O texto apresentado é obtido de forma automática, não levando em conta elementos gráficos e podendo conter erros. Se encontrar algum erro, por favor informe os serviços através da página de contactos.
Não foi possivel carregar a página pretendida. Reportar Erro

1579 | II Série A - Número 045 | 29 de Março de 2001

 

Eremita que desapareceu um dia, que não mais voltou a ser visto. Vistos por todos eram, porém, inúmeros sinais, como relâmpagos e estrelas que caíam na boca da mina, o que aguçou a curiosidade popular.
Que um dia se tirou de cuidados e ao seguirem tais sinais e após escavarem um pouco descobriram a imagem da Senhora - a Senhora Aparecida, pois claro e que deu nome a povoação.

III - Equipamentos colectivos, culturais e associações

Presentemente a população da povoação de Senhora Aparecida atinge os 7500 habitantes, com um número de fogos que atinge os 1500 e um número de cidadãos eleitores que perfaz os 3050.
No respeitante a infra-estruturas, a povoação de Senhora Aparecida está particularmente bem apetrechada, dispondo e ultrapassando os requisitos exigidos pelo artigo 12.º da Lei n.º 11/82, de 2 de Junho.
Hoje em dia os equipamentos existentes na povoação de Senhora Aparecida repartem-se do seguinte modo:
Ensino:
- Quatro escolas do ensino primário;
- Um externato com pré-escolar, 1.º ciclo e 2.º ciclo;
Saúde:
- Uma farmácia a funcionar desde 1888;
- Posto médico;
- Uma clínica dentária;
- Uma clínica médica e de enfermagem;
- Um médico de clínica geral e um médico cirurgião a desenvolverem a sua prática clínica na povoação;
Apoio social:
- Dois infantários a funcionarem em regime de IPSS;
Equipamentos:
- Agência bancária;
- Estação dos correios;
- Duas casas de espectáculos.
Cultura, recreio e desporto:
- Aparecida Futebol Clube, fundado em 1913;
- Grupo Folclórico da Associação Cultural e Recreativa da Senhora Aparecida;
- Grupo Desportivo de Vilar do Tomo e Alentém;
- Associação Desportiva e Recreativa de S. Mamede;
- Sociedade Columbófila Senhora Aparecida desde 1926;
- Associação de Ciclismo do Vale de Sousa;
- Associação de Desenvolvimento "Despertar Vilar do Tomo e Alentém";
- Grupo Desportivo do Poldras;
- Grupo Desportivo do Xisto.
Comércio, indústria e serviços:
- Três fábricas de calçado;
- Um armazém de calçado;
- Três fábricas de confecção;
- Cinco adegas regionais;
- Três lojas de bordados regionais;
- Três floristas;
- Duas casas de depilação;
- Um armazém de bordados, lençóis etc.;
- Um ervanário;
- Quatro casas de pronto-a-vestir;
- Três cabeleireiras;
- Um armazém de felpos;
- Quatro oficinas de carros;
- Uma oficina de ferreiro;
- Duas casas de fotos;
- Duas ourivesarias;
- Duas casas de ferragens;
- Dois stands de carros novos e usados;
- Duas fábricas de pulverizadores e máquinas agrícolas;
- Cinco casas de comércio não especificado;
- Três padarias;
- Cinco talhos;
- Sete doçarias de doces regionais;
- Quatro agências de contabilidade;
- Três sapatarias;
- Dois táxis;
- Duas bombas de combustíveis;
- Quatro empresas de máquinas de terraplanagens;
- Um estabelecimento de ferragens e materiais de construção;
- Cinco casas de vendas de móveis;
- Nove agências de seguros;
- Três armazéns de peças e reparações de motorizadas;
- Sete serralharias de ferro e alumínios;
- Sete mercearias;
- Cinco supermercados;
- Quatro casas de electrodomésticos;
- Uma residencial com 120 quartos;
- Sete restaurantes;
- Uma indústria de transformação de carnes tipo regional (a única existente no concelho de Lousada);
- Duas pichelarias;
- Duas vidraria;
- Três comerciantes de materiais de construção, tijolo, areias etc.;
- Quatro casas de produtores de vinho de marca;
- Duas indústrias de laticínios.

IV - Apreciação dos critérios legais e conclusões

Inicialmente regulado pelo disposto na Lei n.º 11/82, de 2 de Junho, o regime de criação de freguesias e de designação e determinação da categoria das povoações está hoje profundamente alterado.
Se é certo que o regime de criação de freguesias está regulado pela Lei n.º 8/93, de 5 de Março, com a redacção conferida pela Lei n.º 51-A/93, de 9 de Julho, permanecem no normativo de 1982 os requisitos para a designação e a determinação da categoria das povoações.
Pelo acima exposto verifica-se, facilmente, que a povoação da Senhora Aparecida reúne todos os requisitos legais, não sendo necessário o recurso a requisitos de natureza histórica, consagrados no artigo 14.º daquele diploma.
O corpo do artigo 12.º da Lei n.º 12/86, de 2 de Junho, exige um número superior a 3000 eleitores para que qual

Páginas Relacionadas
Página 1577:
1577 | II Série A - Número 045 | 29 de Março de 2001   A existência de um par
Pág.Página 1577
Página 1578:
1578 | II Série A - Número 045 | 29 de Março de 2001   de assegurar estabilid
Pág.Página 1578