O texto apresentado é obtido de forma automática, não levando em conta elementos gráficos e podendo conter erros. Se encontrar algum erro, por favor informe os serviços através da página de contactos.
Não foi possivel carregar a página pretendida. Reportar Erro

I SÉRIE — NÚMERO 53

36

Assim, a Assembleia da República, reunida em Plenário, decide apresentar às famílias das vítimas deste

incêndio e à população do Rio de Janeiro os seus mais sentidos votos de pesar e exprimir o desejo de rápida

recuperação para os feridos que ainda se encontram hospitalizados.»

O Sr. Presidente: — Sr.as Deputadas e Srs. Deputados, vamos votar este voto.

Submetido à votação, foi aprovado por unanimidade.

Passamos ao Voto n.º 739/XIII/4.ª (PCP) — De pesar pela morte do mineiro Joaquim Guerreiro, que vai ser

lido pela Sr.ª Secretária Sofia Araújo.

A Sr.ª Secretária (Sofia Araújo): — Sr. Presidente, Srs. Deputados, o voto é do seguinte teor: «No passado

dia 11 de fevereiro, faleceu o mineiro Joaquim Guerreiro, vítima de um trágico acidente quando a viatura em que

seguia, na mina de Feitais, em Aljustrel, caiu num fosso com cerca de 40 metros de profundidade.

Joaquim Guerreiro, trabalhador de uma empresa subempreiteira da Almina – Minas do Alentejo, tinha 46

anos, era natural de Alvalade Sado e deixa mulher e três filhos, um deles menor.

O trágico acidente ocorrido em Aljustrel lembra-nos que o aproveitamento dos recursos e potencialidades

existentes no Alentejo, e no País em geral, tem de ser acompanhado da melhoria das condições de trabalho,

incluindo a segurança, por forma a evitar acidentes como o que vitimou Joaquim Guerreiro e feriu outros

mineiros, um deles com gravidade.

A Assembleia da República, reunida em Plenário, manifesta o seu pesar pela morte do mineiro Joaquim

Guerreiro e expressa a sua solidariedade para com as demais vítimas e seus familiares, os trabalhadores da

mina de Aljustrel e toda a comunidade de mineiros.»

O Sr. Presidente: — Sr.as Deputadas e Srs. Deputados, vamos votar.

Submetido à votação, foi aprovado por unanimidade.

Queria apenas assinalar que se encontra presente na galeria a família de Pedro Pestana de Vasconcelos a

quem gostaria de apresentar os meus sentidos pêsames.

Srs. Deputados, na sequência dos votos de pesar que acabámos de aprovar, vamos guardar 1 minuto de

silêncio.

A Câmara guardou, de pé, 1 minuto de silêncio.

Segue-se o Voto n.º 736/XIII/4.ª (CDS-PP) — De louvor aos atletas medalhados no Campeonato Europeu de

Karaté, que vai ser lido pelo Sr. Secretário António Carlos Monteiro.

O Sr. Secretário (António Carlos Monteiro): — Sr. Presidente, Srs. Deputados, o voto é do seguinte teor:

«Ana Rita Oliveira sagrou-se Campeã da Europa de Sub21 +68kg no Campeonato Europeu de Karaté, realizado

em Aalborg, Dinamarca.

Na mesma prova, Natacha Fernandes (cadete), Martin Sousa (cadete) e Pedro Carvalho (júnior)

classificaram-se em 3.º lugar, todos em kata, conquistando a medalha de bronze.

Mais uma vez, os atletas portugueses demonstraram determinação e empenho, honrando Portugal e o

desporto nacional.

O 46.º Campeonato da Europa de Cadetes e Juniores e 11.º Campeonato da Europa de Sub21 de Karaté

juntou mais de 1000 atletas de 51 países.

Assim, a Assembleia da República, reunida em Plenário, saúda e felicita os karatecas medalhados,

enaltecendo os resultados alcançados, que a todos nós prestigiam, e saúda também a Federação Nacional de

Karaté, toda a equipa técnica e atletas portugueses que participaram na prova.»

O Sr. Presidente: — Sr.as Deputadas e Srs. Deputados, vamos votar o voto que acaba de ser lido.

Páginas Relacionadas
Página 0007:
16 DE FEVEREIRO DE 2019 7 A Sr.ª MargaridaBalseiroLopes (PSD): — Sr. Presidente, Sr
Pág.Página 7