O texto apresentado é obtido de forma automática, não levando em conta elementos gráficos e podendo conter erros. Se encontrar algum erro, por favor informe os serviços através da página de contactos.
Não foi possivel carregar a página pretendida. Reportar Erro

II SÉRIE-A — NÚMERO 107

78

Antecedentes Parlamentares:

Projeto de lei 144/XII 1.ª

Aprova medidas para incentivar o crescimento económico nas áreas da reabilitação

urbana e do mercado de arrendamento (Deu origem às Leis n.º 30/2012, n.º 31/2012,

e n.º 32/2012, todas de 14 de agosto).

PS

Projeto de lei 170/XII 1.ª Altera o regime de arrendamento urbano e cria um regime especial de mobilização de

fogos devolutos. (Rejeitado, votos contra PSD, PS, CDS-PP e a favor PCP, BE, PEV). BE

Projeto de lei 348/XII 2.ª

Revoga a Lei n.º 31/2012, de 14 de agosto, que procede à revisão do regime jurídico

do arrendamento urbano, e suspende a atualização de renda dos diversos tipos de

arrendamento, prevista na Lei n.º 6/2006, de 27 de fevereiro, na sua versão originária,

bem como a correção extraordinária das rendas previstas na Lei n.º 46/85, de 20 de

setembro. (Rejeitado, votos contra PSD, CDS-PP, abstenção Deputado Basílio Horta

(PS) e a favor PS, PCP, BE, PEV).

PCP

Projeto de lei 365/XII 2.ª

Revoga a Lei do novo Regime de Arrendamento Urbano (revogação da Lei n.º

31/2012, de 14 de agosto, que procede à revisão do Regime Jurídico do

Arrendamento urbano, alterando o Código Civil, o Código de Processo Civil e a Lei n.º

6/2006, de 27 de fevereiro). (Rejeitado, votos contra PSD, CDS-PP e a favor PS,

PCP, BE, PEV).

BE

Projeto de lei 367/XII 2.ª

Adota medidas que salvaguardam os direitos dos arrendatários titulares de contratos

habitacionais celebrados antes da vigência do regime de arrendamento urbano,

aprovado pelo Decreto-Lei n.º 321-B/90, de 15 de outubro, e de contratos não

habitacionais celebrados antes da entrada em vigor do Decreto-Lei n.º 257/95, de 30

de setembro ¿ primeira alteração à Lei n.º 31/2012, de 14 de agosto, que procede à

revisão do regime jurídico do arrendamento urbano, alterando o Código Civil, o

Código de Processo Civil e a Lei n.º 6/2006, de 27 de fevereiro. (Rejeitado, votos

contra PSD, CDS-PP e a favor PS, PCP, BE, PEV).

PS

Projeto de lei 620/XII 3.ª

Revoga a Lei n.º 31/2012, de 14 de agosto, que procede à revisão do regime jurídico

do arrendamento urbano, e suspende a atualização de renda dos diversos tipos de

arrendamento, prevista na Lei n.º 6/2006, de 27 de fevereiro, na sua versão originária,

bem como a correção extraordinária das rendas previstas na Lei n.º 46/85, de 20 de

setembro. [Rejeitado, votos contra PSD, PS, CDS-PP e a favor Deputado Miguel

Coelho (PS), PCP, BE, PEV].

PCP

Proposta de lei 250/XII 4.ª

Procede à revisão do regime jurídico do arrendamento urbano, alterando o Código

Civil, a Lei n.º 6/2006, de 27 de fevereiro, o Decreto-Lei n.º 157/2006, de 8 de agosto,

e o Decreto-Lei n.º 158/2006, de 8 de agosto. (Deu origem à Lei n.º 79/2014, de 19 de

dezembro).

Governo

Projeto de lei 673/XII 4.ª

Revoga o novo regime do arrendamento urbano aprovado pela Lei n.º 31/2012 – Lei

dos despejos – e suspende os aumentos das rendas dos diversos tipos de

arrendamento previstos nas Leis n.os 46/85 e 6/2006. (Rejeitado, votos contra: PSD,

CDS-PP, abstenção PS e favor PCP, BE, PEV).

PCP

Projeto de lei 677/XII 4.ª

Revoga a Lei do novo regime de arrendamento urbano (revogação da Lei n.º 31/2012,

de 14 de agosto, que procede à revisão do regime jurídico do arrendamento urbano,

alterando o Código Civil, o Código de Processo Civil e a Lei n.º 6/2006, de 27 de

fevereiro). (Rejeitado, votos contra PSD, CDS-PP e a favor PS, PCP, BE, PEV).

BE

Proposta de lei 38/XII 1.ª

Procede à revisão do regime jurídico do arrendamento urbano, alterando o Código

Civil, o Código de Processo Civil e a Lei n.º 6/2006, de 27 de fevereiro. (Deu origem à

Lei n.º 31/2012, de 14 de agosto).

Governo

Proposta de lei 47/XII 1.ª

Procede à terceira alteração ao Decreto-Lei n.º 157/2006, de 8 de agosto, que aprova

o regime jurídico das obras em prédios arrendados. (Deu origem à Lei n.º 30/2012, de

14 de agosto).

Governo

 Enquadramento doutrinário/bibliográfico

CASTELO, José – Arrendamento : revisto e actualizado pela nova lei. 3.ª ed. Coimbra : Almedina, 2013.

Páginas Relacionadas
Página 0089:
2 DE MAIO DE 2018 89 PROPOSTA DE LEI N.º 120/XIII (3.ª) (ASSEGURA A EXECUÇÃO
Pág.Página 89
Página 0090:
II SÉRIE-A — NÚMERO 107 90 forma jurídica de regulamento decorreu, po
Pág.Página 90
Página 0091:
2 DE MAIO DE 2018 91 distinção entre contraordenações muito graves (artigo 37.º) e
Pág.Página 91
Página 0092:
II SÉRIE-A — NÚMERO 107 92 Índice I. Análise suc
Pág.Página 92
Página 0093:
2 DE MAIO DE 2018 93 • o regime do Encarregado de Proteção de Dados3; • a co
Pág.Página 93
Página 0094:
II SÉRIE-A — NÚMERO 107 94 O Governo refere na exposição de motivos q
Pág.Página 94
Página 0095:
2 DE MAIO DE 2018 95 Na presente fase do processo legislativo a iniciativa em apreç
Pág.Página 95
Página 0096:
II SÉRIE-A — NÚMERO 107 96 tratamento e aos seus subcontratantes, que
Pág.Página 96
Página 0097:
2 DE MAIO DE 2018 97 novembro, por força do seu artigo 7.º. Embora o RGPD ex
Pág.Página 97
Página 0098:
II SÉRIE-A — NÚMERO 107 98 científica ou histórica ou para fins estat
Pág.Página 98
Página 0099:
2 DE MAIO DE 2018 99 938. Vol. 69, n.º 1 (2017), p. 75-108. Cota: RP-182. Re
Pág.Página 99
Página 0100:
II SÉRIE-A — NÚMERO 107 100 Europeia prevê que o Parlamento e o Conse
Pág.Página 100
Página 0101:
2 DE MAIO DE 2018 101 No que se refere à Decisão-Quadro 2008/977/JAI, esta será rev
Pág.Página 101
Página 0102:
II SÉRIE-A — NÚMERO 107 102 legislações sobre proteção de dados a est
Pág.Página 102
Página 0103:
2 DE MAIO DE 2018 103 IRLANDA O projeto de legislação que pretende adaptar o
Pág.Página 103