O texto apresentado é obtido de forma automática, não levando em conta elementos gráficos e podendo conter erros. Se encontrar algum erro, por favor informe os serviços através da página de contactos.
Não foi possivel carregar a página pretendida. Reportar Erro

I SÉRIE — NÚMERO 52

44

O Sr. Presidente: — Para uma intervenção, em nome do Grupo Parlamentar do Chega, dou agora a

palavra à Sr.ª Deputada Rita Matias.

A Sr.ª Rita Matias (CH): — Sr. Presidente e Srs. Deputados: É sempre curioso ouvir o Partido Socialista

falar de jovens e vangloriar-se daquilo de que devia ter vergonha.

A Sr.ª Deputada Eunice Pratas vem aqui dizer que é um grande orgulho, porque atribuíram mais bolsas.

Mas sabe que mais? Sr.ª Deputada, o número de candidatos às bolsas de estudo bateu recordes. E sabe

porquê? É porque a única coisa que o Partido Socialista sabe fazer é multiplicar pobres.

O Sr. Pedro Pinto (CH): — Muito bem!

A Sr.ª Rita Matias (CH): — Portanto, as famílias necessitam de bolsas, porque não têm como ter os seus

filhos no ensino superior.

Aplausos do CH.

E sabe que mais? Para toda a lista de pequenas conquistas que apresentou, tenho aqui uma lista

proporcional com pequenos desastres que têm acontecido na vida dos estudantes.

Por exemplo, mais de 10% dos estudantes que entraram no ensino superior este ano não se matricularam,

porque não têm condições económicas.

Protestos do Deputado do PS Porfírio Silva.

Mas digo mais, a Sr.ª Deputada diz com um ar muito cândido: «Pronto, há limitações que precisam de ser

ultrapassadas», mas vá dizer isso aos jovens que não puderam entrar este ano no ensino superior.

O Sr. Pedro Pinto (CH): — Muito bem!

A Sr.ª Rita Matias (CH): — Vá dizer isso às famílias que têm de dizer aos seus filhos este ano: «Desculpa,

não podes ir estudar para o ensino superior, porque eu preciso que tu trabalhes comigo.», como é com 19%

dos jovens portugueses.

Para concluir, aos partidos que vêm aqui falar de partidos populistas — já cansa um bocadinho este

discurso — é preciso dizer que pelo menos o Chega vem com propostas concretas a debate.

O Sr. Pedro Pinto (CH): — Muito bem!

A Sr.ª Rita Matias (CH): — O Chega não vem com meras recomendações. Portanto, venham a jogo com

seriedade e depois venham criticar os outros.

Aplausos do CH.

O Sr. Presidente: — Para encerrar o debate, tem a palavra a Sr.ª Deputada Joana Mortágua, do BE.

A Sr.ª Joana Mortágua (BE): — Sr. Presidente e Srs. Deputados: Entrámos na segunda década do século

XXI…

O Sr. Pedro dos Santos Frazão (CH): — Tu não, tu estás no século XX ainda!

A Sr.ª Joana Mortágua (BE): — … com a ilusão de que as qualificações seriam um caminho imparável,

Portugal seria um país cada vez e sempre mais qualificado.

Páginas Relacionadas
Página 0048:
I SÉRIE — NÚMERO 52 48 O Sr. Bruno Dias (PCP): — Isso mesmo! <
Pág.Página 48
Página 0049:
21 DE OUTUBRO DE 2022 49 O Sr. João Dias (PCP): — A vossa era bem melhor!
Pág.Página 49