O texto apresentado é obtido de forma automática, não levando em conta elementos gráficos e podendo conter erros. Se encontrar algum erro, por favor informe os serviços através da página de contactos.
Não foi possivel carregar a página pretendida. Reportar Erro

29 DE FEVEREIRO DE 2020

43

O Sr. André Ventura (CH): — Sr. Presidente, Srs. Deputados: Vou começar por dizer que vou defender

algumas ideias do projeto em discussão e, Sr.ª Deputada, devo dizer que tenho muito amor para dar, não tenha

dúvidas disso.

Tenho muito amor para dar — aos mais pobres, aos mais ricos, aos trabalhadores, aos patrões, a todos. A

todos! Gosto de todos por igual e tenho um coração enorme para todos. Acho que o amor não tem aqui muito

que ver com isto.

Risos do PSD e do CDS-PP.

O amor não é de direita nem de esquerda, Sr.ª Deputada. O amor é de todos e a todos nos envolve na ação

política. Isso é um desafio e a Sr.ª Deputada também deveria saber. O Chega, pelo menos, tem amor para dar

a todos e de todos separará esse amor também.

Protesto do PS.

O Sr. Presidente: — Peço algum silêncio na Sala.

Faça favor de continuar, Sr. Deputado.

O Sr. André Ventura (CH): — Este projeto do CDS-PP toca num ponto fundamental: a formação em Portugal

não está, neste momento, adequada. Isso é reconhecido por todos: pelas associações do setor e pelo próprio

Estado, a par do que a Sr.ª Deputada do Partido Socialista aqui, hoje, não referiu.

Não percebo qual é o problema, para a esquerda, de ouvir a palavra «cheque-formação». Parece um papão

enorme! Qual é o problema do cheque-ensino, do cheque-formação?! Qual é o vosso problema com isso?!

O Sr. João Pinho de Almeida (CDS-PP): — É a liberdade! O problema é com a liberdade!

O Sr. André Ventura (CH): — Qual é o vosso drama com a liberdade de escolha?!

O Sr. Presidente: — Tem de concluir, Sr. Deputado.

O Sr. André Ventura (CH): — Qual é o vosso drama com o facto de as pessoas poderem escolher e não ser

o Estado sempre a escolher, sempre a ocupar as nossas vidas?!

Parece que os senhores só gostam de Estado, Estado, Estado…!

O Sr. Presidente: — Tem de concluir, Sr. Deputado.

O Sr. André Ventura (CH): — É por isso que se compreende que, sempre que podem, estão ao lado do

Partido Socialista a aumentar impostos, porque só querem mais, mais e mais Estado, menos, menos e menos

liberdade. É sempre isso que acontece.

Não é amor, é mais Estado!

O Sr. Presidente: — Para encerrar o debate tem a palavra o Sr. Deputado João Almeida, do Grupo

Parlamentar do CDS.

Pausa.

O Sr. João Cotrim de Figueiredo (IL): — Sr. Presidente, peço a palavra para fazer uma intervenção.

O Sr. Presidente: — Peço desculpa, mas o Sr. Deputado não estava inscrito. Em todo o caso, passa a estar.

Tem a palavra.

Páginas Relacionadas
Página 0048:
I SÉRIE — NÚMERO 35 48 O Sr. Presidente: — Informo que o Presi
Pág.Página 48