O texto apresentado é obtido de forma automática, não levando em conta elementos gráficos e podendo conter erros. Se encontrar algum erro, por favor informe os serviços através da página de contactos.
Não foi possivel carregar a página pretendida. Reportar Erro

28 DE ABRIL DE 2022

35

e mantiveram, sem qualquer comunicação estratégica, os pipelines apenas até Aveiras, sem perceberem que,

neste momento, já poderíamos ir até Madrid e já poderíamos ter um mercado aberto a mais de 10 milhões de

pessoas.

O Sr. Pedro dos Santos Frazão (CH): — Muito bem!

O Sr. Bruno Nunes (CH): — Mas não, não perceberam!

Aplausos do CH.

Não perceberam que a ferrovia é uma das grandes necessidades de Sines, não perceberam que a ligação

da ferrovia até Beja é imperativa,…

O Sr. Pedro dos Santos Frazão (CH): — Claro!

O Sr. Bruno Nunes (CH): — … não perceberam, inclusive, que existem troços de autoestrada que VV.

Ex.as deixaram parados a meio, que já foram inaugurados, que abriram, que fecharam,…

O Sr. Pedro dos Santos Frazão (CH): — Três vezes, algumas!

O Sr. Bruno Nunes (CH): — … três vezes, e continua tudo parado.

Mas continuamos com os óculos de realidade virtual sem perceber o que estamos a fazer.

Sr. Deputado, continuamos sem ouvir na sua intervenção e sem ler no Programa do Governo…

Protestos do PS.

Não gostam de ouvir — é verdade —, mas vão ter de me ouvir!

Não gostam de ouvir que não percebem a estratégia de termos uma das maiores plataformas continentais

do mundo. Poderiam perceber, porque todos os estudos o indicam — mas nem toda a gente estuda —, que

estas plataformas são das mais ricas em metais raros, coisa que nos fazia tanta falta e que tanto poderia

alavancar a nossa economia.

O Sr. Pedro dos Santos Frazão (CH): — Muito bem!

O Sr. Bruno Nunes (CH): — Deixo-lhe aqui a primeira pergunta para tentar perceber, estrategicamente,

qual é a posição que tem em relação à exploração dos materiais raros.

O Sr. Presidente: — Tem de concluir, Sr. Deputado.

O Sr. Bruno Nunes (CH): — Finalmente, VV. Ex.as falam da questão dos data centers e basta fazer uma

simples pesquisa no Google, ou em qualquer outra plataforma, para perceber que eles foram pensados sem

qualquer estratégia de habitação, por parte do vosso presidente da câmara municipal, também do Partido

Socialista.

De facto, não há estratégia de habitação para todos aqueles que possam ir para lá trabalhar — a não ser

para os de sempre —, porque as rendas ascendem a mais de 1000 €.

Fica ainda a pergunta sobre aqueles que vocês deixaram despedir nas centrais termoelétricas, no ano

passado, relativamente aos quais nada fizeram e nada resolveram.

Aplausos do CH.

O Sr. Presidente: — Muito obrigado, Sr. Deputado Bruno Nunes, e corrijo o lapso de há pouco.

Para pedir esclarecimentos, tem a palavra o Sr. Deputado Jorge Mendes.

Páginas Relacionadas
Página 0048:
I SÉRIE — NÚMERO 11 48 Aplausos do BE. O Sr. Presidente:
Pág.Página 48
Página 0049:
28 DE ABRIL DE 2022 49 essas empresas são 6000 e temo, temo muito seriamente, pelo n
Pág.Página 49