O texto apresentado é obtido de forma automática, não levando em conta elementos gráficos e podendo conter erros. Se encontrar algum erro, por favor informe os serviços através da página de contactos.
Não foi possivel carregar a página pretendida. Reportar Erro

5 DE JULHO DE 2013

27

RESOLUÇÃO

RECOMENDA AO GOVERNO QUE HONRE OS COMPROMISSOS DE NATUREZA FINANCEIRA ASSUMIDOS COM A PORTO VIVO, SRU – SOCIEDADE DE REABILITAÇÃO URBANA DA BAIXA PORTUENSE, SA, MANTENDO O APOIO AO PROJETO DE REABILITAÇÃO URBANA DO PORTO

A Assembleia da República resolve, nos termos do disposto do n.º 5 do artigo 166.º da Constituição, recomendar ao Governo que:

1. Através do IHRU-Instituto da Habitação e da Reabilitação Urbana (IHRU), mantenha e reforce a aposta

e o apoio à reabilitação urbana da baixa do Porto e do seu centro histórico, incorporando uma linha específica para apoiar a permanência dos atuais moradores nos espaços reabilitados.

2. O IHRU honre os compromissos de natureza financeira assumidos com a Porto Vivo, SRU - Sociedade de Reabilitação Urbana da Baixa Portuense SA, relativos aos anos de 2010 e 2011, pagando o valor que tem em dívida.

3. O IHRU contribua ativamente para o preenchimento e estabilização dos corpos sociais da Porto Vivo. Aprovada em 14 de junho de 2013.

A Presidente da Assembleia da República, Maria da Assunção A. Esteves.

———

RESOLUÇÃO RECOMENDA AO GOVERNO QUE O IHRU – INSTITUTO DA HABITAÇÃO E DA REABILITAÇÃO

URBANA ASSUMA OS SEUS COMPROMISSOS COMO ENTIDADE PARTICIPANTE NA PORTO VIVO, SRU – SOCIEDADE DE REABILITAÇÃO URBANA DA BAIXA PORTUENSE, SA

A Assembleia da República resolve, nos termos do disposto do n.º 5 do artigo 166.º da Constituição, recomendar ao Governo que:

1. O IHRU – Instituto da Habitação e da Reabilitação Urbana (IHRU) seja dotado dos meios de

financiamento necessários ao cumprimento das obrigações que decorrem da sua participação no capital social da Porto Vivo, SRU – Sociedade de Reabilitação Urbana da Baixa Portuense, SA.

2. O IHRU assuma os seus compromissos como entidade participante na Porto Vivo, repondo o capital social referente aos anos de 2010 e 2011, no montante global de 2,57 milhões de euros.

Aprovada em 14 de junho de 2013.

A Presidente da Assembleia da República, Maria da Assunção A. Esteves.

———

Páginas Relacionadas
Página 0002:
II SÉRIE-A — NÚMERO 163 2 DECRETO N.º 156/XII PRIMEIRA ALTERAÇÃO À LE
Pág.Página 2
Página 0003:
5 DE JULHO DE 2013 3 Custas Processuais, aprovado pelo Decreto-Lei n.º 34/2008, de
Pág.Página 3
Página 0004:
II SÉRIE-A — NÚMERO 163 4 Artigo 24.º […] 1- O recrutamento e a sele
Pág.Página 4
Página 0005:
5 DE JULHO DE 2013 5 Artigo 29.º […] É aplicável subsidiariamente aos juíze
Pág.Página 5
Página 0006:
II SÉRIE-A — NÚMERO 163 6 a exercer as funções de mediador nesse julgado de
Pág.Página 6
Página 0007:
5 DE JULHO DE 2013 7 Artigo 40.º […] O regime jurídico do apoio judiciário
Pág.Página 7
Página 0008:
II SÉRIE-A — NÚMERO 163 8 Artigo 57.º […] 1 - (Anterior corpo do art
Pág.Página 8
Página 0009:
5 DE JULHO DE 2013 9 normas respeitantes ao compromisso arbitral, bem como à reconv
Pág.Página 9
Página 0010:
II SÉRIE-A — NÚMERO 163 10 Artigo 3.º Aditamento à Lei n.º 78/2001, de 13 de
Pág.Página 10
Página 0011:
5 DE JULHO DE 2013 11 Artigo 8.º Entrada em vigor 1 - Sem prejuízo do dispo
Pág.Página 11
Página 0012:
II SÉRIE-A — NÚMERO 163 12 2 - Os julgados de paz têm sede no concelho para
Pág.Página 12
Página 0013:
5 DE JULHO DE 2013 13 Artigo 9.º Em razão da matéria 1 - Os julgados de paz
Pág.Página 13
Página 0014:
II SÉRIE-A — NÚMERO 163 14 mais de uma circunscrição territorial, pode ser p
Pág.Página 14
Página 0015:
5 DE JULHO DE 2013 15 Artigo 17.º Atendimento e apoio administrativo 1 - Cad
Pág.Página 15
Página 0016:
II SÉRIE-A — NÚMERO 163 16 SECÇÃO II Juízes de paz Artigo 23.º Requi
Pág.Página 16
Página 0017:
5 DE JULHO DE 2013 17 Artigo 26.º Funções 1 - Compete ao juiz de paz proferi
Pág.Página 17
Página 0018:
II SÉRIE-A — NÚMERO 163 18 b) Estar no pleno gozo dos seus direitos civis e
Pág.Página 18
Página 0019:
5 DE JULHO DE 2013 19 Artigo 35.º Da mediação e funções do mediador (Revoga
Pág.Página 19
Página 0020:
II SÉRIE-A — NÚMERO 163 20 CAPÍTULO VI Do processo SECÇÃO I D
Pág.Página 20
Página 0021:
5 DE JULHO DE 2013 21 Artigo 45.º Citação do demandado 1 - Caso o demandado
Pág.Página 21
Página 0022:
II SÉRIE-A — NÚMERO 163 22 Artigo 50.º Objetivos da pré-mediação 1 -
Pág.Página 22
Página 0023:
5 DE JULHO DE 2013 23 2 - Sendo a desistência anterior à mediação, é esta comunicad
Pág.Página 23
Página 0024:
II SÉRIE-A — NÚMERO 163 24 Artigo 60.º Sentença 1 - A sentença é prof
Pág.Página 24
Página 0025:
5 DE JULHO DE 2013 25 a) Lisboa; b) Oliveira do Bairro; c) Seixal; d) Vila Nova de
Pág.Página 25
Página 0026:
II SÉRIE-A — NÚMERO 163 26 Artigo 66.º Desenvolvimento do projeto (Re
Pág.Página 26