O texto apresentado é obtido de forma automática, não levando em conta elementos gráficos e podendo conter erros. Se encontrar algum erro, por favor informe os serviços através da página de contactos.
Não foi possivel carregar a página pretendida. Reportar Erro

II SÉRIE-A — NÚMERO 116 56

 Da livre prestação de serviços

Em termos gerais refira-se que a presente diretiva estabelece o princípio da livre prestação de serviços sob

o título profissional do Estado membro de origem, subordinado contudo a determinadas condições tendo em

vista a salvaguarda da qualidade dos serviços prestados e a proteção dos consumidores.

Nestas condições prevê «que qualquer nacional comunitário legalmente estabelecido num Estado membro

possa prestar serviços de maneira temporária e ocasional noutro Estado membro sob o título profissional de

origem, sem ter de solicitar o reconhecimento das suas qualificações» (ver Nota 4), bem como os requisitos

exigidos ao prestador de serviços em caso de deslocação para prestação de serviços da mesma natureza fora

do Estado membro de estabelecimento e as regras aplicáveis, nestes casos, aos controlos efetuados pelo país

de acolhimento.

 Da liberdade de estabelecimento

No que se refere ao sistema de reconhecimento para efeitos de efetivação da liberdade de estabelecimento,

a presente diretiva define as condições a que está sujeito o reconhecimento das qualificações profissionais, bem

como as regras de aplicação dos mecanismos de reconhecimento, para fins de estabelecimento permanente

noutro Estado membro.

Neste quadro mantém os princípios e as garantias subjacentes aos diferentes mecanismos de

reconhecimento já existentes, nomeadamente o regime geral de reconhecimento das qualificações e os regimes

de reconhecimento automático, das qualificações comprovadas pela experiência profissional para certas

atividades industriais, comerciais e das qualificações para profissões específicas - médico, enfermeiro

responsável por cuidados gerais, dentista veterinário, parteira, farmacêutico e arquiteto - com base na

coordenação das condições mínimas de formação.

Entre as modificações introduzidas com vista à simplificação dos regimes atuais, incluem-se, relativamente

ao regime geral, a sua aplicação subsidiária a todas as profissões que não são expressamente objeto de regras

de reconhecimento ou que não sejam abrangidas pelos restantes regimes, o diferente reagrupamento dos níveis

de referência das qualificações para efeitos de reconhecimento dos diplomas, a possibilidade de as associações

profissionais estabelecerem «plataformas comuns» para efeitos de dispensa de medidas de compensação,

quanto ao segundo regime, a redução das categorias de experiência, com base na duração e forma de

experiência profissional e, relativamente ao terceiro, as alterações introduzidas dizem essencialmente respeito

a questões ligadas aos direitos adquiridos no que se refere a determinados títulos de formação, e às condições

de reconhecimento automático de especializações médicas e dentárias.

Saliente-se ainda que a presente diretiva prevê o reforço dos meios de cooperação administrativa entre os

Estados membros, a fim de melhorar os serviços de informação e aconselhamento aos cidadãos, assim como

a simplificação dos meios de adaptação das regras aplicáveis ao progresso científico e tecnológico.

A profissão de dentista constitui assim uma profissão regulamentada para efeitos da Diretiva, no sentido de

atividade ou conjunto de atividades profissionais em que o acesso, o exercício ou uma das modalidades de

exercício se encontram direta ou indiretamente subordinados, nos termos de disposições legislativas,

regulamentares ou administrativas, à posse de determinadas qualificações profissionais; constitui,

nomeadamente, uma modalidade de exercício o uso de um título profissional limitado por disposições

legislativas, regulamentares ou administrativas aos detentores de uma determinada qualificação profissional.

O considerando 22 da Diretiva comina para os Estados membros a obrigação de aceitar a profissão de

dentista como profissão específica e distinta da de médico, especializado ou não em odonto-estomatologia, bem

como de assegurar que a formação de dentista confira a competência, necessária para exercer o conjunto das

atividades de prevenção, de diagnóstico e de tratamento das anomalias e doenças dos dentes, da boca, dos

maxilares e dos tecidos adjacentes, mais determinando que (...) a atividade profissional de dentista deve ser

exercida pelos detentores do título de formação de dentista.

Nos termos do art.º 34.º, n.º 2 da Diretiva, a formação de base de dentista compreenderá um mínimo de cinco

anos de estudos teóricos e práticos a tempo inteiro. As matérias, conhecimentos e competências a adquirir

nessa formação encontram-se listados no n.º 3 do mesmo artigo. A lista das disciplinas da formação de base

consta do ponto 5.3.1. do anexo V à Diretiva.

Páginas Relacionadas
Página 0060:
II SÉRIE-A — NÚMERO 116 60 PROPOSTA DE LEI N.º 298/XII (4.ª) (APROVA
Pág.Página 60
Página 0061:
22 DE ABRIL DE 2015 61 seus órgãos, ainda em curso, se mantêm com a duração definid
Pág.Página 61
Página 0062:
II SÉRIE-A — NÚMERO 116 62 Por fim, consagrou-se expressamente a aplicabilidade às
Pág.Página 62
Página 0063:
22 DE ABRIL DE 2015 63 de criação, organização e funcionamento das associações públ
Pág.Página 63
Página 0064:
II SÉRIE-A — NÚMERO 116 64 Assim a presente iniciativa visa conformar os Estatutos
Pág.Página 64
Página 0065:
22 DE ABRIL DE 2015 65 Analisado o texto dos novos Estatutos da Ordem dos Farmacêut
Pág.Página 65
Página 0066:
II SÉRIE-A — NÚMERO 116 66 A presente proposta de lei tem um título que não traduz
Pág.Página 66
Página 0067:
22 DE ABRIL DE 2015 67 aplica-se às associações públicas o regime jurídico-constitu
Pág.Página 67
Página 0068:
II SÉRIE-A — NÚMERO 116 68 estabeleça as regras gerais de organização e funcionamen
Pág.Página 68
Página 0069:
22 DE ABRIL DE 2015 69 janeiro7, o qual transpôs para a ordem jurídica interna a Di
Pág.Página 69
Página 0070:
II SÉRIE-A — NÚMERO 116 70 a) Colaborar na definição e execução da política de saúd
Pág.Página 70
Página 0071:
22 DE ABRIL DE 2015 71 eletrónico na Internet, informações sobre o regime de acesso
Pág.Página 71
Página 0072:
II SÉRIE-A — NÚMERO 116 72 estabelece o regime jurídico de criação, organização e f
Pág.Página 72
Página 0073:
22 DE ABRIL DE 2015 73 funcionamento das associações públicas profissionais.
Pág.Página 73
Página 0074:
II SÉRIE-A — NÚMERO 116 74 outubro (Lei de Bases do Sistema Educativo), bem como o
Pág.Página 74
Página 0075:
22 DE ABRIL DE 2015 75 melhoria da automatização do reconhecimento das qualificaçõe
Pág.Página 75
Página 0076:
II SÉRIE-A — NÚMERO 116 76 exercício se encontram direta ou indiretamente subordina
Pág.Página 76
Página 0077:
22 DE ABRIL DE 2015 77 estabelecimento de «balcões únicos» (portais da administraçã
Pág.Página 77
Página 0078:
II SÉRIE-A — NÚMERO 116 78 farmácia que tenham domicílio profissional no seu territ
Pág.Página 78
Página 0079:
22 DE ABRIL DE 2015 79 Organizações internacionais ORGANIZAÇÃO MUNDIA
Pág.Página 79
Página 0080:
II SÉRIE-A — NÚMERO 116 80
Pág.Página 80
Página 0081:
22 DE ABRIL DE 2015 81
Pág.Página 81
Página 0082:
II SÉRIE-A — NÚMERO 116 82
Pág.Página 82
Página 0083:
22 DE ABRIL DE 2015 83
Pág.Página 83
Página 0084:
II SÉRIE-A — NÚMERO 116 84 ———
Pág.Página 84