O texto apresentado é obtido de forma automática, não levando em conta elementos gráficos e podendo conter erros. Se encontrar algum erro, por favor informe os serviços através da página de contactos.
Não foi possivel carregar a página pretendida. Reportar Erro

21 DE JANEIRO DE 2023

7

O problema, Sr.ª Ministra, é que Portugal tem o 10.º salário mais baixo da Europa. Se, hoje, muitos não

conseguem pagar casa e se, agora, não conseguem pagar as prestações, não é com a fantasia da esquerda

de haver casas públicas — isso só há nos países mais pobres do mundo — que o vão conseguir.

O Sr. Pedro Pinto (CH): — Claro!

O Sr. André Ventura (CH): — É o contrário: se tivéssemos salários mais altos, os portugueses, em

particular os da classe média, teriam a capacidade de ter casas, de viver nos centros das cidades e de pagar o

seu crédito à habitação.

Vozes do CH: — Muito bem!

O Sr. André Ventura (CH): — Sr.ª Ministra, sabe quais são os países da União Europeia onde os preços

médios das casas não subiram? Foi em Espanha, em Itália e no Chipre. Que eu saiba, nenhum destes países

acabou com os vistos gold, nem acabou com os regimes fiscais, nem acabou com nada disso.

O Sr. Pedro Pinto (CH): — Muito bem!

O Sr. André Ventura (CH): — Sabe o que é que fizeram?! Aumentaram os salários e apoiaram no

pagamento do crédito à habitação.

Aplausos do CH.

Era isso que vocês deviam fazer! Era tão simples como isto! Era não terem esta política ostensiva de

ataque aos proprietários e o sistema fiscal mais complexo da União Europeia, no qual, para se ter uma casa

ou para se arrendar uma casa, é preciso pagar mil taxas, mil taxinhas, e fazer tudo e mais alguma coisa.

O Sr. Pedro Pinto (CH): — É verdade!

O Sr. André Ventura (CH): — Esta é a sua responsabilidade, Sr.ª Ministra.

Hoje temos um regime fiscal que penaliza os proprietários que queiram colocar as suas casas a arrendar.

Pergunto-lhe: porque não dar incentivos fiscais a quem coloca casa a arrendar abaixo da mediana do preço de

mercado? Aí está, por exemplo, uma medida em que o Governo podia pegar…

O Sr. Bruno Dias (PCP): — É como está aqui, na proposta!

O Sr. André Ventura (CH): — Não! Não é como está aqui! É fazer isso a sério! É definir qual é essa

mediana do preço de mercado e aplicar um benefício fiscal de 28 %! Não é com fantasias de benefícios

fiscais, porque isso, para os proprietários, vale zero. Ou temos uma política que diga aos proprietários que

verdadeiramente vale a pena pôr casas a arrendar, ou vamos destruir o nosso mercado de arrendamento.

Finalmente, em relação ao peso dos impostos nos rendimentos prediais, a Sr.ª Ministra não é Ministra das

Finanças nem Secretária de Estado dos Assuntos Fiscais, mas deve saber o que lhe vou dizer: Portugal é dos

países da União Europeia onde mais se sufocam os proprietários com impostos. Desde o absurdo que é o

nosso IMI (imposto municipal sobre imóveis) até aos impostos dos rendimentos prediais, temos o pior sistema

fiscal da União Europeia!

O PS está há sete anos a governar…

O Sr. Eurico Brilhante Dias (PS): — O País está melhor agora!

O Sr. André Ventura (CH): — … e o que é que fez pelos proprietários até agora?! O que é que fez pelo

arrendamento até agora?! Diz: «Vamos ter mais casas públicas.»

Páginas Relacionadas
Página 0003:
21 DE JANEIRO DE 2023 3 O Sr. Presidente: — Sr.as e Srs. Deputados, estamos em cond
Pág.Página 3
Página 0004:
I SÉRIE — NÚMERO 80 4 Depois de termos sido capazes de criar, com a L
Pág.Página 4
Página 0005:
21 DE JANEIRO DE 2023 5 problema e a necessidade da solução. São estas as caracterí
Pág.Página 5
Página 0006:
I SÉRIE — NÚMERO 80 6 É preciso reconhecer que o Governo não vai faze
Pág.Página 6
Página 0008:
I SÉRIE — NÚMERO 80 8 Sr.ª Ministra, é bom termos mais casas públicas
Pág.Página 8
Página 0009:
21 DE JANEIRO DE 2023 9 O seu rosto, Sr.ª Ministra, junta-se a outros, que são os r
Pág.Página 9
Página 0010:
I SÉRIE — NÚMERO 80 10 Há pouco, comparávamos o nosso País com
Pág.Página 10
Página 0011:
21 DE JANEIRO DE 2023 11 A Sr.ª Ministra da Habitação: — O que fazemos é pegar nos
Pág.Página 11
Página 0012:
I SÉRIE — NÚMERO 80 12 conjuntural, no mais imediato, soluções mais c
Pág.Página 12
Página 0013:
21 DE JANEIRO DE 2023 13 O Sr. Pedro dos Santos Frazão (CH): — Vergonha!
Pág.Página 13
Página 0014:
I SÉRIE — NÚMERO 80 14 O Sr. André Ventura (CH): — É uma anedota muit
Pág.Página 14
Página 0015:
21 DE JANEIRO DE 2023 15 Finalmente, vai hoje a votos também — não arrastado pela i
Pág.Página 15
Página 0016:
I SÉRIE — NÚMERO 80 16 No final, só assim, com proximidade, se cumpre
Pág.Página 16
Página 0017:
21 DE JANEIRO DE 2023 17 Se não resolvermos o nosso problema de falta de construção
Pág.Página 17
Página 0018:
I SÉRIE — NÚMERO 80 18 Protestos de Deputados do PS. Te
Pág.Página 18
Página 0019:
21 DE JANEIRO DE 2023 19 O Sr. Hugo Carvalho (PS): — … zero sobre as subidas de pre
Pág.Página 19
Página 0020:
I SÉRIE — NÚMERO 80 20 O Sr. Eurico Brilhante Dias (PS): — Che
Pág.Página 20
Página 0021:
21 DE JANEIRO DE 2023 21 desregulação, tudo isto são coisas do passado. Já vencemos
Pág.Página 21
Página 0022:
I SÉRIE — NÚMERO 80 22 O Sr. Jorge Salgueiro Mendes (PSD): — S
Pág.Página 22
Página 0023:
21 DE JANEIRO DE 2023 23 A resolução do problema da habitação — acabar com as carên
Pág.Página 23
Página 0024:
I SÉRIE — NÚMERO 80 24 Mas é caso para dizer que esta proposta do Gov
Pág.Página 24
Página 0025:
21 DE JANEIRO DE 2023 25 A Sr.ª Ministra da Habitação: — Sr. Presidente, Srs. Deput
Pág.Página 25