O texto apresentado é obtido de forma automática, não levando em conta elementos gráficos e podendo conter erros. Se encontrar algum erro, por favor informe os serviços através da página de contactos.
Não foi possivel carregar a página pretendida. Reportar Erro

34 | II Série A - Número: 037 | 19 de Dezembro de 2013

Resumo: Neste comentário aos artigos 197º a 236º do Código do Trabalho, o autor optou por incluir referências sobre a disciplina do tempo de trabalho que complementa a regulamentação contida naqueles preceitos. Desta forma, para além dos contratos especiais de trabalho, faz-se alusão às normas do Código relativas à parentalidade e aos menores, bem como ao regime da retribuição previsto para as diferentes modalidades de organização do tempo de trabalho.

OECD - Average annual working time : hours per worker. Employment and labour markets [Em linha] : key tables from OECD. [Paris] : OECD, 2012. [Consult. 18 Jun. 2012]. Disponível em: WWW:
Resumo: Quadro estatístico retirado da base de dados da OCDE «Estatísticas do emprego e mercado de trabalho», que apresenta os dados da média anual de tempo de trabalho – número de horas por trabalhador, nos países da OCDE. ORGANIZAÇÃO INTERNACIONAL DO TRABALHO - El tiempo de trabajo en el siglo XXI [Em linha].
Ginebra : Oficina Internacional del Trabajo, 2011. [Consult. 22 Fev. 2012].Disponível em: WWW:

Resumo: Este relatório analisa a evolução recente da duração do trabalho e da organização do tempo de trabalho, com base em estudos e dados estatísticos recentes oriundos de diversas fontes.
A segunda parte é consagrada à duração do trabalho, fornecendo um panorama geral das disposições essenciais das normas da OIT que regem o tempo de trabalho. Examina os dados mais recentes sobre os efeitos da duração do trabalho na saúde e bem-estar dos trabalhadores, segurança no local de trabalho, equilíbrio trabalho-vida, produtividade da empresa, satisfação e desempenho dos trabalhadores, absentismo e contratação de pessoal.

A terceira parte centra-se na organização do tempo de trabalho (horários de trabalho). Fornece um panorama geral da situação atual nesta matéria, incluindo os motivos que levam a utilizar diferentes tipos de horários e a forma de os estabelecer. Aborda os diferentes tipos de flexibilidade de tempo de trabalho, por exemplo: horas extraordinárias, turnos, trabalho a tempo parcial e sistema de banco de horas. Analisa, ainda, as possíveis vantagens e inconvenientes da flexibilidade do tempo de trabalho para trabalhadores e empregadores. Na quarta parte, a atenção centra-se na recente crise económica e laboral mundial e na criação e aplicação de medidas de política sobre o tempo de trabalho para responder à crise. Analisam-se os ajustes realizados em diversos países para fazer face à crise, especialmente nas políticas, programas e convenções coletivas sobre partilha do trabalho.

Na parte V identificam-se e apresentam-se para discussão as principais questões de política sobre o tempo de trabalho, suscitadas no século XXI. PIMENTEL, Francisco - Consequências da reforma da Administração Pública sobre o regime jurídico das férias, faltas e licenças dos trabalhadores da Administração Pública. Coimbra : Almedina, 2009. 606 p. ISBN 978-972-40-3930-5. Cota: 04.36 - 647/2009

Resumo: “Na sequência da publicação da Lei nº 12-A/2008, de 27 de Fevereiro sobre vínculos, carreiras e remunerações e, mais tarde, da Lei nº 59/2008, de 11 de Setembro, sobre o Regime de Contrato em Funções Públicas, passou-se a distinguir no seio da nossa Administração Pública, com base no tipo de vínculo constitutivo da respetiva relação jurídica de emprego público, entre trabalhadores que exercem funções públicas nomeados e contratados. Ora, na medida em que esta distinção se traduziu na existência de dois regimes jurídicos de férias, faltas e licenças, bem como de organização do horário e duração de trabalho, distintos para cada um dos referidos grupos de trabalhadores, nomeados e contratados, com esta obra procurou-se essencialmente explicitar cada um daqueles regimes e facultar informação clara e acessível a todos os trabalhadores que

Páginas Relacionadas
Página 0026:
26 | II Série A - Número: 037 | 19 de Dezembro de 2013 O artigo 33.º da Lei n.º 97/2013, de
Pág.Página 26
Página 0027:
27 | II Série A - Número: 037 | 19 de Dezembro de 2013 (ESTABELECE A DURAÇÃO DO PERÍODO NOR
Pág.Página 27
Página 0028:
28 | II Série A - Número: 037 | 19 de Dezembro de 2013 A presente proposta lei pretende fix
Pág.Página 28
Página 0029:
29 | II Série A - Número: 037 | 19 de Dezembro de 2013 Nota Técnica Indice I. A
Pág.Página 29
Página 0030:
30 | II Série A - Número: 037 | 19 de Dezembro de 2013 II. Apreciação da conformidade dos r
Pág.Página 30
Página 0031:
31 | II Série A - Número: 037 | 19 de Dezembro de 2013 Verificação do cumprimento da lei form
Pág.Página 31
Página 0032:
32 | II Série A - Número: 037 | 19 de Dezembro de 2013 O RCTFP, no desenvolvimento da Lei n
Pág.Página 32
Página 0033:
33 | II Série A - Número: 037 | 19 de Dezembro de 2013 Enquadramento doutrinário/bibliográfic
Pág.Página 33
Página 0035:
35 | II Série A - Número: 037 | 19 de Dezembro de 2013 exercem funções públicas, sobre quai
Pág.Página 35
Página 0036:
36 | II Série A - Número: 037 | 19 de Dezembro de 2013 semanais; direito a férias anuais, d
Pág.Página 36
Página 0037:
37 | II Série A - Número: 037 | 19 de Dezembro de 2013 e uma duração máxima de trabalho seman
Pág.Página 37
Página 0038:
38 | II Série A - Número: 037 | 19 de Dezembro de 2013 Quanto ao setor público, a média sem
Pág.Página 38
Página 0039:
39 | II Série A - Número: 037 | 19 de Dezembro de 2013 Considera-se como tempo de trabalho
Pág.Página 39
Página 0040:
40 | II Série A - Número: 037 | 19 de Dezembro de 2013 Já no setor privado, a duração máxim
Pág.Página 40
Página 0041:
41 | II Série A - Número: 037 | 19 de Dezembro de 2013 Tempo de trabalho – tempo durante o qu
Pág.Página 41
Página 0042:
42 | II Série A - Número: 037 | 19 de Dezembro de 2013 REINO UNIDO19 De acordo com o ponto
Pág.Página 42
Página 0043:
43 | II Série A - Número: 037 | 19 de Dezembro de 2013 V. Consultas e contributos Consu
Pág.Página 43