O texto apresentado é obtido de forma automática, não levando em conta elementos gráficos e podendo conter erros. Se encontrar algum erro, por favor informe os serviços através da página de contactos.
Não foi possivel carregar a página pretendida. Reportar Erro

I SÉRIE — NÚMERO 148

66

Protestos do CH.

O Sr. Pedro dos Santos Frazão (CH): — São amiguinhos! Sr. Ministro, tem de pagar um almoço à

Sr.ª Presidente!

A Sr.ª Presidente (Edite Estrela): — O Sr. Deputado Rodrigo Saraiva pediu a palavra para que efeito?

Protestos do CH e contraprotestos do PS.

Sr.as e Srs. Deputados, façam o favor de criar condições para que cada orador, usando dos seus direitos

regimentais, se possa exprimir.

Faça favor, Sr. Deputado.

O Sr. Rodrigo Saraiva (IL): — Sr.ª Presidente, é para defesa da honra da bancada.

Vozes do PS: — Ah!…

A Sr.ª Presidente (Edite Estrela): — Defesa da honra da bancada? Faça favor, Sr. Deputado.

O Sr. João Dias (PCP): — É só para não ser o Chega a falar por último!

O Sr. Rodrigo Saraiva (IL): — Sr.ª Presidente, depois de mais um momento um pouco cacofónico, em que

o Partido Socialista e o Chega se continuam a alimentar, vamos falar de assuntos sérios,…

O Sr. Pedro dos Santos Frazão (CH): — Ah! Ah! Ah!

Risos de Deputados do PS.

O Sr. Pedro dos Santos Frazão (CH): — Senhoras e senhores, a IL a falar de assuntos sérios! É o quê?

Cascais ou…

A Sr.ª Joana Mortágua (BE): — Mas é uma interpelação ou não?

O Sr. Rodrigo Saraiva (IL): — … e nem me vou referir à expressão bastante infeliz do Sr. Ministro, que

disse a outros Deputados desta Casa para ficarem «caladinhos».

A Sr.ª Rita Matias (CH): — Pois é, mas isso é habitual! É habitual naquele senhor!

O Sr. Rodrigo Saraiva (IL): — Vamos passar à frente. O que não lhe admito, Sr. Ministro, é que, referindo-

se a qualquer um dos Deputados que representam a Iniciativa Liberal nesta Casa e os portugueses que em

nós votaram, diga que somos coniventes com comportamentos repugnantes ou discriminatórios. Nós não

discriminamos ninguém pelas suas características e pelas suas opções pessoais.

Protestos do PS.

E há uma grande diferença entre nós, Sr. Ministro, que fica bem patente: é que nós não discriminamos nem

usamos as características individuais e as opções individuais das pessoas para arma de arremesso político,

perante outros partidos. Tenha vergonha!

Aplausos da IL.

Páginas Relacionadas
Página 0070:
I SÉRIE — NÚMERO 148 70 crianças mais velhas, 779/XV/1.ª (BE) — Recom
Pág.Página 70
Página 0071:
1 DE JULHO DE 2023 71 e 549/XV/1.ª (PAN) — Recomenda ao Governo a eliminação das ta
Pág.Página 71