O texto apresentado é obtido de forma automática, não levando em conta elementos gráficos e podendo conter erros. Se encontrar algum erro, por favor informe os serviços através da página de contactos.
Não foi possivel carregar a página pretendida. Reportar Erro

I SÉRIE — NÚMERO 53

12

A ação social tem sido completamente descurada por este Governo, campeão dos atrasos no pagamento

das bolsas de estudo. O que diz o PCP? Não quer saber, Sr.ª Deputada!

Foi pela mão do PSD que os apoios sociais foram alargados, foi pela mão do PSD que se impediu, nesta

Legislatura, o aumento dos preços das residências e das refeições nas cantinas.

A Sr.ª Margarida Balseiro Lopes (PSD): — É verdade!

O Sr. Álvaro Batista (PSD): — É pela mão da esquerda que crescem os atrasos, que os estudantes têm de

esperar pelo segundo semestre para saberem se têm ou não uma bolsa de estudo. E o que diz o PCP? Não

quer saber!

Nas bolsas ou no alojamento, esta Legislatura representa uma regressão de muitos anos na qualidade da

ação social no ensino superior.

A Sr.ª Nilza de Sena (PSD): — Muito bem!

O Sr. Álvaro Batista (PSD): — Com este Governo, a cobertura nacional do alojamento social para os

estudantes deslocados é de apenas 13%. O PCP sabe, continua a apoiar o Governo e, para sacudir as suas

responsabilidades, faz de conta que não é nada com ele. Quando é que o PCP vai assumir as suas

responsabilidades pelos falhanços deste Governo?!

Aplausos do PSD.

O Sr. Presidente: — Para responder, tem a palavra a Sr.ª Deputada Ana Mesquita.

Faça favor, Sr.ª Deputada.

A Sr.ª Ana Mesquita (PCP): — Sr. Presidente, Sr. Deputado Álvaro Batista, era caso para perguntar quando

é que o PSD vai assumir o falhanço pela política de propinas que implementou no Governo de Cavaco Silva! É

que aí é que foi! Foi aí que cortaram à facada o investimento…

O Sr. Álvaro Batista (PSD): — Cavaco Silva?!

A Sr.ª Ana Mesquita (PCP): — Quando cortaram à facada o investimento das instituições do ensino superior,

não quiseram saber!

Protestos do Deputado do PSD Duarte Marques.

Quando implementaram uma política de propinas, foi contra a vontade de toda a gente, mas não se lembram,

porque não ouviram! Não ouviram os estudantes, que foram contra; não ouviram as instituições, que foram

contra; não ouviram o CNE, que, na altura, foi altamente crítico em relação a isto. Não! Quem não quis, nunca,

saber foi o PSD! O PSD nunca quis saber que este é um direito constitucional!

O Sr. António Filipe (PCP): — Muito bem!

A Sr.ª Ana Mesquita (PCP): — Essa é a grande questão!

Aplausos do PCP.

Nós, aqui, estamos numa posição diferente, Sr. Deputado.

O Sr. Álvaro Batista (PSD): — Por que razão é que não mudaram o regime?!

Páginas Relacionadas
Página 0015:
16 DE FEVEREIRO DE 2019 15 Faça favor, Sr.ª Deputada. A Sr.ª Nilza de
Pág.Página 15
Página 0016:
I SÉRIE — NÚMERO 53 16 diariamente outros setores, como a saúde, a ed
Pág.Página 16
Página 0017:
16 DE FEVEREIRO DE 2019 17 Em Lisboa, 30% dos estudantes são deslocados e o número
Pág.Página 17
Página 0018:
I SÉRIE — NÚMERO 53 18 A Sr.ª Nilza de Sena (PSD): — … que não há ver
Pág.Página 18