O texto apresentado é obtido de forma automática, não levando em conta elementos gráficos e podendo conter erros. Se encontrar algum erro, por favor informe os serviços através da página de contactos.
Não foi possivel carregar a página pretendida. Reportar Erro

12 DE SETEMBRO DE 2019

17

A Assembleia da República, reunida em Comissão Permanente, lamenta a fatídica ocorrência e transmite as

suas mais sentidas condolências aos familiares, amigos e colegas da vítima, expressando o seu mais profundo

pesar pelo sucedido.»

O Sr. Presidente: — Vamos votar este voto.

Submetido à votação, foi aprovado por unanimidade, registando-se a ausência do PAN.

Temos ainda para votação o Voto n.º 882/XIII/4.ª (apresentado pelo PS e pelo PSD) — De pesar pelo

falecimento de Gustavo Manuel Soares Moura, que vai ser lido pela Sr.ª Secretária Sofia Araújo.

A Sr.ª Secretária (Sofia Araújo): — Sr. Presidente e Srs. Deputados, o voto é do seguinte teor:

«Faleceu, no passado dia 9 de setembro, Gustavo Manuel Soares Moura.

Defensor intransigente dos valores autonómicos, Gustavo Moura marcou de forma indelével o jornalismo

açoriano, pelo profissionalismo e pela dedicação que lhe consagrou ao longo dos mais de 50 anos de carreira.

Nascido a 16 de janeiro de 1934, na freguesia de São Pedro, ilha de S. Miguel, foi jornalista de profissão,

tendo iniciado a atividade em março de 1947. Foi, entre outras funções, diretor do diário Açores e do jornal

Açoriano Oriental, o mais antigo jornal português. Foi, também, correspondente de imprensa nacional e

estrangeira, como do Diário de Lisboa, do Mundo Desportivo, da BBC e da France Press, e representante da

Região Autónoma dos Açores no Conselho de Opinião da RTP.

Foi condecorado, em 1993, pelo Chefe do Estado-Maior da Armada, com a Medalha Naval de Vasco da

Gama. Em março de 2001, recebeu o diploma de Mérito Municipal pela Câmara Municipal de Ponta Delgada e,

em setembro de 2001, por ocasião do 25.º aniversário da instalação da Assembleia Legislativa da Região

Autónoma dos Açores, foi condecorado pelo Presidente da República com o grau de Grande Oficial da Ordem

de Mérito. Em 2010, foi agraciado com a Ordem Autonómica de Reconhecimento, atribuída pela Assembleia

Legislativa da Região Autónoma dos Açores.

Assim, reunida em Comissão Permanente, no dia 11 de setembro de 2019, a Assembleia da República

exprime o seu pesar pelo falecimento de Gustavo Moura e endereça aos seus familiares e amigos as suas

sentidas condolências.»

O Sr. Presidente: — Vamos votar este voto.

Submetido à votação, foi aprovado por unanimidade, registando-se a ausência do PAN.

Sr.as e Srs. Deputados, na sequência dos votos que acabámos de aprovar, vamos guardar 1 minuto de

silêncio.

A Câmara guardou, de pé, 1 minuto de silêncio.

Segue-se a votação do Voto n.º 873/XIII/4.ª (apresentado pelo CDS-PP) — De louvor ao judoca Jorge

Fonseca pelo título de campeão do mundo em -100 kg.

Submetido à votação, foi aprovado por unanimidade, registando-se a ausência do PAN.

Passamos à votação do Voto n.º 880/XIII/4.ª (apresentado pelo PS) — De louvor à campeã olímpica Rosa

Mota pela vitória nos Europeus Masters de Atletismo.

Submetido à votação, foi aprovado por unanimidade, registando-se a ausência do PAN.

Vamos votar o Voto n.º 881/XIII/4.ª (apresentado pelo PS) — De louvor aos atletas e seleções portugueses

medalhados nas diversas competições e modalidades.

Páginas Relacionadas