O texto apresentado é obtido de forma automática, não levando em conta elementos gráficos e podendo conter erros. Se encontrar algum erro, por favor informe os serviços através da página de contactos.
Não foi possivel carregar a página pretendida. Reportar Erro

18 DE JULHO DE 2018 61

Artigo 32.º

Notificações e comunicações

As notificações e comunicações da responsabilidade da Instituição previstas na presente lei são efetuadas

em modelo eletrónico aprovado por portaria conjunta dos membros do Governo responsáveis pela força e

serviço de segurança e pela área da saúde.

Artigo 33.º

Sanções

1 – No caso de reincidência no incumprimento das obrigações previstas na presente lei, e tendo em conta a

gravidade e o dano resultante de tal incumprimento, esta ação deve ser sancionada como avaliação negativa

na avaliação de desempenho, podendo chegar à Interdição do exercício de atividade de comando.

2 – Estas sanções são cumulativas com outras resultantes de regimes disciplinares aplicáveis.

Artigo 34.º

Taxas de incidência e de gravidade de acidentes de trabalho

Para os efeitos da presente lei, as taxas médias de incidência e de gravidade de acidentes de trabalho do

setor são as apuradas pelo organismo competente para a produção de estatísticas laborais do ministério

responsável pela área laboral, relativamente aos dados dos balanços sociais referentes aos últimos anos com

apuramentos disponíveis.

Artigo 35.º

Regiões Autónomas

Na aplicação da presente lei às regiões autónomas são tidas em conta as competências legais atribuídas

aos respetivos órgãos e serviços regionais.

Artigo 36.º

Entrada em vigor

A presente lei entra em vigor no 1.º dia do 3.º mês seguinte ao da sua publicação.

Artigo 37.º

Regulamentação

O Governo regulamenta, no prazo máximo de 60 dias, a articulação da presente lei e dos serviços de

segurança e saúde no trabalho, com os serviços de saúde existentes em cada força ou serviço de segurança.

Assembleia da República, 17 de julho de 2018.

Os Deputados do PCP: Jorge Machado — Paula Santos — João Oliveira — António Filipe — Francisco

Lopes — Carla Cruz — João Dias — Paulo Sá — Rita Rato — Diana Ferreira — Miguel Tiago — Bruno Dias —

Ângela Moreira — Ana Mesquita.

————

Páginas Relacionadas
Página 0050:
II SÉRIE-A — NÚMERO 144 50 PROJETO DE LEI N.º 963/XIII (3.ª) CONDIÇÕE
Pág.Página 50
Página 0051:
18 DE JULHO DE 2018 51 Por fim, a garantia de que os profissionais das Forças e Ser
Pág.Página 51
Página 0052:
II SÉRIE-A — NÚMERO 144 52 c) «Representante dos profissionais», o agente policial
Pág.Página 52
Página 0053:
18 DE JULHO DE 2018 53 e) Adaptação do trabalho à pessoa, especialmente no que se r
Pág.Página 53
Página 0054:
II SÉRIE-A — NÚMERO 144 54 2 – As obrigações do elemento policial ou equiparado no
Pág.Página 54
Página 0055:
18 DE JULHO DE 2018 55 atividades de segurança e de saúde no trabalho deve ser asse
Pág.Página 55
Página 0056:
II SÉRIE-A — NÚMERO 144 56 a) Serviço interno; b) Serviço partilhado.
Pág.Página 56
Página 0057:
18 DE JULHO DE 2018 57 SECÇÃO III Serviço partilhado Artigo 18
Pág.Página 57
Página 0058:
II SÉRIE-A — NÚMERO 144 58 n) Elaborar as participações obrigatórias em caso de aci
Pág.Página 58
Página 0059:
18 DE JULHO DE 2018 59 equipamentos utilizados. 2 – As informações referidas
Pág.Página 59
Página 0060:
II SÉRIE-A — NÚMERO 144 60 4 – O médico do trabalho e o psicólogo clínico, face ao
Pág.Página 60