O texto apresentado é obtido de forma automática, não levando em conta elementos gráficos e podendo conter erros. Se encontrar algum erro, por favor informe os serviços através da página de contactos.
Não foi possivel carregar a página pretendida. Reportar Erro

I SÉRIE — NÚMERO 65

44

A acrescer à carreira militar, destaca-se ter sido membro da Comissão Estratégica dos Oceanos, do

European Security Research Advisory Board, Presidente do Conselho Supremo da Liga dos Combatentes,

Presidente da Academia de Marinha, membro da Academia das Ciências de Lisboa e da Academia Portuguesa

da História, membro do Conselho de Honra do ISCSP (Instituto Superior de Ciências Sociais e Políticas),

presidente do Conselho Supremo da Sociedade Histórica da Independência de Portugal e Vice-Presidente da

Sociedade de Geografia de Lisboa.

Foi agraciado com dezenas de condecorações nacionais e estrangeiras, destacando-se as Grã-Cruzes da

Ordem Militar de Cristo, da Ordem Militar de Avis, da Ordem do Infante D. Henrique de Portugal, da Ordem do

Mérito Naval de Espanha e da Ordem do Mérito Militar de Espanha, Grande-Oficial da Ordem do Mérito Naval

do Brasil e Comendador da Ordem da Legião do Mérito dos Estados Unidos e da Ordem Nacional da Legião de

Honra de França.

Pelo exposto, a Assembleia da República, reunida em sessão plenária, decide demonstrar o seu profundo

pesar e consternação pelo falecimento do Almirante Vieira Matias e apresentar à família as suas sentidas

condolências.»

O Sr. Presidente (António Filipe): — Srs. Deputados, vamos votar.

Submetido à votação, foi aprovado, com votos a favor do PS, do PSD, do PCP, do CDS-PP, do PAN, do

PEV, do CH e do IL e abstenções do BE e da Deputada não inscrita Joacine Katar Moreira.

Passamos agora ao Projeto de Voto n.º 260/XIV/1.ª (apresentado pelo PSD) — De pesar pelo falecimento

do Almirante Vieira Matias, que vai ser lido pela Sr.ª Deputada Olga Silvestre.

A Sr.ª Olga Silvestre (PSD): — Sr. Presidente e Srs. Deputados, é do seguinte teor:

«Faleceu no passado dia 13 de junho, com 80 anos, o Almirante Vieira Matias.

Nascido em Porto de Mós, a 9 de junho de 1939, e filho de João Matias, fundador do Jornal O Portomosense,

Nuno Gonçalo Vieira Matias licenciou-se em ciências militares navais na Escola Naval, em 1961, e frequentou,

em países NATO, uma dezena de cursos, entre os quais o de promoção a Almirante, no Naval War College, nos

Estados Unidos da América, no ano letivo de 1988/89.

Na sua carreira militar salienta-se ter servido em Angola, de 1961 a 1963, e na Guiné, como Comandante do

Destacamento de Fuzileiros Especiais, de 1968 a 1970; ter sido Comandante da Força Aérea de Fuzileiros,

Comandante dos portos de Portimão e de Lagos, Comandante do navio da República Portuguesa João Belo,

Chefe de Divisão do Estado-Maior da Armada e ainda professor do Instituto Superior Naval de Guerra.

Como Almirante, foi Subchefe do Estado-Maior da Armada, Superintendente dos Serviços do Material,

Comandante Naval em acumulação com Commander-in-Chief Iberian Atlantic Area da NATO, acabando por

terminar uma carreira de enorme prestígio no cargo de Chefe do Estado-Maior da Armada, de 1997 a 2002.

O Almirante Vieira Matias foi ainda membro da Comissão Estratégica dos Oceanos, do European Security

Research Advisory Board, Presidente do Conselho Supremo da Liga dos Combatentes, Presidente da Academia

de Marinha, membro da Academia das Ciências de Lisboa e da Academia Portuguesa da História, membro do

Conselho de Honra do ISCSP, presidente do Conselho Supremo da Sociedade Histórica da Independência de

Portugal e Vice-Presidente da Sociedade de Geografia de Lisboa.

Vieira Matias foi agraciado com dezenas de condecorações nacionais e estrangeiras, destacando-se as Grã-

Cruzes da Ordem Militar de Cristo, da Ordem Militar de Avis, da Ordem do Infante D. Henrique de Portugal, da

Ordem do Mérito Naval de Espanha e da Ordem do Mérito Militar de Espanha, Grande-Oficial da Ordem do

Mérito Naval do Brasil e Comendador da Ordem da Legião do Mérito dos Estados Unidos e da Ordem Nacional

da Legião de Honra de França.

Considerado pelos seus pares como ‘um dos mais notáveis líderes e militares contemporâneos com uma

carreira brilhante’, o Almirante Vieira Matias foi também um notável investigador e académico na área do estudo

do mar e das suas enormes potencialidades.

Pelo exposto, a Assembleia da República, reunida em sessão plenária, demonstra o seu mais profundo pesar

e consternação pelo falecimento do Almirante Vieira Matias e apresenta à sua família as suas sentidas

condolências.»

Páginas Relacionadas
Página 0048:
I SÉRIE — NÚMERO 65 48 descongelamento das carreiras e ao Projeto de
Pág.Página 48