O texto apresentado é obtido de forma automática, não levando em conta elementos gráficos e podendo conter erros. Se encontrar algum erro, por favor informe os serviços através da página de contactos.
Não foi possivel carregar a página pretendida. Reportar Erro

I SÉRIE — NÚMERO 81

14

O Sr. António Topa (PSD): — Sr. Presidente, eu tive de interromper a minha intervenção…

O Sr. Presidente (Jorge Lacão): — Sim, Sr. Deputado, pode continuar, mas já estou a dar-lhe alguma

tolerância.

O Sr. António Topa (PSD): — Ou seja, a legislação implica o cumprimento verificado pelas autoridades

nacionais competentes, nomeadamente através de uma melhor regulação a efetuar através do Decreto-Lei aqui

em apreciação.

A nossa legislação abrange as fases de projeto, construção, fiscalização e monitorização permanente, sendo

suficiente para a consagração dos princípios da precaução, de informação e de defesa dos cidadãos.

Nos termos do exposto, não vemos utilidade nesta apreciação parlamentar, respeitando, no entanto, a

perspetiva e os objetivos pretendidos pelo Bloco de Esquerda com a sua apresentação.

Aplausos do PSD.

O Sr. Presidente (Jorge Lacão): — Tem agora a palavra, para uma intervenção, a Sr.ª Deputada Heloísa

Apolónia, de Os Verdes.

A Sr.ª Heloísa Apolónia (Os Verdes): — Sr. Presidente, Srs. Secretários de Estado, Sr.as e Srs. Deputados:

Os Verdes têm dado grande relevância à questão dos campos eletromagnéticos na sua intervenção parlamentar,

e não só.

Consideramos que é inegável referir que existem efeitos concretos, já do conhecimento público,

relativamente a estas linhas de muito alta tensão que a REN está a impor de norte a sul do País — quando digo

«impor», refiro-me à questão concreta dos traçados.

A verdade é que, como já foi referido, a Organização Mundial da Saúde atribui consequências concretas a

estes campos eletromagnéticos ao nível da saúde, designadamente com efeitos cancerígenos. A Agência

Internacional de Investigação do Cancro também já classificou estes campos como possivelmente

carcinogénicos para humanos, designadamente com risco de leucemia infantil concreto. Mas, para além destes

efeitos, existem também aqueles que são do conhecimento público, como ruídos intensos, problemas de

descanso relativamente às populações que se encontram nas imediações, problemas neurológicos, enfim, o

desenvolvimento de um conjunto significativo de doenças.

Nesse sentido, é fundamental que os decisores políticos olhem para esta matéria com a ideia concreta de

aplicação do princípio da precaução. E o que nos diz o princípio da precaução é que, mesmo no caso de haver

— vou chamar-lhe assim — discrepâncias nas conclusões científicas, o que tem de fazer-se é seguir sempre a

lógica de decisão que evite o risco.

Neste sentido e neste campo concreto de que estamos a falar, a forma de evitar o risco é justamente afastar

os traçados das linhas de muito alta tensão dos aglomerados populacionais. É isto que é fundamental. Só que

a REN, por razões economicistas e de custos, prefere muitas vezes que o traçado passe por cima dos

aglomerados urbanos, e isso é que nós não podemos aceitar.

Mas a REN chega ao ponto de, por exemplo — vejam bem esta visão economicista e numa profunda lógica

de cedência a alguns interesses, não tendo, no fundo, qualquer cuidado com os interesses públicos —, quando

chega a determinados empreendimentos e a campos de golfe, ter o cuidado de instalar a linha através do

subsolo, aquilo a que normalmente designamos «enterramento da linha» — isto quando é para determinados

interesses económicos. Mas, quando se trata de aglomerados populacionais, a linha passa literalmente por cima

da cabeça das pessoas. Isto é que não se pode aceitar!

Relativamente a esta matéria, Os Verdes já apresentaram, na Assembleia da República, várias iniciativas

legislativas.

Ainda nesta Legislatura, foi aprovado o projeto de lei de Os Verdes, que reforça as regras de proteção contra

a exposição aos campos eletromagnéticos. Considerámos que era nosso dever contribuir para que houvesse

um cuidado acrescido relativamente aos traçados das linhas de muito alta tensão e, nesse sentido, focámos

Páginas Relacionadas
Página 0023:
5 DE MAIO DE 2018 23 O Sr. Hélder Amaral (CDS-PP): — Sr. Presidente, termino dizend
Pág.Página 23
Página 0024:
I SÉRIE — NÚMERO 81 24 Uma mulher com idade inferior a 65 anos recebe
Pág.Página 24
Página 0025:
5 DE MAIO DE 2018 25 Com a nossa proposta, revogamos uma lei injusta, desequilibrad
Pág.Página 25
Página 0026:
I SÉRIE — NÚMERO 81 26 Isto dito… Aplausos de Deputados
Pág.Página 26
Página 0027:
5 DE MAIO DE 2018 27 imobiliário hoje assiste. É necessária uma profunda alteração
Pág.Página 27
Página 0028:
I SÉRIE — NÚMERO 81 28 A verdade é que desde que esta lei entrou em v
Pág.Página 28
Página 0029:
5 DE MAIO DE 2018 29 Mas há problemas no mercado de habitação cuja resposta precisa
Pág.Página 29
Página 0030:
I SÉRIE — NÚMERO 81 30 habitação que acode apenas aos mais necessitad
Pág.Página 30
Página 0031:
5 DE MAIO DE 2018 31 A Sr.ª Emília Cerqueira (PSD): — Sr. Presidente, Srs. M
Pág.Página 31
Página 0032:
I SÉRIE — NÚMERO 81 32 A Sr.ª Emília Cerqueira (PSD): — Não va
Pág.Página 32
Página 0033:
5 DE MAIO DE 2018 33 para o mercado de rendas acessíveis — como veio agora propor o
Pág.Página 33
Página 0034:
I SÉRIE — NÚMERO 81 34 O Sr. Álvaro Castello-Branco (CDS-PP): — Nós q
Pág.Página 34
Página 0035:
5 DE MAIO DE 2018 35 Aconselho-a vivamente a ver essa entrevista, porque esse é um
Pág.Página 35
Página 0036:
I SÉRIE — NÚMERO 81 36 Também por tudo isto, passados mais de 40 anos
Pág.Página 36
Página 0037:
5 DE MAIO DE 2018 37 O Sr. Nuno Magalhães (CDS-PP): — Sr. Presidente, Sr. Ministro,
Pág.Página 37
Página 0038:
I SÉRIE — NÚMERO 81 38 O Sr. Nuno Magalhães (CDS-PP): — Mas, Sr.ª Dep
Pág.Página 38
Página 0039:
5 DE MAIO DE 2018 39 A Sr.ª Emília Cerqueira (PSD): — É exatamente o contrário! Est
Pág.Página 39
Página 0040:
I SÉRIE — NÚMERO 81 40 A Sr.ª Paula Santos (PCP): — Vai dificu
Pág.Página 40
Página 0041:
5 DE MAIO DE 2018 41 Por isso, não estamos a falar de pressas, estamos a falar de u
Pág.Página 41