O texto apresentado é obtido de forma automática, não levando em conta elementos gráficos e podendo conter erros. Se encontrar algum erro, por favor informe os serviços através da página de contactos.
Não foi possivel carregar a página pretendida. Reportar Erro

I SÉRIE — NÚMERO 40

38

Aplausos do CDS-PP.

Tenha vergonha na cara!

O senhor não faz a mínima ideia do que é ter responsabilidades no País, com a troica presente. Nem com

a troica fora de Portugal o senhor é capaz de se sentar ali, na bancada do Governo, para responder aos

portugueses pelas opções que toma, continua confortável, no mesmo lugar de sempre.

Aplausos do CDS-PP.

Por isso, Sr. Deputado, para quem vive do oportunismo, para quem vive do facilitismo, para quem vive do

slogan fácil, ainda assim, sobra um bocadinho que se pode descortinar. O senhor é Deputado de um grupo

parlamentar que aqui propôs um aumento de 25 €/mês para os pensionistas. Repito: 25 €/mês para os

pensionistas!

O Sr. José Moura Soeiro (BE): — O vosso foi zero!

O Sr. João Pinho de Almeida (CDS-PP): — Esses pensionistas, para quem o Bloco de Esquerda propôs

um aumento de 25 euros, vão ter, neste Orçamento, um aumento de 1 euro! Um euro para 25 euros que era a

vossa proposta!

Quer falar sobre credibilidade?

Protestos do BE.

Quer falar sobre o que é dizer uma coisa e fazer outra? Quer falar sobre ter respeito sobre quem tem

menos rendimentos? Quer falar sobre a autoridade moral?

O Sr. José Moura Soeiro (BE): — Quero!

O Sr. João Pinho de Almeida (CDS-PP): — É que, isso, o Bloco de Esquerda quer sempre. Já sabia que

iria responder que queria. Claro que quer! Então, há alguma coisa que o Bloco de Esquerda queira mais do

que falar sobre autoridade moral?! Só que os senhores falam sempre sobre a autoridade moral, mas falam

muito pouco sobre a responsabilidade que têm de assumir, sobre as opções que tomam!

Aplausos do CDS-PP e do PSD.

Os senhores vão votar o aumento de 1 euro para quem propuseram um aumento de 25 euros.

Protestos do Deputado do BE José de Moura Soeiro.

E, Sr. Deputado, para terminar, porque já cá está o Sr. Ministro das Finanças, e eu tinha prometido que iria

responder à citação de Sérgio Godinho com uma de Jorge Palma, cito também Jorge Palma: «Não se pode

estar direito / Quando se tem a espinha torta», Sr. Deputado! Pense nisso!

Aplausos do CDS-PP.

O Sr. José Moura Soeiro (BE): — Essa é para vocês!

A Sr.ª Joana Mortágua (BE): — Essa é boa para o CDS!

O Sr. Presidente: — Bem sei que tem sido um grande sucesso a digressão do Sérgio Godinho e do Jorge

Palma. Aliás, há uma panóplia de citações possíveis para todas as bancadas e há também uma obra de ficção

feita pelo Sr. Deputado do Bloco de Esquerda e que, portanto, tem de ser respeitada como tal.

Páginas Relacionadas
Página 0054:
I SÉRIE — NÚMERO 40 54 Aplausos do PSD. O Sr. João Gala
Pág.Página 54
Página 0055:
24 DE FEVEREIRO DE 2016 55 Sabemos por que o fizeram! Não foi por sad
Pág.Página 55
Página 0056:
I SÉRIE — NÚMERO 40 56 Aplausos do PS. Não entramos nes
Pág.Página 56
Página 0057:
24 DE FEVEREIRO DE 2016 57 Isso é aquilo a que a direita chama, suges
Pág.Página 57