O texto apresentado é obtido de forma automática, não levando em conta elementos gráficos e podendo conter erros. Se encontrar algum erro, por favor informe os serviços através da página de contactos.
Não foi possivel carregar a página pretendida. Reportar Erro

II SÉRIE-A — NÚMERO 123

60

percentagem deste, mas a um montante pecuniário fixo, são deduzidos pela totalidade ao valor do subsídio de

Natal, líquido da contribuição extraordinária de solidariedade e das retenções na fonte a título de IRS e

sobretaxa, das quantias em dívida à CGA, IP, e das quotizações para a ADSE.

6 - O regime fixado no presente artigo não é aplicável às pensões automaticamente atualizadas por

indexação à remuneração de trabalhadores no ativo, que ficam sujeitas às medidas previstas no artigo anterior

para estes trabalhadores.

7 - No ano civil da cessação do exercício de funções para efeitos de aposentação não há lugar ao

pagamento de qualquer importância a título de 14.º mês ou prestações equivalentes ao subsídio de férias.

Artigo 4.º

Subsídio de férias dos pensionistas do sistema de segurança social

1 - No ano de 2013, o pagamento do montante adicional das pensões de invalidez, velhice e sobrevivência

atribuídas pelo sistema de segurança social, referente ao mês de julho é pago mensalmente em duodécimos.

2 - Para as pensões iniciadas durante o ano, o primeiro pagamento inclui obrigatoriamente o montante

referente aos duodécimos do montante adicional que já se tenham vencido.

3 - Nas situações de cessação da pensão, os montantes pagos a título de montantes adicionais de pensão

consideram-se devidos e como tal não são objeto de restituição.

Artigo 5.º

Subsídio de Natal dos trabalhadores do setor público

No ano de 2013, o subsídio de Natal ou quaisquer prestações correspondentes ao 13.º mês a que as

pessoas a que se refere o n.º 9 do artigo 27.º da Lei n.º 66-B/2012, de 31 de dezembro, tenham direito, nos

termos legais, é pago no mês de novembro, com base na remuneração relevante para o efeito auferida neste

mês, sem prejuízo do disposto nos artigos seguintes.

Artigo 6.º

Subsídio de Natal dos trabalhadores, aposentados e pensionistas com remuneração ou pensão de

valor inferior a 600,00 EUR

1 - Os trabalhadores a que se refere o artigo anterior cuja remuneração base mensal seja inferior a 600,00

EUR auferem a totalidade do subsídio de Natal no mês de junho, com base na remuneração relevante para o

efeito auferida neste mês.

2 - Os aposentados, reformados e demais pensionistas da CGA, IP, bem como o pessoal na reserva ou em

situação análoga e o desligado do serviço a aguardar aposentação ou reforma cuja pensão ou remuneração

mensal seja inferior a 600,00 EUR recebem, a título de subsídio de Natal, no mês de julho, o montante

correspondente à pensão que lhes couber neste mês.

3 - Os pensionistas do sistema de segurança social cuja pensão mensal seja inferior a 600,00 EUR

recebem a totalidade do montante adicional de pensão devido a título de subsídio de Natal no mês de julho.

Artigo 7.º

Subsídio de Natal dos trabalhadores, aposentados e pensionistas com remuneração ou pensão de

valor entre 600,00 e 1100,00 EUR

1 - Os trabalhadores a que se refere o artigo 5.º, cuja remuneração base mensal seja igual ou superior a

600,00 EUR e não exceda 1100,00 EUR, auferem, no mês de junho, o montante correspondente ao subsídio

de Natal, calculado com base na fórmula subsídio/prestações=1320-1,2 x remuneração base mensal e tendo

por referência a remuneração base relevante para o efeito auferida naquele mês, sendo o remanescente, para

a totalidade do subsídio, pago no mês de novembro.

2 - Os aposentados, reformados e demais pensionistas da CGA, IP, bem como o pessoal na reserva ou em

Páginas Relacionadas
Página 0058:
II SÉRIE-A — NÚMERO 123 58 Artigo 77.º Entrada em vigor
Pág.Página 58
Página 0059:
24 DE ABRIL DE 2013 59 Foram promovidos os procedimentos decorrentes da Lei n.º 23/
Pág.Página 59
Página 0061:
24 DE ABRIL DE 2013 61 situação análoga e o desligado do serviço a aguardar aposent
Pág.Página 61
Página 0062:
II SÉRIE-A — NÚMERO 123 62 Artigo 11.º Retenção na fonte em se
Pág.Página 62
Página 0063:
24 DE ABRIL DE 2013 63 Anexo (a que se refere o artigo 11.º) TABELA
Pág.Página 63
Página 0064:
II SÉRIE-A — NÚMERO 123 64 TABELA DE RETENÇÃO NA FONTE PARA O
Pág.Página 64
Página 0065:
24 DE ABRIL DE 2013 65 TABELA DE RETENÇÃO NA FONTE PARA O CONTINENTE – 2013
Pág.Página 65