O texto apresentado é obtido de forma automática, não levando em conta elementos gráficos e podendo conter erros. Se encontrar algum erro, por favor informe os serviços através da página de contactos.
Não foi possivel carregar a página pretendida. Reportar Erro

3 | II Série A - Número: 079 | 18 de Fevereiro de 2015

PROJETO DE LEI N.º 453/XII (3.ª) (TRIGÉSIMA PRIMEIRA ALTERAÇÃO AO CÓDIGO PENAL, SEXTA ALTERAÇÃO À LEI N.º 34/87, DE 16 DE JULHO, PRIMEIRA ALTERAÇÃO À LEI N.º 20/2008, DE 21 DE ABRIL, PRIMEIRA ALTERAÇÃO À LEI N.º 50/2007, DE 31 DE AGOSTO, E PRIMEIRA ALTERAÇÃO À LEI N.º 19/2008, DE 21 DE ABRIL, NO SENTIDO DE DAR CUMPRIMENTO ÀS RECOMENDAÇÕES DIRIGIDAS A PORTUGAL EM MATÉRIA DE CORRUPÇÃO PELO GRECO, NAÇÕES UNIDAS E OCDE NO CONTEXTO DE PROCESSOS DE AVALIAÇÕES MÚTUAS)

PROJETO DE LEI N.º 601/XII (3.ª) (DÁ PLENO CUMPRIMENTO ÀS RECOMENDAÇÕES DIRIGIDAS A PORTUGAL EM MATÉRIA DE COMBATE À CORRUPÇÃO PELO GRUPO DE ESTADOS DO CONSELHO DA EUROPA CONTRA A CORRUPÇÃO, PELAS NAÇÕES UNIDAS E PELA OCDE)

Relatório da discussão e votação na especialidade e texto final da Comissão de Assuntos Constitucionais, Direitos, Liberdades e Garantias, bem como propostas de alteração apresentadas, em conjunto, pelo PSD, PS, CDS-PP, PCP, BE e Os Verdes

Relatório da discussão e votação na especialidade

1. O projeto de Lei n.o 453/XII (3.ª), da iniciativa do Grupo Parlamentar do PSD, e o projeto de Lei n.º 601/XII (3.ª), da iniciativa do Grupo Parlamentar do PS, baixaram à Comissão de Assuntos Constitucionais, Direitos, Liberdades e Garantias, respetivamente, em 6 de fevereiro e em 6 de junho de 2014, após aprovação na generalidade.
2. Sobre o projeto de lei n.º 453/XII (3.ª), foram solicitados pareceres ao Conselho Superior da Magistratura, ao Conselho Superior do Ministério Público e à Ordem dos Advogados, em 10 de outubro de 2013, bem como ao Conselho de Prevenção da Corrupção, em 23 de janeiro de 2014. Foi, ainda, recebido contributo escrito do Departamento Central de Investigação e Ação Penal (DCIAP), em 28 de julho de 2014.
3 Sobre o projeto de lei n.º 601/XII (3.ª), foram solicitados pareceres ao Conselho Superior da Magistratura, ao Conselho Superior do Ministério Público, ao Conselho Superior do Ministério Público (Procuradoria-Geral Distrital do Porto) em complemento ao anterior e à Ordem dos Advogados, em 16, 17 e 24 de junho de 2014.
Foi também recebido contributo escrito do Departamento Central de Investigação e Ação Penal (DCIAP), em 28 de julho de 2014 4. No âmbito do Grupo de Trabalho – Acompanhamento da Aplicação das Medidas Políticas e Legislativas de Combate à Corrupção, na reunião de 13 de maio de 2014, procedeu-se à audição das seguintes entidades: Procurador-Geral Adjunto, Dr. António Cluny – Representante do Ministério Público junto do Tribunal de Contas, e Procurador-Geral Adjunto, Dr. Amadeu Guerra – Diretor do Departamento Central de Investigação Penal (DCIAP).
5. Em 13 de fevereiro de 2015, os Grupos Parlamentares do PSD, do PS, do CDS-PP, do PCP, do BE e do PEV apresentaram, em conjunto, propostas de substituição integral das iniciativas legislativas em apreciação, sob a forma de um texto único.
6. Na reunião de 18 de fevereiro de 2015, na qual se encontravam presentes todos os grupos parlamentares, à exceção do PEV, a Comissão procedeu à discussão e votação na especialidade dos projetos de lei, tendo sido aprovadas por unanimidade dos presentes as propostas de substituição integral das iniciativas legislativas em apreciação.
7. Intervieram nas discussões que antecederam as votações as Sr.as e os Srs. Deputados Filipe Neto Brandão (PS), Hugo Lopes Soares (PSD), António Filipe (PCP), Cecília Honório (BE) e Telmo Correia (CDSPP), que se congratularam com o resultado final que este processo legislativo alcançara: a aprovação consensual de um texto de fusão das duas iniciativas, transpondo para o ordenamento jurídico português as

Páginas Relacionadas
Página 0004:
4 | II Série A - Número: 079 | 18 de Fevereiro de 2015 recomendações de organizações intern
Pág.Página 4
Página 0005:
5 | II Série A - Número: 079 | 18 de Fevereiro de 2015 «Artigo 11.º (») 1 – (»). 2
Pág.Página 5
Página 0006:
6 | II Série A - Número: 079 | 18 de Fevereiro de 2015 Artigo 374.º (») 1 – (»). 2
Pág.Página 6
Página 0007:
7 | II Série A - Número: 079 | 18 de Fevereiro de 2015 e) Todos os que exerçam funções no â
Pág.Página 7
Página 0008:
8 | II Série A - Número: 079 | 18 de Fevereiro de 2015 c) (»). 2 – (»). Artigo
Pág.Página 8
Página 0009:
9 | II Série A - Número: 079 | 18 de Fevereiro de 2015 3 – (»).» 2 – É revogado o art
Pág.Página 9
Página 0010:
10 | II Série A - Número: 079 | 18 de Fevereiro de 2015 Artigo 9.º (») 1 – Quem por s
Pág.Página 10
Página 0011:
11 | II Série A - Número: 079 | 18 de Fevereiro de 2015 Propostas de alteração apresentadas
Pág.Página 11
Página 0012:
12 | II Série A - Número: 079 | 18 de Fevereiro de 2015 n.º 50/2007, de 31 de agosto, e ain
Pág.Página 12
Página 0013:
13 | II Série A - Número: 079 | 18 de Fevereiro de 2015 Artigo 376.º (») 1 – O funcio
Pág.Página 13
Página 0014:
14 | II Série A - Número: 079 | 18 de Fevereiro de 2015 2 – Para efeitos do disposto nos ar
Pág.Página 14
Página 0015:
15 | II Série A - Número: 079 | 18 de Fevereiro de 2015 c) (»); d) (»); e) Revogado; f) (»)
Pág.Página 15
Página 0016:
16 | II Série A - Número: 079 | 18 de Fevereiro de 2015 Artigo 5.º (») (»): a) A pena
Pág.Página 16
Página 0017:
17 | II Série A - Número: 079 | 18 de Fevereiro de 2015 Artigo 5.º Alteração à Lei n.º 19/2
Pág.Página 17