O texto apresentado é obtido de forma automática, não levando em conta elementos gráficos e podendo conter erros. Se encontrar algum erro, por favor informe os serviços através da página de contactos.
Não foi possivel carregar a página pretendida. Reportar Erro

I SÉRIE — NÚMERO 10

40

O Sr. Presidente: — Srs. Deputados, vamos votar este voto, que acaba de ser lido.

Submetido à votação, foi aprovado por unanimidade.

Segue-se o voto n.º 480/XIII (3.ª) — De pesar e solidariedade pelo terramoto ocorrido esta semana em

Taiwan, apresentado pelo PSD e subscrito por Deputados do PS e do PAN, que vai ser lido pelo Sr. Secretário

Duarte Pacheco.

O Sr. Secretário (Duarte Pacheco): — Sr. Presidente e Srs. Deputados, o voto é do seguinte teor:

«Conforme é do conhecimento de todos, ocorreu na passada terça-feira, dia 6 de fevereiro, um violento sismo

que assolou Taiwan.

Este terramoto atingiu a magnitude 6,4 na escala de Richter e provocou graves danos materiais nestes,

incluindo a ruína de vários edifícios e um hotel na cidade de Hualin, onde a presença de turistas é especialmente

significativa.

Mais grave, este sismo provocou mais de 250 feridos de várias nacionalidades e vitimou 7 cidadãos, sendo

que estes números não retratam ainda toda a amplitude dos danos e perdas de vida em causa.

Estes acontecimentos trazem à memória os funestos acontecimentos que vitimaram pessoas e bens em

Portugal e que motivaram o apoio e solidariedade das autoridades de Taiwan junto dos autarcas e populações

atingidas.

Confrontado com esta catástrofe, o Parlamento português apresenta às famílias e vítimas sentidas

condolências e presta ao povo de Taiwan a solidariedade neste momento de luto e destruição.»

O Sr. Presidente: — Srs. Deputados, vamos votar.

Submetido à votação, foi aprovado por unanimidade.

Srs. Deputados, na sequência dos votos que acabámos de aprovar, vamos guardar 1 minuto de silêncio.

A Câmara guardou, de pé, 1 minuto de silêncio.

Passamos ao voto n.º 476/XIII (3.ª) — De congratulação pelos atletas portugueses Manuel Machado e Filipa

Elvas, apresentado pelo CDS-PP e subscrito por Deputados do PS, do PAN e do PSD, que o Sr. Secretário

António Carlos Monteiro vai fazer o favor de ler.

O Sr. Secretário (António Carlos Monteiro): — Sr. Presidente, Sr.as e Srs. Deputados, o voto é do seguinte

teor:

«Os atletas amadores portugueses Manuel Machado e Filipa Elvas venceram na semana passada, na

Antártida, as corridas White Continent 50 km e White Continent Marathon, respetivamente.

Apesar de ambas serem provas duríssimas, em condições climatéricas muito difíceis, Manuel Machado e

Filipa Elvas venceram, provando a sua capacidade entre 61 atletas provenientes de 15 países.

Para Manuel Machado, este foi o sétimo triunfo em ultramaratonas, em vários continentes, destacando-se a

do Círculo Polar Ártico, a do Vale Sagrado dos Incas e a dos 111 km da Ultra do Saará, faltando-lhe apenas

uma vitória na Oceânia para alcançar o pleno.

Já Filipa Elvas foi a única mulher, em 2013, a completar os 45 km da Maratona da Grande Muralha da China,

uma das provas de atletismo mais difíceis do mundo.

A Assembleia da República, reunida em Plenário, saúda os portugueses Manuel Machado e Filipa Elvas,

reconhecendo a dimensão maior do seu feito».

O Sr. Presidente: — Informo que se encontra presente nas galerias o atleta Manuel Machado, que

saudamos.

Srs. Deputados, vamos votar o voto n.º 476/XIII (3.ª), que acabou de ser lido.

Páginas Relacionadas
Página 0041:
10 DE FEVEREIRO DE 2018 41 Submetido à votação, foi aprovado por unanimidade
Pág.Página 41
Página 0042:
I SÉRIE — NÚMERO 10 42 Submetidos à votação, foram rejeitados, com vo
Pág.Página 42