O texto apresentado é obtido de forma automática, não levando em conta elementos gráficos e podendo conter erros. Se encontrar algum erro, por favor informe os serviços através da página de contactos.
Não foi possivel carregar a página pretendida. Reportar Erro

II SÉRIE-A — NÚMERO 106

12

como «lei-travão», que deve ser salvaguardado no decurso do processo legislativo, dado que a iniciativa

acarreta um aumento das despesas previstas na lei do Orçamento do Estado, no ano económico em curso.

O projeto de lei em apreciação deu entrada a 3 de dezembro de 2019. Foi admitido e baixou na

generalidade à Comissão de Administração Pública, Modernização Administrativa, Descentralização e Poder

Local (13.ª), em conexão com a Comissão de Saúde (9.ª) a 4 de fevereiro, por despacho de S. Ex.ª o

Presidente da Assembleia da República. Foi anunciado em sessão plenária a 5 de fevereiro.

Nos termos do artigo 10.º da Lei n.º 17/2003, de 4 de junho, o agendamento da discussão na generalidade

deve ser promovido pelo Presidente da Assembleia da República para uma das 10 reuniões plenárias

seguintes à receção do presente parecer da Comissão.

 Verificação do cumprimento da lei formulário

O título da presente iniciativa legislativa — «Procede à segunda alteração ao regime da carreira especial de

técnico superior das áreas de diagnóstico e terapêutica – Decreto-Lei n.º 111/2017, de 31 Agosto -, à primeira

alteração do regime legal da carreira aplicável aos técnicos superiores das áreas de diagnóstico e terapêutica,

doravante designada TSDT, em regime de contrato de trabalho – Decreto-Lei n.º 110/2017, de 31 de Agosto –

e à primeira alteração ao regime remuneratório aplicável à carreira especial de técnico superior das áreas de

diagnóstico e terapêutica, bem como as regras de transição dos trabalhadores para esta carreira, que

regulamenta o primeiro – Decreto-Lei n.º 25/2019, de 11 de Fevereiro» —traduz o seu objeto, mostrando-se

conforme ao disposto no n.º 2 do artigo 7.º da Lei n.º 74/98, de 11 de novembro, conhecida como lei

formulário10, embora não sinteticamente, podendo ser objeto de aperfeiçoamento formal, em sede de

apreciação na especialidade ou em redação final.

Encontra-se de acordo com a regra de legística formal segundo a qual «o título de um ato de alteração

deve referir o título do ato alterado, bem como o número de ordem de alteração» 11.

Com efeito, caso se pretenda tornar o título mais conciso, sugere-se que seja analisada em apreciação na

especialidade a possibilidade de o iniciar pelo substantivo, eliminando o verbo que o antecede, como

recomendam, sempre que possível, as regras de legística formal 12:

«Primeira alteração ao Decreto-Lei n.º 110/2017, de 31 de agosto, que define o regime legal da carreira

aplicável aos técnicos superiores das áreas de diagnóstico e terapêutica (TSDT), em regime de contrato de

trabalho no SNS,segunda alteração ao Decreto-Lei n.º 111/2017, de 31 agosto, que estabelece o regime da

carreira especial de TSDT, e primeira alteração ao Decreto-Lei n.º 25/2019, de 11 de fevereiro, que estabelece

o regime remuneratório aplicável à carreira especial de TSDT.»

Segundo o n.º 1 do artigo 6.º da lei formulário, «Os diplomas que alterem outros devem indicar o número de

ordem da alteração introduzida e, caso tenha havido alterações anteriores, identificar aqueles diplomas que

procederam a essas alterações, ainda que incidam sobre outras normas». Para tal, neste momento bastaria

indicar que o Decreto-Lei n.º 111/2017, de 31 agosto, foi alterado pelo Decreto-Lei n.º 25/2019, de 11 de

fevereiro, uma vez que os restantes decretos-lei ainda não sofreram alterações até à data.

O autor promoveu a republicação do Decreto-Lei n.º 25/2019, de 11 de fevereiro, apesar de não se

verificam quaisquer dos requisitos objetivos de republicação de diplomas alterados, previstos no artigo 6.º da

lei formulário. Nos termos da alínea b) do n.º 4 do mesmo artigo, deve proceder-se à republicação sempre que

o legislador assim o determinar, pelo que a Comissão poderá decidir sobre esta questão.

Em caso de aprovação esta iniciativa revestirá a forma de lei, nos termos do n.º 3 do artigo 166.º da

Constituição, pelo que deve ser objeto de publicação na 1.ª série do Diário da República, em conformidade

com o disposto na alínea c) do n.º 2 do artigo 3.º da Lei n.º 74/98, de 11 de novembro.

No que respeita ao início de vigência, o artigo 6.º deste projeto de lei estabelece que a sua entrada em

vigor ocorrerá no dia seguinte ao da sua publicação, mostrando-se assim conforme com o previsto no n.º 1 do

10 Lei n.º 74/98, de 11 de novembro, que estabelece um conjunto de normas sobre a publicação, a identificação e o formulário dos diplomas, alterada e republicada pelas Leis n.os 2/2005, de 24 de janeiro, 26/2006, de 30 de junho, 42/2007, de 24 de agosto, e 43/2014, de 11 de julho. 11 Duarte, D., Sousa Pinheiro, A. et al (2002), Legística. Coimbra, Editora Almedina, pág. 201. 12 Duarte, D., Sousa Pinheiro, A. et al (2002), Legística. Coimbra, Editora Almedina, pág. 200.

Páginas Relacionadas
Página 0022:
II SÉRIE-A — NÚMERO 106 22 PROJETO DE LEI N.º 403/XIV/1.ª
Pág.Página 22
Página 0023:
18 DE JUNHO DE 2020 23 introduzidas pelo Decreto-Lei n.º 71/2019, de 27 de maio. As
Pág.Página 23
Página 0024:
II SÉRIE-A — NÚMERO 106 24 Palácio de S. Bento, 18 de junho de
Pág.Página 24
Página 0025:
18 DE JUNHO DE 2020 25 ser ocupados por enfermeiros gestores depende da necessidade
Pág.Página 25
Página 0026:
II SÉRIE-A — NÚMERO 106 26 conhecimentos». Cumpre mencionar, por fim,
Pág.Página 26
Página 0027:
18 DE JUNHO DE 2020 27 Cabe, assim, aos diversos sindicatos de profissionais de enf
Pág.Página 27
Página 0028:
II SÉRIE-A — NÚMERO 106 28 especial de enfermagem, criando as categor
Pág.Página 28
Página 0029:
18 DE JUNHO DE 2020 29 dificuldades conhecidas, preocupa-me, sentir nos profissiona
Pág.Página 29
Página 0030:
II SÉRIE-A — NÚMERO 106 30 Nos termos do n.º 3 do artigo 16.º da lei
Pág.Página 30
Página 0031:
18 DE JUNHO DE 2020 31  Verificação do cumprimento da lei formulário
Pág.Página 31
Página 0032:
II SÉRIE-A — NÚMERO 106 32 IV. Análise de direito comparado
Pág.Página 32
Página 0033:
18 DE JUNHO DE 2020 33 evolução profissional; e, quanto aos segundos, os deveres de
Pág.Página 33
Página 0034:
II SÉRIE-A — NÚMERO 106 34 correspondente, nos termos do presente rea
Pág.Página 34
Página 0035:
18 DE JUNHO DE 2020 35  Impacto orçamental Tal como já foi r
Pág.Página 35
Página 0036:
II SÉRIE-A — NÚMERO 106 36 De salientar, ainda, que, de acordo com o
Pág.Página 36
Página 0037:
18 DE JUNHO DE 2020 37 remuneratoriamente os trabalhadores abrangidos pela mesma. <
Pág.Página 37
Página 0038:
II SÉRIE-A — NÚMERO 106 38 2 – As categorias referidas no número ante
Pág.Página 38
Página 0039:
18 DE JUNHO DE 2020 39 Artigo 5.º Aditamento ao Decreto-Lei n.º 71/2019, de
Pág.Página 39