O texto apresentado é obtido de forma automática, não levando em conta elementos gráficos e podendo conter erros. Se encontrar algum erro, por favor informe os serviços através da página de contactos.
Não foi possivel carregar a página pretendida. Reportar Erro

II SÉRIE-A — NÚMERO 23

200

a sua aplicação às regiões autónomas. Por fim, o artigo 18.º comporta um preceito revogatório e o artigo 19.º

fixa a entrada em vigor do diploma preconizado.

Já no que respeita à Proposta de Lei n.º 59/XIV/2.ª, o Governo pretende «proceder ao aperfeiçoamento» da

Lei n.º 9/2009, de 4 de março, que transpõe para a ordem jurídica interna a Diretiva 2005/36/CE, do

Parlamento e do Conselho, de 7 de setembro, relativa ao reconhecimento das qualificações profissionais, e a

Diretiva 2006/100/CE, do Conselho, de 20 de novembro, que adapta determinadas diretivas no domínio da

livre circulação de pessoas, em virtude da adesão da Bulgária e da Roménia, «de modo a garantir a

necessária harmonização legislativa e, assim, melhor servir os interesses dos cidadãos e das organizações

que dela beneficiam e que a ela recorrem visando, nomeadamente, concorrer para a efetivação do mercado

único europeu através da simplificação dos procedimentos administrativos, associados ao reconhecimento das

qualificações profissionais» [cfr. exposição de motivos].

O proponente sublinha que, volvidos dez anos desde a entrada em vigor da Lei n.º 9/2009, a mesma revela

determinadas lacunas de convergência com as referidas diretivas da União Europeia, pelo que invoca como

necessário o aperfeiçoamento do referido diploma legislativo, de modo a garantir a harmonização legislativa e,

concomitantemente, convergir para a efetivação do mercado único europeu através da simplificação dos

procedimentos administrativos relacionados com o reconhecimento das qualificações profissionais.

Assim, esta iniciativa legislativa visa: i) promover a uniformização dos prazos, cuja contagem passa a ser

efetuada de forma corrida, deixando de lhes ser aplicável as regras do Código do Procedimento

Administrativo, ii) a equiparação da profissão regulamentada à profissão exercida pelos membros de

determinadas organizações e associações que beneficiam de um reconhecimento especial noutro Estado-

Membro da União Europeia, iii) esclarecer as condições de inscrição temporária e automática no âmbito da

prestação de serviços e, iv) clarificar a garantia da proteção dos direitos adquiridos, para efeitos de

reconhecimento de títulos de formação, no acesso a determinadas atividades.

A presente proposta de lei está estruturada em cinco artigos, correspondendo o artigo 1.º ao seu objeto e o

artigo 2.º às alterações preconizadas à Lei n.º 9/2009, de 4 de março, determinando o artigo 3.º o aditamento

de um anexo IV à Lei n.º 9/2009, de 4 de março, e estabelecendo o artigo 4.º a sua republicação e o artigo 5.º

a entrada em vigor do diploma que se pretende aprovar.

3 – Enquadramento Legal

Em relação ao enquadramento legal, nacional, internacional e doutrinário, o mesmo encontra-se disponível

nas notas técnicas das propostas de lei em apreço, elaboradas pelos serviços da Assembleia da República e

disponíveis na Parte IV – Anexos deste parecer.

4 – Apreciação da conformidade dos requisitos formais, constitucionais e regimentais e do

cumprimento da lei formulário.

As iniciativas em apreço assumem a forma de propostas de lei, em conformidade com o disposto no n.º 2

do artigo 119.º do RAR, encontram-se redigidas sob a forma de artigos, têm uma designação que traduz

sinteticamente o seu objeto principal e são precedidas de uma breve exposição de motivos, cumprindo, assim,

os requisitos formais previstos no n.º 1 do artigo 124.º do RAR. Respeitam, de igual modo, os limites à

admissão das iniciativas, impostos pelo n.º 1 do artigo 120.º do RAR, na medida em que não se afigura que

infrinjam a Constituição ou os princípios nela consignados e definem concretamente o sentido das

modificações a introduzir na ordem legislativa.

Versando sobre legislação do trabalho, as propostas de lei em referência foram colocadas em apreciação

pública, nos termos do artigo 134.º do RAR e dos artigos 469.º a 475.º do Código do Trabalho, e para os

efeitos da alínea d) do n.º 5 do artigo 54.º e da alínea a) do n.º 2 do artigo 56.º da Constituição. Nesse sentido,

foram publicadas na Separata da 2.ª Série do Diário da Assembleia da República n.º 33/XIV, em conformidade

com o disposto no n.º 3 do artigo 134.º do RAR.

A lei formulário1 estabelece um conjunto de normas sobre a publicação, identificação e formulário dos

1 Lei n.º 74/98, de 11 de novembro, alterada e republicada pela Lei n.º 43/2014, de 11 de julho.

Páginas Relacionadas
Página 0198:
II SÉRIE-A — NÚMERO 23 198 Escalões de proveitos relevantes (e
Pág.Página 198
Página 0199:
22 DE OUTUBRO DE 2020 199 PARTE I – Considerandos 1 – Introdução
Pág.Página 199
Página 0201:
22 DE OUTUBRO DE 2020 201 diplomas que são relevantes em caso de aprovação da prese
Pág.Página 201
Página 0202:
II SÉRIE-A — NÚMERO 23 202 Nota: O parecer foi aprovado, por unanimid
Pág.Página 202
Página 0203:
22 DE OUTUBRO DE 2020 203 se, todavia, a definição de processo de acesso livre. Por
Pág.Página 203
Página 0204:
II SÉRIE-A — NÚMERO 23 204 dezembro, relativa aos serviços no mercado
Pág.Página 204
Página 0205:
22 DE OUTUBRO DE 2020 205  Portaria n.º 781/2009, de 23 de julho – Estabelece a es
Pág.Página 205
Página 0206:
II SÉRIE-A — NÚMERO 23 206 n.º 82/2017; – O Projeto de Resoluç
Pág.Página 206
Página 0207:
22 DE OUTUBRO DE 2020 207 do artigo 120.º do Regimento. A matéria sobre a qu
Pág.Página 207
Página 0208:
II SÉRIE-A — NÚMERO 23 208 previsto no n.º 1 do artigo 2.º da lei for
Pág.Página 208
Página 0209:
22 DE OUTUBRO DE 2020 209 A diretiva em análise, como qualquer ato legislativo da s
Pág.Página 209
Página 0210:
II SÉRIE-A — NÚMERO 23 210 regulamentadas – bebe inspiração da Comuni
Pág.Página 210
Página 0211:
22 DE OUTUBRO DE 2020 211  repisa no âmbito de aplicação o objeto da Direti
Pág.Página 211
Página 0212:
II SÉRIE-A — NÚMERO 23 212 regiões (Flandres, Bruxelas-Capital e Való
Pág.Página 212
Página 0213:
22 DE OUTUBRO DE 2020 213 linguagem discriminatória em relação ao género.
Pág.Página 213
Página 0214:
II SÉRIE-A — NÚMERO 23 214 Proportionality Assessment) [Em linha]: (W
Pág.Página 214
Página 0215:
22 DE OUTUBRO DE 2020 215 Neste documento considera-se que a multiplicidade de regu
Pág.Página 215
Página 0216:
II SÉRIE-A — NÚMERO 23 216 prestação de serviços e, iv) clarificar a
Pág.Página 216
Página 0217:
22 DE OUTUBRO DE 2020 217 de novembro, transpostas para a ordem jurídica interna at
Pág.Página 217
Página 0218:
II SÉRIE-A — NÚMERO 23 218 1.º, 2.º, 2.º-B, 2.º-C, 2.º-D, 2.º-F, 4.º,
Pág.Página 218
Página 0219:
22 DE OUTUBRO DE 2020 219 O n.º 3 do artigo 124.º do RAR prevê que as propostas de
Pág.Página 219
Página 0220:
II SÉRIE-A — NÚMERO 23 220 analise, na fase de apreciação na especial
Pág.Página 220
Página 0221:
22 DE OUTUBRO DE 2020 221 de revisão da Diretiva Qualificações Profissionais, tendo
Pág.Página 221
Página 0222:
II SÉRIE-A — NÚMERO 23 222 Quanto a esta matéria, o n.º 2 do a
Pág.Página 222
Página 0223:
22 DE OUTUBRO DE 2020 223 estabelecimento e da livre prestação de serviços, devido
Pág.Página 223
Página 0224:
II SÉRIE-A — NÚMERO 23 224 (jul./dez. 2009) p. 121-147. Cota: RP-577.
Pág.Página 224
Página 0225:
22 DE OUTUBRO DE 2020 225 RAMALHO, Maria do Rosário Palma – A Dir. 2006/123/
Pág.Página 225
Página 0226:
II SÉRIE-A — NÚMERO 23 226 implementaram a Diretiva 2005/36/CE, embor
Pág.Página 226
Página 0227:
22 DE OUTUBRO DE 2020 227 Diretiva (UE) 2018/958:  Deixam de estar e
Pág.Página 227
Página 0228:
II SÉRIE-A — NÚMERO 23 228 outros Estados-Membros, e devem comunicar
Pág.Página 228
Página 0229:
22 DE OUTUBRO DE 2020 229 PARTE II – Opinião do relator
Pág.Página 229