O texto apresentado é obtido de forma automática, não levando em conta elementos gráficos e podendo conter erros. Se encontrar algum erro, por favor informe os serviços através da página de contactos.
Não foi possivel carregar a página pretendida. Reportar Erro

I SÉRIE — NÚMERO 62

50

O Sr. CarlosAbreuAmorim (PSD): — É lamentável, uma vez mais, Sr. Deputado! É lamentável, mas a

máscara está a cair ao Bloco de Esquerda!

Aplausos do PSD e do CDS-PP.

O Sr. Presidente: — Para dar explicações, tem a palavra o Sr. Deputado Jorge Costa. Peço que seja tão

breve quanto possível.

O Sr. JorgeDuarteCosta (BE): — Sr. Presidente, Sr. Deputado Carlos Abreu Amorim, bem me parecia que

lhe podia ter respondido antes da sua intervenção.

Sr. Deputado, quero dizer-lhe que me limitei aos factos. Nesta semana, quatro dezenas de ativistas de

extrema-direita invadiram as instalações de uma associação de estudantes e o CDS e o PSD, com as suas

preocupações sobre liberdade de expressão, preferiram omitir, preferiram esconder esses factos no voto que

hoje aqui apresentaram.

Portanto, Srs. Deputados, não se espantem, quando contam uma história mal contada…

O Sr. Carlos Abreu Amorim (PSD): — Não, não!

O Sr. JorgeDuarteCosta (BE): — … e escondem o que realmente aconteceu, de serem acusados de estar

a aprender com o pior que a extrema-direita hoje faz na criação de factos alternativos e narrativas paralelas.

Aplausos do BE.

O Sr. CarlosCésar (PS): — Sr. Presidente, dá-me licença que use da palavra?

O Sr. Presidente: — É para que efeito, Sr. Deputado?

O Sr. CarlosCésar (PS): — É para fazer a defesa da honra da bancada do PS, Sr. Presidente.

O Sr. Presidente: — Pode explicar por que motivo, Sr. Deputado?

O Sr. CarlosCésar (PS): — Na sequência da intervenção do Sr. Deputado Telmo Correia, entendo que o

Grupo Parlamentar do PS deve defender e clarificar o seu posicionamento sobre esta matéria.

O Sr. Presidente: — Faça favor, Sr. Deputado.

O Sr. CarlosCésar (PS): — Sr. Presidente, Sr.as e Srs. Deputados, uso da palavra recorrendo a esta figura

regimental para, na sequência da intervenção do Sr. Deputado Telmo Correia, dizer que o passado do Partido

Socialista fala pelo seu presente.

Vozes do PSD: — Não fala, não!

O Sr. CarlosCésar (PS): — O CDS, em matéria de liberdades públicas, deve mais ao Partido Socialista do

que o Partido Socialista ao CDS!

Aplausos do PS.

Em segundo lugar, queria dizer que o Partido Socialista, pelo seu património de luta e pela sua condição

presente, é um partido que condena todos os atos que conflituem com o livre exercício das liberdades

democráticas.

Páginas Relacionadas
Página 0038:
I SÉRIE — NÚMERO 62 38 O Dia Internacional das Mulheres de 2017 fica
Pág.Página 38
Página 0039:
11 DE MARÇO DE 2017 39 nos envolve e que nos responsabiliza enquanto cidadãos livre
Pág.Página 39
Página 0040:
I SÉRIE — NÚMERO 62 40 E o que aconteceu na Faculdade de Ciências Soc
Pág.Página 40
Página 0041:
11 DE MARÇO DE 2017 41 Orgulho-me de pertencer ao partido cujo Governo despenalizou
Pág.Página 41
Página 0042:
I SÉRIE — NÚMERO 62 42 De resto, aproveito para, em relação aos votos
Pág.Página 42
Página 0043:
11 DE MARÇO DE 2017 43 Dito isto, Sr. Presidente, nós escolhemos falar, quase que a
Pág.Página 43
Página 0044:
I SÉRIE — NÚMERO 62 44 O Sr. Presidente: — Srs. Deputados, a questão
Pág.Página 44
Página 0045:
11 DE MARÇO DE 2017 45 Para terminar, Sr. Presidente, queria apenas deixar um regis
Pág.Página 45
Página 0046:
I SÉRIE — NÚMERO 62 46 Lamentável! Lamentável, Srs. Deputados!
Pág.Página 46
Página 0047:
11 DE MARÇO DE 2017 47 Protestos do PSD e do CDS-PP. O Sr. Telmo Corr
Pág.Página 47
Página 0048:
I SÉRIE — NÚMERO 62 48 O Sr. TelmoCorreia (CDS-PP): — Nessa altura, o
Pág.Página 48
Página 0049:
11 DE MARÇO DE 2017 49 Protestos do PSD e do CDS-PP. Srs. Depu
Pág.Página 49
Página 0051:
11 DE MARÇO DE 2017 51 O Sr. Carlos Abreu Amorim (PSD): — Mas… O Sr.
Pág.Página 51
Página 0052:
I SÉRIE — NÚMERO 62 52 Leitão Amaro, Bruno Coimbra, Fátima Ramos, Joa
Pág.Página 52
Página 0053:
11 DE MARÇO DE 2017 53 arriscando a sua saúde e a sua vida. Para outras mulheres, a
Pág.Página 53
Página 0054:
I SÉRIE — NÚMERO 62 54 A Sr.ª Joana Barata Lopes (PSD): — Sr. Preside
Pág.Página 54
Página 0055:
11 DE MARÇO DE 2017 55 Submetido à votação, foi aprovado, com votos a favor
Pág.Página 55
Página 0056:
I SÉRIE — NÚMERO 62 56 Passados 106 anos, o saber e a qualificação da
Pág.Página 56
Página 0057:
11 DE MARÇO DE 2017 57 O Sr. Presidente: — Para que efeito, Sr.ª Deputada? <
Pág.Página 57
Página 0058:
I SÉRIE — NÚMERO 62 58 O Sr. Presidente: — Sim, Sr.ª Deputada, mas eu
Pág.Página 58
Página 0059:
11 DE MARÇO DE 2017 59 dentro das regras do jogo democrático — se e quando abdicarm
Pág.Página 59
Página 0060:
I SÉRIE — NÚMERO 62 60 Uma conferência pública deve ser um ato não-vi
Pág.Página 60
Página 0061:
11 DE MARÇO DE 2017 61 ideias, como é a universidade, condenando, assim, os acontec
Pág.Página 61
Página 0062:
I SÉRIE — NÚMERO 62 62 Recordando que, nos termos da Constituição da
Pág.Página 62
Página 0073:
11 DE MARÇO DE 2017 73 ——— Declarações de voto enviadas
Pág.Página 73
Página 0074:
I SÉRIE — NÚMERO 62 74 242/XIII (2.ª), apresentado pelo BE, de saudaç
Pág.Página 74
Página 0075:
11 DE MARÇO DE 2017 75 As Deputadas do PSD, Margarida Balseiro Lopes — Ângel
Pág.Página 75
Página 0076:
I SÉRIE — NÚMERO 62 76 No entanto, a denúncia feita pela Associação d
Pág.Página 76