O texto apresentado é obtido de forma automática, não levando em conta elementos gráficos e podendo conter erros. Se encontrar algum erro, por favor informe os serviços através da página de contactos.
Não foi possivel carregar a página pretendida. Reportar Erro

I SÉRIE — NÚMERO 26

14

O Sr. Luís Moreira Testa (PS): — Sr. Presidente, Sr.as e Srs. Deputados, Sr. Deputado Ricardo Baptista Leite, o novo Centro de Saúde do Crato, o novo Centro de Saúde de Nisa, o laboratório de biologia molecular

do Hospital de Portalegre, a Clínica de Alta Resolução do hospital de Elvas, a ressonância magnética nuclear,

já em concurso, para o hospital de Beja, o reforço da medicina intensiva no hospital de Portalegre, o serviço de

imunohemoterapia no hospital de Portalegre, cujas obras arrancam no dia 6 de dezembro, são exemplos

bastantes que contrastam com a «marquise» que VV. Ex.as construíram no hospital de Portalegre.

Aplausos do PS.

O Sr. Presidente: — Para formular um pedido de esclarecimento, tem a palavra o Sr. Deputado Tiago Barbosa Ribeiro, do Grupo Parlamentar do PS.

O Sr. Tiago Barbosa Ribeiro (PS): — Sr. Presidente, Sr. Deputado Ricardo Baptista Leite, estranhamos que não tenha perguntado novamente ao Governo, nesta sessão, se há ou não verbas no Orçamento para o novo

centro pediátrico do Hospital de São João. E sabe porque não perguntou? Porque o centro recebeu as primeiras

crianças nesta semana!

Aplausos do PS.

Depois de anos de impasse, recebeu as primeiras crianças nesta semana. E é um sonho tornado realidade,

depois de anos e anos de impasse, nomeadamente com o vosso governo, porque houve um governo do Partido

Socialista que aprovou a obra e inscreveu uma autorização extraordinária no Orçamento do Estado para 2019,

tendo a obra sido construída e cumprida nos prazos e nos orçamentos. E é nesse sentido, num momento

especialmente histórico para o Serviço Nacional de Saúde, para a minha cidade e para a minha região, que vale

a pena perguntar se foi por esquecimento que o Sr. Deputado não falou deste tema ou se está à espera da

campanha eleitoral para ir visitar ao terreno esta obra e ver com os seus olhos aquilo que aqui achava não ser

possível concretizar.

Aplausos do PS.

O Sr. Presidente: — Para formular um pedido de esclarecimento, tem a palavra a Sr. Deputada Mara Lagriminha Coelho, também do Grupo Parlamentar do PS.

Faça favor, Sr.ª Deputada.

A Sr.ª Mara Coelho (PS): — Sr. Presidente, Sr. Deputado, foram os senhores que deixaram o SNS doente. Nos últimos anos, o Governo investiu no distrito de Santarém mais de 10 milhões de euros em infraestruturas

e equipamentos na rede hospitalar: um novo bloco operatório, um novo bloco de partos e duas ressonâncias

magnéticas.

Esta é ou não uma resposta clara e robusta para o nosso distrito de Santarém, comparando com a herança

de abandono do SNS que os senhores deixaram?

Aplausos do PS.

O Sr. Presidente: — Tem a palavra, também para formular um pedido de esclarecimento, o Sr. Deputado Ivan Gonçalves, do PS.

O Sr. Ivan Gonçalves (PS): — Sr. Presidente, Sr. Deputado Baptista Leite, no distrito de Setúbal foi possível, ao longo dos últimos seis anos de governação do Partido Socialista, concluir a intervenção na unidade de saúde

familiar do Pinhal Novo, de Corroios, do Torrão, de Alvalade do Sado, de Sines. Foi possível e está agora em

obras a Unidade de Saúde Familiar da Baixa da Banheira e de Azeitão.

Páginas Relacionadas
Página 0057:
20 DE NOVEMBRO DE 2021 57 Submetido à votação, foi rejeitado, com votos contra do P
Pág.Página 57