O texto apresentado é obtido de forma automática, não levando em conta elementos gráficos e podendo conter erros. Se encontrar algum erro, por favor informe os serviços através da página de contactos.
Não foi possivel carregar a página pretendida. Reportar Erro

97 | II Série A - Número: 191 | 12 de Junho de 2012

7 - A participação em visitas de estudo previstas no plano de atividades da escola não é considerada falta relativamente às disciplinas ou áreas disciplinares envolvidas, considerando-se dadas as aulas das referidas disciplinas previstas para o dia em causa no horário da turma.

Artigo 15.º Dispensa da atividade física

1 - O aluno pode ser dispensado temporariamente das atividades de educação física ou desporto escolar por razões de saúde, devidamente comprovadas por atestado médico, que deve explicitar claramente as contraindicações da atividade física.
2 - Sem prejuízo do disposto no número anterior, o aluno deve estar sempre presente no espaço onde decorre a aula de educação física.
3 - Sempre que, por razões devidamente fundamentadas, o aluno se encontre impossibilitado de estar presente no espaço onde decorre a aula de educação física deve ser encaminhado para um espaço em que seja pedagogicamente acompanhado.

Artigo 16.º Justificação de faltas

1 - São consideradas justificadas as faltas dadas pelos seguintes motivos:

a) Doença do aluno, devendo esta ser informada por escrito pelo encarregado de educação ou pelo aluno quando maior de idade quando determinar um período inferior ou igual a três dias úteis, ou por médico se determinar impedimento superior a três dias úteis, podendo, quando se trate de doença de carácter crónico ou recorrente, uma única declaração ser aceite para a totalidade do ano letivo ou até ao termo da condição que a determinou; b) Isolamento profilático, determinado por doença infecto-contagiosa de pessoa que coabite com o aluno, comprovada através de declaração da autoridade sanitária competente; c) Falecimento de familiar, durante o período legal de justificação de faltas por falecimento de familiar previsto no regime do contrato de trabalho dos trabalhadores que exercem funções públicas; d) Nascimento de irmão, durante o dia do nascimento e o dia imediatamente posterior; e) Realização de tratamento ambulatório, em virtude de doença ou deficiência, que não possa efetuar-se fora do período das atividades letivas; f) Assistência na doença a membro do agregado familiar, nos casos em que, comprovadamente, tal assistência não possa ser prestada por qualquer outra pessoa; g) Comparência a consultas pré-natais, período de parto e amamentação, nos termos da legislação em vigor; h) Ato decorrente da religião professada pelo aluno, desde que o mesmo não possa efetuar-se fora do período das atividades letivas e corresponda a uma prática comummente reconhecida como própria dessa religião; i) Participação em atividades culturais e desportivas reconhecidas, nos termos da lei, como de interesse público ou consideradas relevantes pelas respetivas autoridades escolares; j) Preparação e participação em atividades desportivas de alta competição, nos termos legais aplicáveis; k) Cumprimento de obrigações legais que não possam efetuar-se fora do período das atividades letivas – l) Outro facto impeditivo da presença na escola ou em qualquer atividade escolar, desde que, comprovadamente, não seja imputável ao aluno e considerado atendível pelo diretor, pelo diretor de turma ou pelo professor titular; m) As decorrentes de suspensão preventiva aplicada no âmbito de procedimento disciplinar, no caso de ao aluno não vir a ser aplicada qualquer medida disciplinar sancionatória, lhe ser aplicada medida não suspensiva da escola, ou na parte em que ultrapassem a medida efetivamente aplicada; n) Participação em visitas de estudo previstas no plano de atividades da escola, relativamente às disciplinas ou áreas disciplinares não envolvidas na referida visita;

Páginas Relacionadas
Página 0088:
88 | II Série A - Número: 191 | 12 de Junho de 2012 V. Consultas e contributos  Cons
Pág.Página 88
Página 0089:
89 | II Série A - Número: 191 | 12 de Junho de 2012 social, podendo, sempre que a gravidade
Pág.Página 89
Página 0090:
90 | II Série A - Número: 191 | 12 de Junho de 2012 de exclusão por excesso de faltas ou po
Pág.Página 90
Página 0091:
91 | II Série A - Número: 191 | 12 de Junho de 2012 escola, a sua formação cívica, o cumpri
Pág.Página 91
Página 0092:
92 | II Série A - Número: 191 | 12 de Junho de 2012 cultura de cidadania capaz de fomentar
Pág.Página 92
Página 0093:
93 | II Série A - Número: 191 | 12 de Junho de 2012 p) Organizar e participar em iniciativa
Pág.Página 93
Página 0094:
94 | II Série A - Número: 191 | 12 de Junho de 2012 desde que, comprovadamente, auxiliem a
Pág.Página 94
Página 0095:
95 | II Série A - Número: 191 | 12 de Junho de 2012 s) Não captar sons ou imagens, designad
Pág.Página 95
Página 0096:
96 | II Série A - Número: 191 | 12 de Junho de 2012 elementos relevantes para a comunicação
Pág.Página 96
Página 0098:
98 | II Série A - Número: 191 | 12 de Junho de 2012 o) Outros factos previstos no regulamen
Pág.Página 98
Página 0099:
99 | II Série A - Número: 191 | 12 de Junho de 2012 3 - Quando for atingido metade dos limi
Pág.Página 99
Página 0100:
100 | II Série A - Número: 191 | 12 de Junho de 2012 5 - As atividades de recuperação de at
Pág.Página 100
Página 0101:
101 | II Série A - Número: 191 | 12 de Junho de 2012 até perfazerem os 18 anos de idade, ou
Pág.Página 101
Página 0102:
102 | II Série A - Número: 191 | 12 de Junho de 2012 Secção II Medidas disciplinares
Pág.Página 102
Página 0103:
103 | II Série A - Número: 191 | 12 de Junho de 2012 c) A realização de tarefas e atividade
Pág.Página 103
Página 0104:
104 | II Série A - Número: 191 | 12 de Junho de 2012 Subsecção III Medidas disciplinares sa
Pág.Página 104
Página 0105:
105 | II Série A - Número: 191 | 12 de Junho de 2012 imediatamente seguintes. 11 - A med
Pág.Página 105
Página 0106:
106 | II Série A - Número: 191 | 12 de Junho de 2012 d) A proposta de medida disciplinar sa
Pág.Página 106
Página 0107:
107 | II Série A - Número: 191 | 12 de Junho de 2012 fundamentadas, poder ser prorrogada at
Pág.Página 107
Página 0108:
108 | II Série A - Número: 191 | 12 de Junho de 2012 Secção III Execução das medidas discip
Pág.Página 108
Página 0109:
109 | II Série A - Número: 191 | 12 de Junho de 2012 f) Estabelecer ligação com as comissõe
Pág.Página 109
Página 0110:
110 | II Série A - Número: 191 | 12 de Junho de 2012 Secção V Responsabilidade civil e crim
Pág.Página 110
Página 0111:
111 | II Série A - Número: 191 | 12 de Junho de 2012 regulamento interno da escola, pelo pa
Pág.Página 111
Página 0112:
112 | II Série A - Número: 191 | 12 de Junho de 2012 g) Contribuir para o correto apurament
Pág.Página 112
Página 0113:
113 | II Série A - Número: 191 | 12 de Junho de 2012 comissão de proteção de crianças e jov
Pág.Página 113
Página 0114:
114 | II Série A - Número: 191 | 12 de Junho de 2012 10 - Sem prejuízo do estabelecido na a
Pág.Página 114
Página 0115:
115 | II Série A - Número: 191 | 12 de Junho de 2012 a) O desenvolvimento do disposto na pr
Pág.Página 115
Página 0116:
116 | II Série A - Número: 191 | 12 de Junho de 2012 Artigo 54.º Sucessão de regimes
Pág.Página 116