O texto apresentado é obtido de forma automática, não levando em conta elementos gráficos e podendo conter erros. Se encontrar algum erro, por favor informe os serviços através da página de contactos.
Não foi possivel carregar a página pretendida. Reportar Erro

18 DE MAIO DE 2018

25

insiste em reclamar, ou afirmar, orgulho por uma governação que, entre tantas outras consequências, também

trouxe o País para a bancarrota e o sistema financeiro para o colapso.

A Sr.ª Inês Domingos (PSD): — Bem lembrado!

Protestos da Deputada do PS Marisabel Moutela.

O Sr. António Leitão Amaro (PSD): — Sr. Deputado, é como o Estado social: não há Estado social se o

Estado social estiver falido e não há bancos se os bancos estiverem falidos. O que fizemos quando, em 2011,

chegámos ao governo foi resolver essa falência que os senhores criaram,…

Protestos de Deputados do PS.

… relativamente à qual o senhor tem vergonha de um dos seus responsáveis, mas cujas políticas apoia,

sendo um enfático e entusiasta companheiro da continuação dos principais responsáveis do núcleo político.

Vozes do PSD: — Bem lembrado!

Protestos da Deputada do PS Marisabel Moutela.

O Sr. António Leitão Amaro (PSD): — Achava, aliás, que o Sr. Deputado vinha pedir desculpa aos

portugueses que, há uns anos, faziam perguntas a responsáveis do Partido Socialista que tiveram

comportamentos como os que hoje vemos, entre outros, na Caixa, no Banco Espírito Santo, e serem pagos com

muito dinheiro.

O Sr. João Galamba (PS): — Ainda não respondeu a nada!

A Sr.ª Mariana Mortágua (BE): — E o Frasquilho?! Olhem para a vossa casa!

O Sr. António Leitão Amaro (PSD): — Sr. Deputado, relativamente às suas preocupações e objeções,

deixe-me dizer-lhe, muito claramente: o PSD afirmou, afirma, escreveu e procurou descrever exaustivamente,

até com referências de tempo para trás, para não haver dúvidas, ao contrário do que fazem os outros, ou alguns

dos outros, diplomas…

A Sr.ª Marisabel Moutela (PS): — Ah!…

O Sr. António Leitão Amaro (PSD): — O PS não tem nenhum! O PS continua a esconder-se, Sr.ª Deputada!

A Sr.ª Marisabel Moutela (PS): — Nem precisa!

O Sr. António Leitão Amaro (PSD): — Mas, Sr. Deputado João Galamba, para ter a certeza de que eram

abrangidos bancos públicos e privados cujo capital, de alguma forma, tivesse sido apoiado com esforço direto

ou indireto do Estado, direto ou através do Fundo de Resolução, o artigo 3.º, alínea b), da nossa proposta diz

que são «instituições de crédito relevantes», todas as instituições de crédito, «independentemente da natureza

da propriedade», que tenham beneficiado de apoio público. Que apoios públicos, para ver se excluímos alguma

coisa?

O Sr. Fernando Rocha Andrade (PS): — Leia a norma transitória!

O Sr. António Leitão Amaro (PSD): — «Aquisição (…) de capital» — aqui cabe o BPN, por exemplo;

«subscrição de capital social» — aqui cabem a CGD, o BANIF; «aquisição de ativos» — aqui cabem o BES —

o BES! — e o BANIF.

Páginas Relacionadas
Página 0017:
18 DE MAIO DE 2018 17 seja, efetivamente, daqueles incumprimentos que tenham sido m
Pág.Página 17
Página 0018:
I SÉRIE — NÚMERO 86 18 Aplausos do PSD Srs. Deput
Pág.Página 18
Página 0019:
18 DE MAIO DE 2018 19 A Sr.ª Mariana Mortágua (BE): — E o Ricardo Salgado? <
Pág.Página 19
Página 0020:
I SÉRIE — NÚMERO 86 20 O Sr. João Galamba (PS): — Não, isso não é ver
Pág.Página 20
Página 0021:
18 DE MAIO DE 2018 21 A Sr.ª Mariana Mortágua (BE): — Muito bem! O Sr
Pág.Página 21
Página 0022:
I SÉRIE — NÚMERO 86 22 A Sr.ª Inês Domingos (PSD): — É isso me
Pág.Página 22
Página 0024:
I SÉRIE — NÚMERO 86 24 O Sr. João Galamba (PS): — … porque é um banco
Pág.Página 24
Página 0026:
I SÉRIE — NÚMERO 86 26 O Sr. João Galamba (PS): — O BES não ca
Pág.Página 26
Página 0030:
I SÉRIE — NÚMERO 86 30 Aplausos do PS. O Sr. Presidente:
Pág.Página 30