O texto apresentado é obtido de forma automática, não levando em conta elementos gráficos e podendo conter erros. Se encontrar algum erro, por favor informe os serviços através da página de contactos.
Não foi possivel carregar a página pretendida. Reportar Erro

II SÉRIE-A — NÚMERO 13 76

Artigo 20.º

Produto das coimas

O produto das coimas previstas na presente lei reverte:

a) Em 60% para o Estado;

b) Em 40% para a IGAS, para os serviços com competências inspetivas do ministério que dirija,

superintenda ou tutele o empregador público em causa, quando estivermos na presença de trabalho em

funções públicas ou para os serviços competentes das regiões autónomas em matéria de inspeção das

atividades no domínio da saúde.

Artigo 21.º

Regiões autónomas

1 – As regiões autónomas exercem as competências previstas na presente lei através dos organismos

definidos pelos órgãos de governo próprio.

2 – O produto das coimas aplicadas nas regiões autónomas constitui receita própria destas.

Artigo 22.º

Consulta às Ordens

Nos processos de natureza civil e criminal, em que esteja em causa a apreciação de atos do biólogo, do

enfermeiro, farmacêutico, médico, médico dentário, nutricionista, e do psicólogo, e ou nos quais seja imputada

prática incorreta, deficiente ou errada daqueles atos, as autoridades disciplinares e judiciais podem solicitar

pareceres aos órgãos próprios da Ordem dos Biólogos, da Ordem dos Enfermeiros, da Ordem dos

Farmacêuticos, da Ordem dos Médicos, da Ordem dos Médicos Dentistas, da Ordem dos Nutricionistas e da

Ordem dos Psicólogos, respetivamente.

Artigo 23.º

Avaliação

O disposto na presente lei é objeto de avaliação no prazo de três anos após a data da sua entrada em vigor.

Visto e aprovado em Conselho de Ministros de 15 de setembro de 2016.

O Primeiro-Ministro, António Luís Santos da Costa — O Secretário de Estado dos Assuntos Parlamentares,

Pedro Nuno de Oliveira Santos.

———

Páginas Relacionadas
Página 0063:
14 DE OUTUBRO DE 2016 63 PROPOSTA DE LEI N.º 33/XIII (2.ª) CRI
Pág.Página 63
Página 0064:
II SÉRIE-A — NÚMERO 13 64 Neste contexto, o Registo Oncológico Nacional (RON) contr
Pág.Página 64
Página 0065:
14 DE OUTUBRO DE 2016 65 b) A data e os resultados dos exames efetuados para diagnó
Pág.Página 65
Página 0066:
II SÉRIE-A — NÚMERO 13 66 a) O perfil de registador local, a atribuir a trabalhador
Pág.Página 66
Página 0067:
14 DE OUTUBRO DE 2016 67 Artigo 8.º Tratamento de dados pessoais
Pág.Página 67
Página 0068:
II SÉRIE-A — NÚMERO 13 68 5 – A articulação entre as bases de dados não exclusivas
Pág.Página 68
Página 0069:
14 DE OUTUBRO DE 2016 69 Artigo 15.º Transferência de dados para países terc
Pág.Página 69
Página 0070:
II SÉRIE-A — NÚMERO 13 70 mais de um ano de seguimento após a data de diagnóstico;
Pág.Página 70