O texto apresentado é obtido de forma automática, não levando em conta elementos gráficos e podendo conter erros. Se encontrar algum erro, por favor informe os serviços através da página de contactos.
Não foi possivel carregar a página pretendida. Reportar Erro

22 DE OUTUBRO DE 2020

225

RAMALHO, Maria do Rosário Palma – A Dir. 2006/123/CE, relativa aos serviços no mercado interno

(Directiva Bolkestein) e a harmonização comunitária no domínio da segurança social e do direito do trabalho.

In Estudos em homenagem ao Professor Doutor Paulo de Pitta e Cunha. Coimbra: Almedina, 2010. ISBN

978-972-40-4146-9. Vol. I, p. 643-650. Cota: 10.11 – 348/2010.

Resumo: A autora analisa o conteúdo da diretiva acima referida na perspetiva da avaliação das suas

eventuais incidências no domínio laboral e da segurança social, nomeadamente no que respeita à promoção

do emprego e quanto à sua compatibilidade com os regimes vigentes em matéria social. Pronuncia-se

relativamente à exclusão do âmbito de incidência da diretiva de algumas atividades económicas, em especial,

e aos critérios definidos pela diretiva para a resolução de conflitos entre as suas normas e outras regras

comunitárias na área social. Finalmente, apresenta algumas das implicações laborais da disciplina de

liberdade de circulação de serviços estabelecida pela mesma diretiva.

TORRES, Raquel – The European recognition of professional qualifications: a legal framework for the

European citizenship. EU Law Jounal [Em linha]. Vol. 2, n.º 2 (June 2016), p. 71-81. [Consult. 14 out. 2020].

Disponível na intranet da AR:

http://catalogobib.parlamento.pt:81/images/winlibimg.aspx?skey=&doc=131950&img=17285&save=true>.

Resumo: O artigo discute a evolução dos requisitos para o reconhecimento das qualificações profissionais

no espaço europeu, analisando diacronicamente as medidas legais que evoluíram para o quadro legal

existente. Analisa outros movimentos políticos e legais que favoreceram a implementação dos sistemas de

reconhecimento no contexto europeu, nomeadamente os Processos de Bolonha e de Copenhaga, que

instigaram uma forte cooperação para alcançar padrões comuns europeus para os sistemas de educação dos

Estados-Membros. Conclui com considerandos sobre o impacto desta evolução na construção de uma

cidadania europeia.

UNIÃO EUROPEIA. Comissão Europeia – Easing legal and administrative obstacles in EU border

regions [Em linha]: case study N.º 3: labour mobility: recognition of professional qualifications and

educational diplomas (Spain-Portugal). Luxembourg: Publications Office of the European Union, 2017. 26 p.

[Consult. 15 out. 2020]. Disponível na intranet da AR: <

http://catalogobib.parlamento.pt:81/images/winlibimg.aspx?skey=&doc=131961&img=17288&save=true>.

Resumo: O presente estudo de caso é um dos 15 que integra uma investigação realizada desde 2015 pela

Comissão Europeia, com o objetivo de identificar obstáculos de natureza legal e administrativa à livre

circulação de pessoas em regiões de fronteira. De acordo com o estudo, os obstáculos podem ser

sistematizados em três categorias, a saber: obstáculos jurídicos causados pela ausência de legislação da UE

em domínios políticos em que existe competência da UE ou por lacunas na transposição da legislação da UE

para o direito nacional; obstáculos jurídicos causados por legislações internas incoerentes ou inconsistentes

dos Estados-Membros da UE em domínios políticos em que não existe nenhuma ou apenas uma competência

parcial da UE; obstáculos administrativos causados por procedimentos inadequados e aspetos

comportamentais adversos nos níveis local, regional ou nacional. Este estudo em concreto analisa a questão

do reconhecimento de qualificações – profissional, académico e informal – no caso específico da mobilidade

entre Espanha e Portugal, identificando «obstáculos administrativos derivados de procedimentos complexos,

onerosos e demorados.»

UNIÃO EUROPEIA. Parlamento. Departamento Temático Política Económica e Científica – Study on

transposition of the directive on the recognition of professional qualifications. Legal Affairs-Internal

Market and Consumer Protection [Em linha]: study. N.º 416238 (Sep. 2009), 43 p. [Consult. 14 out. 2020].

Disponível na intranet da AR:

http://catalogobib.parlamento.pt:81/images/winlibimg.aspx?skey=&doc=106302&img=2727&save=true>.

Resumo: Este estudo conclui que todos os Estados-Membros, com exceção de um, transpuseram e

Páginas Relacionadas
Página 0198:
II SÉRIE-A — NÚMERO 23 198 Escalões de proveitos relevantes (e
Pág.Página 198
Página 0199:
22 DE OUTUBRO DE 2020 199 PARTE I – Considerandos 1 – Introdução
Pág.Página 199
Página 0200:
II SÉRIE-A — NÚMERO 23 200 a sua aplicação às regiões autónomas. Por
Pág.Página 200
Página 0201:
22 DE OUTUBRO DE 2020 201 diplomas que são relevantes em caso de aprovação da prese
Pág.Página 201
Página 0202:
II SÉRIE-A — NÚMERO 23 202 Nota: O parecer foi aprovado, por unanimid
Pág.Página 202
Página 0203:
22 DE OUTUBRO DE 2020 203 se, todavia, a definição de processo de acesso livre. Por
Pág.Página 203
Página 0204:
II SÉRIE-A — NÚMERO 23 204 dezembro, relativa aos serviços no mercado
Pág.Página 204
Página 0205:
22 DE OUTUBRO DE 2020 205  Portaria n.º 781/2009, de 23 de julho – Estabelece a es
Pág.Página 205
Página 0206:
II SÉRIE-A — NÚMERO 23 206 n.º 82/2017; – O Projeto de Resoluç
Pág.Página 206
Página 0207:
22 DE OUTUBRO DE 2020 207 do artigo 120.º do Regimento. A matéria sobre a qu
Pág.Página 207
Página 0208:
II SÉRIE-A — NÚMERO 23 208 previsto no n.º 1 do artigo 2.º da lei for
Pág.Página 208
Página 0209:
22 DE OUTUBRO DE 2020 209 A diretiva em análise, como qualquer ato legislativo da s
Pág.Página 209
Página 0210:
II SÉRIE-A — NÚMERO 23 210 regulamentadas – bebe inspiração da Comuni
Pág.Página 210
Página 0211:
22 DE OUTUBRO DE 2020 211  repisa no âmbito de aplicação o objeto da Direti
Pág.Página 211
Página 0212:
II SÉRIE-A — NÚMERO 23 212 regiões (Flandres, Bruxelas-Capital e Való
Pág.Página 212
Página 0213:
22 DE OUTUBRO DE 2020 213 linguagem discriminatória em relação ao género.
Pág.Página 213
Página 0214:
II SÉRIE-A — NÚMERO 23 214 Proportionality Assessment) [Em linha]: (W
Pág.Página 214
Página 0215:
22 DE OUTUBRO DE 2020 215 Neste documento considera-se que a multiplicidade de regu
Pág.Página 215
Página 0216:
II SÉRIE-A — NÚMERO 23 216 prestação de serviços e, iv) clarificar a
Pág.Página 216
Página 0217:
22 DE OUTUBRO DE 2020 217 de novembro, transpostas para a ordem jurídica interna at
Pág.Página 217
Página 0218:
II SÉRIE-A — NÚMERO 23 218 1.º, 2.º, 2.º-B, 2.º-C, 2.º-D, 2.º-F, 4.º,
Pág.Página 218
Página 0219:
22 DE OUTUBRO DE 2020 219 O n.º 3 do artigo 124.º do RAR prevê que as propostas de
Pág.Página 219
Página 0220:
II SÉRIE-A — NÚMERO 23 220 analise, na fase de apreciação na especial
Pág.Página 220
Página 0221:
22 DE OUTUBRO DE 2020 221 de revisão da Diretiva Qualificações Profissionais, tendo
Pág.Página 221
Página 0222:
II SÉRIE-A — NÚMERO 23 222 Quanto a esta matéria, o n.º 2 do a
Pág.Página 222
Página 0223:
22 DE OUTUBRO DE 2020 223 estabelecimento e da livre prestação de serviços, devido
Pág.Página 223
Página 0224:
II SÉRIE-A — NÚMERO 23 224 (jul./dez. 2009) p. 121-147. Cota: RP-577.
Pág.Página 224
Página 0226:
II SÉRIE-A — NÚMERO 23 226 implementaram a Diretiva 2005/36/CE, embor
Pág.Página 226
Página 0227:
22 DE OUTUBRO DE 2020 227 Diretiva (UE) 2018/958:  Deixam de estar e
Pág.Página 227
Página 0228:
II SÉRIE-A — NÚMERO 23 228 outros Estados-Membros, e devem comunicar
Pág.Página 228
Página 0229:
22 DE OUTUBRO DE 2020 229 PARTE II – Opinião do relator
Pág.Página 229