O texto apresentado é obtido de forma automática, não levando em conta elementos gráficos e podendo conter erros. Se encontrar algum erro, por favor informe os serviços através da página de contactos.
Não foi possivel carregar a página pretendida. Reportar Erro

27 DE JUNHO DE 2020

55

Os episódios mais recentes não são mais edificantes. Que TAP é que o Governo deseja, quando o ministro

que diz que foi a Comissão Europeia que impôs a restruturação — com despedimentos, corte de frotas e de

rotas que vêm por aí — é o mesmo que andou a denegrir a empresa, dizendo que estava falida…

O Sr. José Cancela Moura (PSD): — Bem lembrado!

O Sr. Cristóvão Norte (PSD): — … e que a música iria ser outra, num deplorável conflito público, contribuindo

dessa forma inevitavelmente para que a decisão de Bruxelas fosse essa e não outra?

Protestos da Deputada do PS Joana Sá Pereira.

O que queria o Governo? Queria que Bruxelas decidisse de forma diferente com aquilo que o Governo dizia

que se passava aqui?

Protestos da Deputada do BE Isabel Pires.

É que, ainda ontem, o Sr. Ministro disse assim: «Olhe, é o que é!» «É o que é», disse o Sr. Ministro ontem!

E disse: «Nós até fomos defender a Bruxelas que entendíamos uma coisa diferente, que deveria ser através dos

apoios provisórios.» Quando lhe perguntam «mas esta foi a decisão de Bruxelas?» e ele responde «pois é, e

até concordo com ela!», o que ele está a dizer é que concorda com uma TAP mais pequena, que tenha

despedimentos, que não tenha qualquer vocação estratégica para servir o País.

O Sr. Afonso Oliveira (PSD): — Exatamente!

O Sr. Bruno Dias (PCP): — E o PSD defende o quê?

O Sr. Cristóvão Norte (PSD): — Este é o resultado trágico de uma encenação de quatro anos que agora

está posta a nu.

Aplausos do PSD.

Protestos do Deputado do PS Bruno Aragão.

O Sr. Presidente (António Filipe): — Queira concluir, Sr. Deputado.

O Sr. Cristóvão Norte (PSD): — Portanto, o Governo que assuma as suas responsabilidades e que explique

aos portugueses porque é que são 1200 milhões de euros, que explique se esse dinheiro vai ser devolvido ao

bolso dos portugueses e quais são os detalhes dessa operação. Nós temos direito a saber e os portugueses

exigem ter conhecimento do que é que o Governo vai fazer com o produto dos seus impostos.

Aplausos do PSD.

Protestos do Deputado do PS Bruno Aragão.

O Sr. Bruno Dias (PCP): — E o PSD defende o quê?

O Sr. Presidente (António Filipe): — Para uma intervenção, tem a palavra o Sr. Deputado João Gonçalves

Pereira.

O Sr. João Gonçalves Pereira (CDS-PP): — Sr. Presidente, Sr.as e Srs. Deputados: Ao longo dos últimos

75 anos da sua história, a TAP tem servido como uma alavanca da economia, das exportações e do próprio

turismo.

Páginas Relacionadas
Página 0056:
I SÉRIE — NÚMERO 68 56 Temos hoje em discussão vários projetos, algun
Pág.Página 56