O texto apresentado é obtido de forma automática, não levando em conta elementos gráficos e podendo conter erros. Se encontrar algum erro, por favor informe os serviços através da página de contactos.
Não foi possivel carregar a página pretendida. Reportar Erro

I SÉRIE — NÚMERO 75

34

Creio que este é o ponto fundamental que na política deve existir para quem tem visões diferentes da

sociedade e opiniões diferentes do mundo: o respeito por essas visões e por quem se bate por elas.

Da parte do Bloco de Esquerda, obviamente, continuaremos nesse debate, no futuro, que, com certeza, não

deixará de o ter também como elemento ativo.

Aplausos do BE, do PSD, do PS e do CDS-PP.

O Sr. Presidente: — Tem a palavra, para o mesmo efeito, o Sr. Deputado João Oliveira, do PCP.

O Sr. JoãoOliveira (PCP): — Sr. Presidente, Sr. Deputado Paulo Portas, julgo que ninguém estará à espera,

obviamente, que neste momento se apaguem as diferenças e as divergências políticas que marcaram os

confrontos políticos que tivemos,…

Risos do PSD e do CDS-PP.

… em particular nos últimos quatro anos, enquanto o Sr. Deputado integrou o anterior Governo, mas também

julgo que ninguém estaria à espera que isso acontecesse, como ninguém, certamente, deixará de registar que

essas diferenças e divergências continuarão a existir sem que daí resulte prejuízo para aquela que, no plano

institucional, nunca deixou de ser uma relação de respeito por essas regras de urbanidade e uma relação de

respeito mútuo, que foi mantida ao longo de anos com o Grupo Parlamentar do PCP.

Confesso-lhe, Sr. Deputado Paulo Portas, que a tentação, neste momento, de fazer um trocadilho, que, não

querendo ser ofensivo, pudesse recuperar a irrevogabilidade das decisões na política, é grande,…

Risos do PSD e do CDS-PP.

… mas não o vou fazer. Mas certamente que o Sr. Deputado Paulo Portas compreenderá que a intenção não

seria mal motivada.

De qualquer forma, não quero deixar de desejar-lhe, em nome do Grupo Parlamentar do PCP, todas as

felicidades para a sua vida pessoal no futuro.

Aplausos do PCP, do PSD, do PS, do BE, do CDS-PP e do PAN.

O Sr. Presidente: — Tem ainda a palavra, para o mesmo efeito, o Sr. Deputado José Luís Ferreira.

O Sr. JoséLuísFerreira (Os Verdes): — Sr. Presidente, Srs. Deputados, nesta ocasião, também quero

desejar sucesso pessoal ao Sr. Deputado Paulo Portas nas novas batalhas que decidiu abraçar, nesta nova

etapa da sua vida.

Apesar da distância que nos separa, do ponto de vista político, das divergências, às vezes muito acentuadas,

e dos confrontos nos debates políticos que travamos, o que é próprio, aliás, da nossa vivência democrática,

reconhecemos no Sr. Deputado Paulo Portas uma pessoa combativa e, acima de tudo, sempre muito cordial,

pautada por relações de respeito que, creio, sempre estiveram presentes.

Aproveito, portanto, para desejar sucesso ao Sr. Deputado Paulo Portas no futuro.

Aplausos de Os Verdes, do PSD, do PS e do CDS-PP.

O Sr. Presidente: — Penso que o líder da bancada do CDS-PP, Sr. Deputado Nuno Magalhães, também

queira dizer de sua justiça.

O Sr. Nuno Magalhães (CDS-PP): — Sr. Presidente, Srs. Deputados, cabe-me a responsabilidade e a honra

de, em nome do CDS e do seu Grupo Parlamentar, dirigir algumas palavras a quem me iniciou na política, ao

meu Deputado Paulo Portas.

Páginas Relacionadas
Página 0035:
3 DE JUNHO DE 2016 35 É por isso muito difícil — sobretudo, é difícil dizê-lo breve
Pág.Página 35
Página 0036:
I SÉRIE — NÚMERO 75 36 «Secretário Regional da Economia e da Cooperaç
Pág.Página 36
Página 0037:
3 DE JUNHO DE 2016 37 O Sr. Hélder Amaral (CDS-PP): — Sr. Presidente, é apenas para
Pág.Página 37
Página 0038:
I SÉRIE — NÚMERO 75 38 O Sr. João Oliveira (PCP): — Sr. Presidente, S
Pág.Página 38
Página 0039:
3 DE JUNHO DE 2016 39 O Sr. Jorge Machado (PCP): — É nazi! O Sr. Duar
Pág.Página 39
Página 0040:
I SÉRIE — NÚMERO 75 40 que seja um sinal positivo que eventualmente r
Pág.Página 40
Página 0041:
3 DE JUNHO DE 2016 41 Esta libertação, para a qual muito contribuiu o ativismo das
Pág.Página 41
Página 0042:
I SÉRIE — NÚMERO 75 42 Submetido à votação, foi rejeitado, com votos
Pág.Página 42