O texto apresentado é obtido de forma automática, não levando em conta elementos gráficos e podendo conter erros. Se encontrar algum erro, por favor informe os serviços através da página de contactos.
Não foi possivel carregar a página pretendida. Reportar Erro

II SÉRIE-A — NÚMERO 106

64

trabalho celebrado com entidades públicas empresariais do setor da saúde, exceto se abrangidos por instrumento de regulamentação coletiva de trabalho que regule a estrutura da correspondente carreira. 5 – As transições previstas no presente artigo devem constar de lista nominativa a elaborar pelo respetivo serviço ou estabelecimento de saúde, que deve ser afixada em local visível e público e disponibilizada no correspondente sítio na Internet, sendo ainda publicado um aviso na 2.ª série do Diário da República com informação sobre a sua publicitação.

6. [Anterior n.º 5].»

Artigo 3.º Entrada em vigor

A presente lei entra em vigor no dia seguinte ao da sua publicação.

————

PROJETO DE LEI N.º 406/XIV/1.ª

(CONSIDERAÇÃO DE TODOS OS PONTOS PARA EFEITOS DE DESCONGELAMENTO DAS

CARREIRAS)

Parecer da Comissão de Administração Pública, Modernização Administrativa, Descentralização e

Poder Local e nota técnica elaborada pelos serviços de apoio

Parecer

ÍNDICE

PARTE I – Considerandos

PARTE II – Opinião do Deputado autor do parecer

PARTE III – Conclusões

PARTE I – CONSIDERANDOS

O Grupo Parlamentar do Partido Comunista Português (GP do PCP) apresentou o Projeto de Lei n.º

406/XIV/1.ª, «Consideração de todos os pontos para efeitos de descongelamento das carreiras».

O Projeto de Lei deu entrada a 27 de maio de 2020, foi admitido e baixou à Comissão de Administração

Pública, Modernização Administrativa, Descentralização e Poder Local a 28 de maio de 2020.

A iniciativa do GP do PCP, Projeto de Lei n.º 406/XIV/1.ª foi apresentada, nos termos dos artigos 167.º, da

Constituição e 118.º, do Regimento, que regulamentam o poder de iniciativa da lei. Trata-se de um poder

atribuído aos deputados, por força do disposto na alínea b), do artigo 156.º, da Constituição e na alínea b), do

n.º 1, do artigo 4.º, do Regimento, bem como aos grupos parlamentares, por força do disposto na alínea g), do

n.º 2, do artigo 180.º, da Constituição e da alínea f), do artigo 8.º, do Regimento.

O Projeto de Lei em apreço foi subscrito por 10 Deputados, respeitando os requisitos formais previstos no

n.º 1, do artigo 119.º, e nas alíneas a), b) e c), do n.º 1, do artigo 124.º, do Regimento, relativamente às

iniciativas em geral, bem como os previstos no n.º 1, do artigo 123.º, do referido diploma, quanto aos projetos

Páginas Relacionadas
Página 0065:
18 DE JUNHO DE 2020 65 de lei em particular. Respeita ainda os limites da iniciativ
Pág.Página 65
Página 0066:
II SÉRIE-A — NÚMERO 106 66 b) Iniciativas Legislativas e Petiç
Pág.Página 66
Página 0067:
18 DE JUNHO DE 2020 67 PARTE II – OPINIÃO DO DEPUTADO AUTOR DO PARECE
Pág.Página 67
Página 0068:
II SÉRIE-A — NÚMERO 106 68 Índice I. Análise da
Pág.Página 68
Página 0069:
18 DE JUNHO DE 2020 69 Por seu turno, o artigo 47.º da Lei Fundamental reconhece a
Pág.Página 69
Página 0070:
II SÉRIE-A — NÚMERO 106 70 3. Integrar, harmonizar e racionalizar as
Pág.Página 70
Página 0071:
18 DE JUNHO DE 2020 71 156.º da Lei Geral do Trabalho em Funções Públicas, quando o
Pág.Página 71
Página 0072:
II SÉRIE-A — NÚMERO 106 72 Conforme prevê o artigo 5.º do aludido Dec
Pág.Página 72
Página 0073:
18 DE JUNHO DE 2020 73 A Constituição estabelece ainda, em matéria laboral, o direi
Pág.Página 73
Página 0074:
II SÉRIE-A — NÚMERO 106 74 ESPANHA Em Espanha, e
Pág.Página 74
Página 0075:
18 DE JUNHO DE 2020 75 VI. Avaliação prévia de impacto  Avali
Pág.Página 75