O texto apresentado é obtido de forma automática, não levando em conta elementos gráficos e podendo conter erros. Se encontrar algum erro, por favor informe os serviços através da página de contactos.
Não foi possivel carregar a página pretendida. Reportar Erro

II SÉRIE-A — NÚMERO 23

222

Quanto a esta matéria, o n.º 2 do artigo 3.º da diretiva dispõe que serão consideradas profissões

regulamentadas as profissões exercidas pelos membros das associações ou organizações referidas no anexo

I. As associações ou organizações referidas no primeiro parágrafo têm nomeadamente por objetivo fomentar e

manter um nível elevado na área profissional em questão. Para tal, são reconhecidas de forma especial por

um Estado-Membro e concedem títulos de formação aos seus membros, submetem-nos a normas de conduta

profissional por elas estabelecidas e conferem-lhes o direito ao uso de um título ou de uma designação

abreviada, ou ao benefício de um estatuto correspondente a esses títulos de formação.

Sempre que um Estado-Membro conceda o reconhecimento a uma das associações ou organizações

referidas no primeiro parágrafo, deve informar desse facto a Comissão. (…).

c) Aclaração das condições de inscrição temporária e automática no âmbito da prestação de serviços,

dispondo o artigo 7.º da Diretiva sobre a Declaração prévia em caso de deslocação do prestador de serviços

que os Estados-Membros poderão exigir que, quando efetuar a sua primeira deslocação entre Estados-

membros para efeitos de prestação de serviços, o prestador informe previamente a autoridade competente do

Estado-Membro de acolhimento por meio de declaração escrita que inclua s elementos circunstanciados

relativos a qualquer seguro ou outro meio de proteção, individual ou coletiva, no tocante à responsabilidade

profissional.

d) Clarificação da garantia da proteção dos direitos adquiridos, para efeitos de reconhecimento de títulos

de formação, no acesso a determinadas atividades, nos termos previstos no artigo 23.º sobre Direitos

Adquiridos e no artigo 27.º sobre Direitos adquiridos específicos dos médicos especialistas, ambos da Diretiva.

Além disso, a diretiva prevê a possibilidade do reconhecimento de estágio profissional (artigo 55.º-A),

estabelecendo o princípio da cooperação administrativa entre as autoridades competentes (artigo 56.º) e a

criação de um mecanismo de alerta em casos de limitação ou proibição de exercício da profissão (artigo 56.º-

A). Prevê, ainda, o acesso central em linha à informação (artigo 57.º) e o acesso a procedimentos por via

eletrónica (artigo 57.º-A).

 Enquadramento internacional

Países europeus

Tendo presente que esta iniciativa legislativa visa, tal como consta da sua exposição de motivos, o

aperfeiçoamento da Lei n.º 9/2009, de 4 de março13

, colmatando algumas lacunas de convergência do

ordenamento jurídico português com as diretivas da União Europeia que foram transpostas por aquela lei bem

como pelas leis que a alteram, de modo a garantir a necessária harmonização legislativa, importa ver a

transposição que o Estados-Membros da União Europeia fizeram da Diretiva 2005/36/CE do Parlamento

Europeu e do Conselho, de 7 de setembro de 2005, relativa ao reconhecimento das qualificações

profissionais.

Esta diretiva, cujo prazo de transposição terminava a 20 de outubro de 2007, foi transposta por todos os

Estados-Membros, como consta desta página. A profusão de diplomas de transposição14

não permite, em

tempo útil, a sua análise, para aferir das soluções adotadas por cada país para integrar as normas desta

diretiva no respetivo ordenamento jurídico.

Situação idêntica se verifica com a Diretiva 2006/100/CE do Conselho, de 20 de novembro de 2006, que

adapta determinadas diretivas no domínio da livre circulação de pessoas, em virtude da adesão da Bulgária e

da Roménia, que só não foi transposta pela Croácia e pela Finlândia15

, com a Diretiva 2013/25/EU, do

Conselho, de 13 de maio de 2013, que adapta determinadas diretivas no domínio do direito de

13

Transpõe para a ordem jurídica interna a Diretiva 2005/36/CE, do Parlamento e do Conselho, de 7 de setembro, relativa ao reconhecimento das qualificações profissionais. 14

Meramente a título de exemplo, a transposição desta diretiva implicou, na Alemanha, a aprovação ou a alteração de 206 diplomas e, na França, de 140. 15

A sua transposição pode ser consultada aqui.

Páginas Relacionadas
Página 0198:
II SÉRIE-A — NÚMERO 23 198 Escalões de proveitos relevantes (e
Pág.Página 198
Página 0199:
22 DE OUTUBRO DE 2020 199 PARTE I – Considerandos 1 – Introdução
Pág.Página 199
Página 0200:
II SÉRIE-A — NÚMERO 23 200 a sua aplicação às regiões autónomas. Por
Pág.Página 200
Página 0201:
22 DE OUTUBRO DE 2020 201 diplomas que são relevantes em caso de aprovação da prese
Pág.Página 201
Página 0202:
II SÉRIE-A — NÚMERO 23 202 Nota: O parecer foi aprovado, por unanimid
Pág.Página 202
Página 0203:
22 DE OUTUBRO DE 2020 203 se, todavia, a definição de processo de acesso livre. Por
Pág.Página 203
Página 0204:
II SÉRIE-A — NÚMERO 23 204 dezembro, relativa aos serviços no mercado
Pág.Página 204
Página 0205:
22 DE OUTUBRO DE 2020 205  Portaria n.º 781/2009, de 23 de julho – Estabelece a es
Pág.Página 205
Página 0206:
II SÉRIE-A — NÚMERO 23 206 n.º 82/2017; – O Projeto de Resoluç
Pág.Página 206
Página 0207:
22 DE OUTUBRO DE 2020 207 do artigo 120.º do Regimento. A matéria sobre a qu
Pág.Página 207
Página 0208:
II SÉRIE-A — NÚMERO 23 208 previsto no n.º 1 do artigo 2.º da lei for
Pág.Página 208
Página 0209:
22 DE OUTUBRO DE 2020 209 A diretiva em análise, como qualquer ato legislativo da s
Pág.Página 209
Página 0210:
II SÉRIE-A — NÚMERO 23 210 regulamentadas – bebe inspiração da Comuni
Pág.Página 210
Página 0211:
22 DE OUTUBRO DE 2020 211  repisa no âmbito de aplicação o objeto da Direti
Pág.Página 211
Página 0212:
II SÉRIE-A — NÚMERO 23 212 regiões (Flandres, Bruxelas-Capital e Való
Pág.Página 212
Página 0213:
22 DE OUTUBRO DE 2020 213 linguagem discriminatória em relação ao género.
Pág.Página 213
Página 0214:
II SÉRIE-A — NÚMERO 23 214 Proportionality Assessment) [Em linha]: (W
Pág.Página 214
Página 0215:
22 DE OUTUBRO DE 2020 215 Neste documento considera-se que a multiplicidade de regu
Pág.Página 215
Página 0216:
II SÉRIE-A — NÚMERO 23 216 prestação de serviços e, iv) clarificar a
Pág.Página 216
Página 0217:
22 DE OUTUBRO DE 2020 217 de novembro, transpostas para a ordem jurídica interna at
Pág.Página 217
Página 0218:
II SÉRIE-A — NÚMERO 23 218 1.º, 2.º, 2.º-B, 2.º-C, 2.º-D, 2.º-F, 4.º,
Pág.Página 218
Página 0219:
22 DE OUTUBRO DE 2020 219 O n.º 3 do artigo 124.º do RAR prevê que as propostas de
Pág.Página 219
Página 0220:
II SÉRIE-A — NÚMERO 23 220 analise, na fase de apreciação na especial
Pág.Página 220
Página 0221:
22 DE OUTUBRO DE 2020 221 de revisão da Diretiva Qualificações Profissionais, tendo
Pág.Página 221
Página 0223:
22 DE OUTUBRO DE 2020 223 estabelecimento e da livre prestação de serviços, devido
Pág.Página 223
Página 0224:
II SÉRIE-A — NÚMERO 23 224 (jul./dez. 2009) p. 121-147. Cota: RP-577.
Pág.Página 224
Página 0225:
22 DE OUTUBRO DE 2020 225 RAMALHO, Maria do Rosário Palma – A Dir. 2006/123/
Pág.Página 225
Página 0226:
II SÉRIE-A — NÚMERO 23 226 implementaram a Diretiva 2005/36/CE, embor
Pág.Página 226
Página 0227:
22 DE OUTUBRO DE 2020 227 Diretiva (UE) 2018/958:  Deixam de estar e
Pág.Página 227
Página 0228:
II SÉRIE-A — NÚMERO 23 228 outros Estados-Membros, e devem comunicar
Pág.Página 228
Página 0229:
22 DE OUTUBRO DE 2020 229 PARTE II – Opinião do relator
Pág.Página 229