O texto apresentado é obtido de forma automática, não levando em conta elementos gráficos e podendo conter erros. Se encontrar algum erro, por favor informe os serviços através da página de contactos.
Não foi possivel carregar a página pretendida. Reportar Erro

I SÉRIE — NÚMERO 62

40

E o que aconteceu na Faculdade de Ciências Sociais e Humanas (FCSH) é hoje particularmente claro, por

força do que disse o conselho diretivo ou a direção e por força do que disse, também, a associação de

estudantes.

A associação de estudantes, em momento algum, fez qualquer ameaça física, em qualquer momento fez

algo que não fosse o não associar-se a um evento, que é também algo que, em democracia, assiste a todos

aqueles que escolhem a forma como homenageiam e comparticipam na vida cívica.

Aplausos do PS e do BE.

Por isso mesmo, subscrevemos um voto em que se torna absolutamente clara a rejeição de qualquer atuação

que tenha levado à não realização da conferência do Prof. Jaime Nogueira Pinto, mas, simultaneamente, não

escamoteamos e não esquecemos a vontade de grupos — esses, sim, violentos, esses, sim, extremistas —

que, através de milícias de duvidosa legalidade e de claríssima e duvidosa compatibilidade com o sistema

democrático, disseram que queriam estar presentes. Esses, sim, representaram uma ameaça e, devo dizê-lo,

nos últimos dias têm ameaçado fisicamente membros da direção da Associação de Estudantes da Faculdade

de Ciências Sociais e Humanas e todos aqueles que se opuseram.

O Sr. Jorge Duarte Costa (BE): — Isso já não preocupa a direita!

O Sr. Pedro Delgado Alves (PS): — Efetivamente, devemos ser claros a identificar todos os adversários da

democracia e os estudantes da FCSH que hoje têm medo, receiam, devem saber que não são abandonados

pelo Parlamento português e que são acompanhados em todos os momentos, sendo também merecedores da

nossa proteção — eles e o Prof. Jaime Nogueira Pinto.

É isso que um Parlamento plural deve fazer.

Aplausos do PS e do BE.

Protestos do PSD e do CDS-PP.

O Sr. Presidente: — Ainda pelo Grupo Parlamentar do PS, tem a palavra a Sr.ª Deputada Edite Estrela.

A Sr.ª Edite Estrela (PS): — Sr. Presidente, Sr.as Deputadas, Srs. Deputados: Dia Internacional da Mulher

— muitas pessoas perguntam se faz sentido.

A resposta é que faz sentido enquanto as mulheres ganharem menos do que os homens e tiverem de

escolher entre ser mães ou manterem o lugar de chefia; enquanto as mulheres não quebrarem o teto de vidro

que as impede de chegarem às instâncias de decisão; enquanto homens e mulheres não partilharem igualmente

as responsabilidades familiares e enquanto as mulheres trabalharem o mesmo do que os homens fora de casa

e o triplo dentro de casa; enquanto as mulheres forem as principais vítimas de violência doméstica e virem

devassada a sua intimidade em entrevistas de acesso ao mercado de trabalho; enquanto as mulheres tiverem

de esconder a gravidez e não gozarem a licença de maternidade com receio de serem despedidas; enquanto a

maternidade for encarada como um problema para os empregadores e não como uma mais-valia para a

economia e para a sociedade; enquanto forem necessárias as leis da paridade; e enquanto as mulheres, apesar

de profissionais bem preparadas e competentes, forem referidas na comunicação social por razões que nada

têm a ver com as suas ideias, profissões ou programas políticos, mas por causa da aparência, da cor do cabelo

ou do vestuário.

Faz sentido, porque a luta pela igualdade entre homens e mulheres é um processo feito de avanços e de

recuos, como aconteceu com as alterações à lei da IVG introduzidas pelo anterior Governo e que, em boa hora,

foram corrigidas.

O Sr. Presidente: — Já ultrapassou o seu tempo, Sr.ª Deputada.

A Sr.ª Edite Estrela (PS): — Termino já, Sr. Presidente.

Páginas Relacionadas
Página 0038:
I SÉRIE — NÚMERO 62 38 O Dia Internacional das Mulheres de 2017 fica
Pág.Página 38
Página 0039:
11 DE MARÇO DE 2017 39 nos envolve e que nos responsabiliza enquanto cidadãos livre
Pág.Página 39
Página 0041:
11 DE MARÇO DE 2017 41 Orgulho-me de pertencer ao partido cujo Governo despenalizou
Pág.Página 41
Página 0042:
I SÉRIE — NÚMERO 62 42 De resto, aproveito para, em relação aos votos
Pág.Página 42
Página 0043:
11 DE MARÇO DE 2017 43 Dito isto, Sr. Presidente, nós escolhemos falar, quase que a
Pág.Página 43
Página 0044:
I SÉRIE — NÚMERO 62 44 O Sr. Presidente: — Srs. Deputados, a questão
Pág.Página 44
Página 0045:
11 DE MARÇO DE 2017 45 Para terminar, Sr. Presidente, queria apenas deixar um regis
Pág.Página 45
Página 0046:
I SÉRIE — NÚMERO 62 46 Lamentável! Lamentável, Srs. Deputados!
Pág.Página 46
Página 0047:
11 DE MARÇO DE 2017 47 Protestos do PSD e do CDS-PP. O Sr. Telmo Corr
Pág.Página 47
Página 0048:
I SÉRIE — NÚMERO 62 48 O Sr. TelmoCorreia (CDS-PP): — Nessa altura, o
Pág.Página 48
Página 0049:
11 DE MARÇO DE 2017 49 Protestos do PSD e do CDS-PP. Srs. Depu
Pág.Página 49
Página 0050:
I SÉRIE — NÚMERO 62 50 O Sr. CarlosAbreuAmorim (PSD): — É lame
Pág.Página 50
Página 0051:
11 DE MARÇO DE 2017 51 O Sr. Carlos Abreu Amorim (PSD): — Mas… O Sr.
Pág.Página 51
Página 0052:
I SÉRIE — NÚMERO 62 52 Leitão Amaro, Bruno Coimbra, Fátima Ramos, Joa
Pág.Página 52
Página 0053:
11 DE MARÇO DE 2017 53 arriscando a sua saúde e a sua vida. Para outras mulheres, a
Pág.Página 53
Página 0054:
I SÉRIE — NÚMERO 62 54 A Sr.ª Joana Barata Lopes (PSD): — Sr. Preside
Pág.Página 54
Página 0055:
11 DE MARÇO DE 2017 55 Submetido à votação, foi aprovado, com votos a favor
Pág.Página 55
Página 0056:
I SÉRIE — NÚMERO 62 56 Passados 106 anos, o saber e a qualificação da
Pág.Página 56
Página 0057:
11 DE MARÇO DE 2017 57 O Sr. Presidente: — Para que efeito, Sr.ª Deputada? <
Pág.Página 57
Página 0058:
I SÉRIE — NÚMERO 62 58 O Sr. Presidente: — Sim, Sr.ª Deputada, mas eu
Pág.Página 58
Página 0059:
11 DE MARÇO DE 2017 59 dentro das regras do jogo democrático — se e quando abdicarm
Pág.Página 59
Página 0060:
I SÉRIE — NÚMERO 62 60 Uma conferência pública deve ser um ato não-vi
Pág.Página 60
Página 0061:
11 DE MARÇO DE 2017 61 ideias, como é a universidade, condenando, assim, os acontec
Pág.Página 61
Página 0062:
I SÉRIE — NÚMERO 62 62 Recordando que, nos termos da Constituição da
Pág.Página 62
Página 0073:
11 DE MARÇO DE 2017 73 ——— Declarações de voto enviadas
Pág.Página 73
Página 0074:
I SÉRIE — NÚMERO 62 74 242/XIII (2.ª), apresentado pelo BE, de saudaç
Pág.Página 74
Página 0075:
11 DE MARÇO DE 2017 75 As Deputadas do PSD, Margarida Balseiro Lopes — Ângel
Pág.Página 75
Página 0076:
I SÉRIE — NÚMERO 62 76 No entanto, a denúncia feita pela Associação d
Pág.Página 76