O texto apresentado é obtido de forma automática, não levando em conta elementos gráficos e podendo conter erros. Se encontrar algum erro, por favor informe os serviços através da página de contactos.
Não foi possivel carregar a página pretendida. Reportar Erro

17 DE OUTUBRO DE 2014

9

A Sr.ª Sónia Fertuzinhos (PS): — Veja os números dos últimos 10 anos. Estude!

A Sr.ª Teresa Leal Coelho (PSD): — … porque, ao contrário do que é a matriz do partido em que o Sr.

Deputado Jorge Machado se insere, é nosso entendimento que as escolhas devem ser feitas pelas pessoas.

Ora, é relativamente às escolhas que as pessoas fazem que queremos eliminar os obstáculos.

O Sr. Hugo Lopes Soares (PSD): — Muito bem!

O Sr. Jorge Machado (PCP): — Eleve um bocadinho o debate!

A Sr.ª Teresa Leal Coelho (PSD): — Entendemos, Sr. Deputado Jorge Machado, que temos ainda muito

tempo de mandato e de Legislatura, temos ainda muito tempo de responsabilidade para adotar medidas

concretas.

O Sr. João Oliveira (PCP): — Pode ser que se engane!

A Sr.ª Teresa Leal Coelho (PSD): — A questão que se coloca é saber se o PCP, no âmbito da 1.ª

Comissão, da 2.ª Comissão, de todas as comissões deste Parlamento, está ou não disponível para dar o seu

contributo para resolver problemas reais de Portugal e se quer fazer tréguas, se quer deixar uma narrativa que

faz desde 1975, não importa o contexto, não importa a ameaça.

Vozes do PSD: — Muito bem!

A Sr.ª Teresa Leal Coelho (PSD): — Vamos trabalhar nesta matéria e esperamos poder trabalhar com

todos.

Sr.ª Deputada Cecília Honório, estou muito confortável com esta iniciativa que o Grupo Parlamentar do

PSD aqui apresenta, e estou confortável, precisamente, porque resulta da execução do que estava já

anunciado no Programa do Governo do PSD. Mas o Programa do Governo do PSD foi, em grande medida,

condicionado por aquilo a que estávamos vinculados, ou seja, resolver problemas orçamentais e financeiros, e

resolvemo-los.

A Sr.ª Sónia Fertuzinhos (PS): — Oh, Sr.ª Deputada!

A Sr.ª Teresa Leal Coelho (PSD): — Sr.ª Deputada Cecília Honório, temos um Orçamento que entrou

neste Parlamento ontem, é verdade, mas não se esqueça que há três anos, quando aqui tivemos de

apresentar o primeiro Orçamento, nessa altura, estávamos em condições dramáticas, no que diz respeito à

questão orçamental.

A Sr.ª Sónia Fertuzinhos (PS): — E hoje estamos ótimos!

A Sr.ª Teresa Leal Coelho (PSD): — Estávamos com um défice, proveniente de 2010, na ordem dos 10%

e vamos projetar, para o próximo ano, um défice que é abaixo daquilo que é o compromisso dos défices

excessivos.

Vozes do PSD: — Não é bom?

A Sr.ª Teresa Leal Coelho (PSD): — Significa isto, Sr.ª Deputada, que descemos de 10% para menos de

3%, e isto resulta do trabalho que o País fez, resulta do trabalho que este Parlamento e que este Governo

fizeram e resulta do empenho em resolver os problemas estruturais de Portugal, para permitir que Portugal

possa resolver os obstáculos que as pessoas sentem à sua realização de vida. E é isso que faremos no

próximo ano de Legislatura e faremos, seguramente, nos anos seguintes também.

Páginas Relacionadas
Página 0002:
I SÉRIE — NÚMERO 14 2 A Sr.ª Presidente: — Srs. Deputados, está abert
Pág.Página 2
Página 0003:
17 DE OUTUBRO DE 2014 3 idosos em 2060. Repito: o cenário das projeções do INE tem-
Pág.Página 3
Página 0004:
I SÉRIE — NÚMERO 14 4 O Sr. Luís Montenegro (PSD): — Muito bem
Pág.Página 4
Página 0005:
17 DE OUTUBRO DE 2014 5 A Sr.ª Sónia Fertuzinhos (PS): — Desde logo porque o PSD ap
Pág.Página 5
Página 0006:
I SÉRIE — NÚMERO 14 6 A Sr.ª Sónia Fertuzinhos (PS): — Termino já, Sr
Pág.Página 6
Página 0007:
17 DE OUTUBRO DE 2014 7 O Sr. Jorge Machado (PCP): — Querem saber por que é que os
Pág.Página 7
Página 0008:
I SÉRIE — NÚMERO 14 8 A Sr.ª Cecília Honório (BE): — Por que é
Pág.Página 8
Página 0010:
I SÉRIE — NÚMERO 14 10 Aplausos do PSD. A Sr.ª Presiden
Pág.Página 10
Página 0011:
17 DE OUTUBRO DE 2014 11 Mas faço-lhe, então, outra pergunta. Concorda com todas as
Pág.Página 11
Página 0012:
I SÉRIE — NÚMERO 14 12 A Sr.ª Presidente: — Para pedidos de es
Pág.Página 12
Página 0013:
17 DE OUTUBRO DE 2014 13 A revisão trimestral do apoio e do abono de família, em fu
Pág.Página 13
Página 0014:
I SÉRIE — NÚMERO 14 14 A Sr.ª Carla Cruz (PCP): — Aquilo que a propos
Pág.Página 14
Página 0015:
17 DE OUTUBRO DE 2014 15 Protestos da Deputada do PCP Rita Rato. <
Pág.Página 15
Página 0016:
I SÉRIE — NÚMERO 14 16 concretizar, do relatório que vem em anexo, as
Pág.Página 16
Página 0017:
17 DE OUTUBRO DE 2014 17 Olhemos para o fim dos passes 4-18 e sub-23, que mais uma
Pág.Página 17
Página 0018:
I SÉRIE — NÚMERO 14 18 Aplausos do PS. Protestos do PSD.
Pág.Página 18
Página 0019:
17 DE OUTUBRO DE 2014 19 O Sr. Pedro Delgado Alves (PS): — … pelo que fez em termos
Pág.Página 19
Página 0020:
I SÉRIE — NÚMERO 14 20 Aplausos do PSD e do CDS-PP.
Pág.Página 20
Página 0021:
17 DE OUTUBRO DE 2014 21 É também verdade que o Sr. Deputado, ao fim de 14 minutos,
Pág.Página 21
Página 0022:
I SÉRIE — NÚMERO 14 22 acriticamente e a medida em causa, a confirmar
Pág.Página 22
Página 0023:
17 DE OUTUBRO DE 2014 23 meses, mas que Os Verdes poderiam trazer novamente a debat
Pág.Página 23
Página 0024:
I SÉRIE — NÚMERO 14 24 A Sr.ª Teresa Leal Coelho (PSD): — Sr.ª
Pág.Página 24
Página 0025:
17 DE OUTUBRO DE 2014 25 O que está aqui em causa é, pois, tratar o igual na medida
Pág.Página 25
Página 0026:
I SÉRIE — NÚMERO 14 26 O Sr. João Oliveira (PCP): — A campanha
Pág.Página 26
Página 0027:
17 DE OUTUBRO DE 2014 27 Com a realização deste debate, o PSD não quer discutir ser
Pág.Página 27
Página 0028:
I SÉRIE — NÚMERO 14 28 A Sr.ª Rita Rato (PCP): — Muito bem!
Pág.Página 28
Página 0029:
17 DE OUTUBRO DE 2014 29 O Sr. Carlos Abreu Amorim (PSD): — É verdade! <
Pág.Página 29
Página 0030:
I SÉRIE — NÚMERO 14 30 A Sr.ª Nilza de Sena (PSD): — Os senhor
Pág.Página 30
Página 0031:
17 DE OUTUBRO DE 2014 31 E, ao mesmo tempo, não é possível ignorar que, quando VV.
Pág.Página 31
Página 0032:
I SÉRIE — NÚMERO 14 32 Nós apresentámos aqui e reapresentámos medidas
Pág.Página 32
Página 0033:
17 DE OUTUBRO DE 2014 33 A Sr.ª Elza Pais (PS): — … sendo que as famílias não têm c
Pág.Página 33
Página 0034:
I SÉRIE — NÚMERO 14 34 O Sr. Hugo Lopes Soares (PSD): — … os senhores
Pág.Página 34
Página 0035:
17 DE OUTUBRO DE 2014 35 O PSD não recebe lições de autoridade moral de um partido
Pág.Página 35