aplausos do PSD e do CDS-PP.

A Sr.ª Presidente: — Para responder, tem a palavra o Sr. Deputado Pedro Delgado Alves.

O Sr. Pedro Delgado Alves (PS): — Sr.ª Presidente, Sr. Deputado António Prôa, agradeço a questão que

me colocou.

Devo dizer que, como foi revelado em momento anterior deste debate, há algum desconhecimento dos

números por parte da bancada do Partido Social Democrata. O PS não nega que este problema de natalidade

já nos acompanhe há muitos anos.

Vozes do PSD: — Ah!

O Sr. Pedro Delgado Alves (PS): — Aliás, os indicadores que temos são precisamente de uma quebra da

natalidade, consentânea com a evolução europeia.

Porém, se olharmos para os números — e cá está a importância de sabermos do que é que falamos —, se

verificarmos quer os dados quanto à emigração, quer os dados quanto à natalidade, 2013 é o pior ano desde

que há registo.

A Sr.ª Sónia Fertuzinhos (PS): — Muito bem!

O Sr. Pedro Delgado Alves (PS): — É um registo que corresponde à fase que se segue a um período de

relativa estabilidade na primeira década do século XXI, porque se olharmos para os indicadores, eles cifram-se

nos 10 e nos 9 em termos de índice de natalidade e a quebra abrupta para os 7.3, que enfrentamos este ano,

começa precisamente em 2011, 2012 e 2013.

Mas digo, e reitero: o Partido Socialista não foge à sua responsabilidade nem foge ao debate; antes pelo

contrário, tem é prioridades diferentes, tem uma linha hierárquica diferente do que deve ser a forma de

resolver a natalidade e cá estará para o demonstrar. Não faltaremos a este debate, nele participaremos e

traremos, como também fiz questão de sublinhar, muitas das prioridades que temos para os próximos anos.

O que nos cabe perguntar é: e quais são as prioridades do PSD, já que sobre elas nada, até agora,

conseguiu concretizar?

Aplausos do PS.

A Sr.ª Presidente: — Para fazer perguntas pelo CDS-PP, é, afinal, segundo indica o Grupo Parlamentar, o

Sr. Deputado Filipe Lobo d’Ávila. Peço desculpa por ter sido dito o nome de outro Sr. Deputado.

Faça favor, Sr. Deputado.

O Sr. Filipe Lobo d’Ávila (CDS-PP): — Sr.ª Presidente, Sr. Deputado Pedro Delgado Alves, confesso que

o ouvi ao longo de 14 minutos e, do meu ponto de vista, o Sr. Deputado cometeu duas omissões que

considero graves.

A primeira é simples de identificar. É que o Sr. Deputado, ao longo de 14 minutos, falando do presente, foi

incapaz de referir uma única palavra, de reconhecer, de dizer o que quer que seja sobre os seis anos de

governação socialista que nos conduziram a estes últimos três anos.

Aplausos do CDS-PP e do PSD.

A Sr.ª Sónia Fertuzinhos (PS): — Falou, sim!

O Sr. Filipe Lobo d’Ávila (CDS-PP): — Mas isso, de o Governo do Partido Socialista nos levar à

bancarrota, não interessa ao Sr. Deputado!

Páginas Relacionadas
Página 0002:
I SÉRIE — NÚMERO 14 2 A Sr.ª Presidente: — Srs. Deputados, está abert
Pág.Página 2
Página 0003:
17 DE OUTUBRO DE 2014 3 idosos em 2060. Repito: o cenário das projeções do INE tem-
Pág.Página 3
Página 0004:
I SÉRIE — NÚMERO 14 4 O Sr. Luís Montenegro (PSD): — Muito bem
Pág.Página 4
Página 0005:
17 DE OUTUBRO DE 2014 5 A Sr.ª Sónia Fertuzinhos (PS): — Desde logo porque o PSD ap
Pág.Página 5
Página 0006:
I SÉRIE — NÚMERO 14 6 A Sr.ª Sónia Fertuzinhos (PS): — Termino já, Sr
Pág.Página 6
Página 0007:
17 DE OUTUBRO DE 2014 7 O Sr. Jorge Machado (PCP): — Querem saber por que é que os
Pág.Página 7
Página 0008:
I SÉRIE — NÚMERO 14 8 A Sr.ª Cecília Honório (BE): — Por que é
Pág.Página 8
Página 0009:
17 DE OUTUBRO DE 2014 9 A Sr.ª Sónia Fertuzinhos (PS): — Veja os números dos último
Pág.Página 9
Página 0010:
I SÉRIE — NÚMERO 14 10 Aplausos do PSD. A Sr.ª Presiden
Pág.Página 10
Página 0011:
17 DE OUTUBRO DE 2014 11 Mas faço-lhe, então, outra pergunta. Concorda com todas as
Pág.Página 11
Página 0012:
I SÉRIE — NÚMERO 14 12 A Sr.ª Presidente: — Para pedidos de es
Pág.Página 12
Página 0013:
17 DE OUTUBRO DE 2014 13 A revisão trimestral do apoio e do abono de família, em fu
Pág.Página 13
Página 0014:
I SÉRIE — NÚMERO 14 14 A Sr.ª Carla Cruz (PCP): — Aquilo que a propos
Pág.Página 14
Página 0015:
17 DE OUTUBRO DE 2014 15 Protestos da Deputada do PCP Rita Rato. <
Pág.Página 15
Página 0016:
I SÉRIE — NÚMERO 14 16 concretizar, do relatório que vem em anexo, as
Pág.Página 16
Página 0017:
17 DE OUTUBRO DE 2014 17 Olhemos para o fim dos passes 4-18 e sub-23, que mais uma
Pág.Página 17
Página 0018:
I SÉRIE — NÚMERO 14 18 Aplausos do PS. Protestos do PSD.
Pág.Página 18
Página 0019:
17 DE OUTUBRO DE 2014 19 O Sr. Pedro Delgado Alves (PS): — … pelo que fez em termos
Pág.Página 19
Página 0021:
17 DE OUTUBRO DE 2014 21 É também verdade que o Sr. Deputado, ao fim de 14 minutos,
Pág.Página 21
Página 0022:
I SÉRIE — NÚMERO 14 22 acriticamente e a medida em causa, a confirmar
Pág.Página 22
Página 0023:
17 DE OUTUBRO DE 2014 23 meses, mas que Os Verdes poderiam trazer novamente a debat
Pág.Página 23
Página 0024:
I SÉRIE — NÚMERO 14 24 A Sr.ª Teresa Leal Coelho (PSD): — Sr.ª
Pág.Página 24
Página 0025:
17 DE OUTUBRO DE 2014 25 O que está aqui em causa é, pois, tratar o igual na medida
Pág.Página 25
Página 0026:
I SÉRIE — NÚMERO 14 26 O Sr. João Oliveira (PCP): — A campanha
Pág.Página 26
Página 0027:
17 DE OUTUBRO DE 2014 27 Com a realização deste debate, o PSD não quer discutir ser
Pág.Página 27
Página 0028:
I SÉRIE — NÚMERO 14 28 A Sr.ª Rita Rato (PCP): — Muito bem!
Pág.Página 28
Página 0029:
17 DE OUTUBRO DE 2014 29 O Sr. Carlos Abreu Amorim (PSD): — É verdade! <
Pág.Página 29
Página 0030:
I SÉRIE — NÚMERO 14 30 A Sr.ª Nilza de Sena (PSD): — Os senhor
Pág.Página 30
Página 0031:
17 DE OUTUBRO DE 2014 31 E, ao mesmo tempo, não é possível ignorar que, quando VV.
Pág.Página 31
Página 0032:
I SÉRIE — NÚMERO 14 32 Nós apresentámos aqui e reapresentámos medidas
Pág.Página 32
Página 0033:
17 DE OUTUBRO DE 2014 33 A Sr.ª Elza Pais (PS): — … sendo que as famílias não têm c
Pág.Página 33
Página 0034:
I SÉRIE — NÚMERO 14 34 O Sr. Hugo Lopes Soares (PSD): — … os senhores
Pág.Página 34
Página 0035:
17 DE OUTUBRO DE 2014 35 O PSD não recebe lições de autoridade moral de um partido
Pág.Página 35