O texto apresentado é obtido de forma automática, não levando em conta elementos gráficos e podendo conter erros. Se encontrar algum erro, por favor informe os serviços através da página de contactos.
Não foi possivel carregar a página pretendida. Reportar Erro

31 DE JANEIRO DE 2019

19

aprovação da presente iniciativa.

Estes encargos decorreriam do facto de ser proposta a inclusão de um novo setor de atividade de prestação

de serviços (reparação de computadores e de bens de uso pessoal e doméstico) à lista dos setores de atividade

que relevam para efeitos de dedução à coleta do imposto sobre o rendimento das pessoas singulares de um

montante correspondente a 15% do imposto sobre o valor acrescentado suportado por qualquer membro do

agregado familiar, com o limite global de € 250 por agregado familiar, que conste de faturas comunicadas à

Autoridade Tributária e Aduaneira.

————

PROJETO DE LEI N.º 1073/XIII/4.ª

(REGULAMENTA A PROFISSÃO DE TÉCNICO AUXILIAR DE SAÚDE)

Parecer da Comissão de Trabalho e Segurança Social e nota técnica elaborada pelos serviços de

apoio

Parecer

Índice

1. Nota Introdutória

2. Considerandos

a) Do projeto de lei

b) Enquadramento legal nacional e enquadramento internacional

c) Antecedentes parlamentares e iniciativas pendentes sobre a mesma matéria

d) Contributos e consultas

e) Avaliação prévia de impacto

3. Opinião da Deputada autora do parecer

4. Conclusões

1. NOTA INTRODUTÓRIA

O Partido Pessoas – Animais – Natureza (PAN), através do seu Deputado Único, apresentou um projeto de

lei que propõe a regulamentação da profissão de Técnico Auxiliar de Saúde, procedendo à definição dos

princípios gerais respeitantes ao exercício desta profissão.

 Conformidade com os requisitos formais, constitucionais e regimentais

O Projeto de Lei n.º 1073/XIII/4.ª é subscrito pelo Deputado Único do PAN, no âmbitodo seu poder de

iniciativa, em conformidade com o disposto na Constituição da República Portuguesa e no Regimento da

Assembleia da República.

O presente projeto de lei deu entrada a 15 de janeiro de 2019 e foi admitido a 16 de janeiro, tendo baixado

nesse dia à Comissão de Saúde (9.ª) e anunciado na sessão plenária do dia seguinte.

Foi redistribuído no dia 18 de janeiro à Comissão de Trabalho e Segurança Social (10.ª), com conexão à

Comissão de Saúde (9.ª).

Páginas Relacionadas
Página 0010:
II SÉRIE-A — NÚMERO 54 10 Em nenhum dos diplomas surge qualquer refer
Pág.Página 10
Página 0011:
31 DE JANEIRO DE 2019 11 PARTE I – CONSIDERANDOS 1. Nota preli
Pág.Página 11
Página 0012:
II SÉRIE-A — NÚMERO 54 12 O projeto de lei encontra-se redigido sob a
Pág.Página 12
Página 0013:
31 DE JANEIRO DE 2019 13 Nota Técnica Projeto de Lei n.º 973/X
Pág.Página 13
Página 0014:
II SÉRIE-A — NÚMERO 54 14 Circular na UE visando apoiar as empresas e
Pág.Página 14
Página 0015:
31 DE JANEIRO DE 2019 15 traduz sinteticamente o seu objeto principal, embora possa
Pág.Página 15
Página 0016:
II SÉRIE-A — NÚMERO 54 16 Nesta fase do processo legislativo, a inici
Pág.Página 16
Página 0017:
31 DE JANEIRO DE 2019 17 conjugal, ou splitting (que restringe a divisão do total d
Pág.Página 17
Página 0018:
II SÉRIE-A — NÚMERO 54 18 As Comunidades Autónomas têm também competê
Pág.Página 18