O texto apresentado é obtido de forma automática, não levando em conta elementos gráficos e podendo conter erros. Se encontrar algum erro, por favor informe os serviços através da página de contactos.
Não foi possivel carregar a página pretendida. Reportar Erro

29 DE JULHO DE 2021

35

procedimento penal com base nos mesmos factos, a autoridade judiciária competente recorre aos órgãos e

mecanismos instituídos no seio da União Europeia para facilitar a cooperação entre as autoridades judiciárias

dos Estados membros e a coordenação das respetivas ações, por forma a decidir qual dos dois Estados instaura

ou prossegue o procedimento contra os agentes da infração, tendo em vista centralizá-lo num só deles.

3 – A decisão de aceitação ou transmissão do procedimento é tomada pela autoridade judiciária competente,

tendo em conta, sucessivamente, os seguintes elementos:

a) O local onde foi praticada a infração;

b) A nacionalidade do autor dos factos; e

c) O local onde o autor dos factos foi encontrado.

4 – São aplicáveis aos crimes previstos na presente lei as regras gerais de competência dos tribunais

previstas no Código de Processo Penal.

5 – Em caso de dúvida quanto ao tribunal territorialmente competente, designadamente por não coincidirem

o local onde fisicamente o agente atuou e o local onde está fisicamente instalado o sistema informático visado

com a sua atuação, a competência cabe ao tribunal onde primeiro tiver havido notícia dos factos.

Artigo 28.º

Regime geral aplicável

Em tudo o que não contrarie o disposto na presente lei, aplicam–se aos crimes, às medidas processuais e à

cooperação internacional em matéria penal nela previstos, respetivamente, as disposições do Código Penal, do

Código de Processo Penal e da Lei n.º 144/99, de 31 de agosto.

Artigo 29.º

Competência da Polícia Judiciária para a cooperação internacional

A competência atribuída pela presente lei à Polícia Judiciária para efeitos de cooperação internacional é

desempenhada pela unidade orgânica a quem se encontra cometida a investigação dos crimes previstos na

presente lei.

Artigo 30.º

Proteção de dados pessoais

O tratamento de dados pessoais ao abrigo da presente lei efetua–se nos termos da Lei n.º 59/2019, de 8 de

agosto, sendo aplicável, em caso de violação, o disposto no respetivo capítulo VII.

Artigo 31.º

Norma revogatória

É revogada a Lei n.º 109/91, de 17 de agosto.

Artigo 32.º

Entrada em vigor

A presente lei entra em vigor 30 dias após a sua publicação.

———

Páginas Relacionadas
Página 0006:
II SÉRIE-A — NÚMERO 177 6 H37 – ....................................
Pág.Página 6
Página 0007:
29 DE JULHO DE 2021 7 gerados ou tratados no contexto da oferta de serviços de comu
Pág.Página 7
Página 0008:
II SÉRIE-A — NÚMERO 177 8 artigos 3.º-A, 3.º-B, 3.º-C, 3.º-D, 3.º-E,
Pág.Página 8
Página 0009:
29 DE JULHO DE 2021 9 d) .........................................................
Pág.Página 9
Página 0010:
II SÉRIE-A — NÚMERO 177 10 Artigo 17.º Apreensão de mensagens
Pág.Página 10
Página 0011:
29 DE JULHO DE 2021 11 3 – .......................................................
Pág.Página 11
Página 0012:
II SÉRIE-A — NÚMERO 177 12 de pagamento contrafeito ou qualquer outro
Pág.Página 12
Página 0013:
29 DE JULHO DE 2021 13 declarações, insolvência dolosa, frustração de créditos, ins
Pág.Página 13
Página 0014:
II SÉRIE-A — NÚMERO 177 14 4 – Para efeitos do disposto na alínea a)
Pág.Página 14
Página 0015:
29 DE JULHO DE 2021 15 Artigo 11.º Alteração à Lei n.º 6/2018, de 22 de feve
Pág.Página 15
Página 0016:
II SÉRIE-A — NÚMERO 177 16 cometidos: a) .............
Pág.Página 16
Página 0017:
29 DE JULHO DE 2021 17 Artigo 221.º […] 1 – Quem, com intenção
Pág.Página 17
Página 0018:
II SÉRIE-A — NÚMERO 177 18 dados de pagamento, contrafação de moeda o
Pág.Página 18
Página 0019:
29 DE JULHO DE 2021 19 Artigo 14.º Alteração ao Código de Processo Penal
Pág.Página 19
Página 0020:
II SÉRIE-A — NÚMERO 177 20 a) ......................................
Pág.Página 20
Página 0021:
29 DE JULHO DE 2021 21 ao Decreto-Lei n.º 119/2015, de 29 de junho, passa a ter a s
Pág.Página 21
Página 0022:
II SÉRIE-A — NÚMERO 177 22 f) ......................................
Pág.Página 22
Página 0023:
29 DE JULHO DE 2021 23 ANEXO (a que se refere o artigo 20.º) Re
Pág.Página 23
Página 0024:
II SÉRIE-A — NÚMERO 177 24 CAPÍTULO II Disposições penais mate
Pág.Página 24
Página 0025:
29 DE JULHO DE 2021 25 Artigo 3.º-D Atos preparatórios da contrafação
Pág.Página 25
Página 0026:
II SÉRIE-A — NÚMERO 177 26 Artigo 5.º Sabotagem informática
Pág.Página 26
Página 0027:
29 DE JULHO DE 2021 27 Artigo 7.º Interceção ilegítima 1 – Quem
Pág.Página 27
Página 0028:
II SÉRIE-A — NÚMERO 177 28 2 – As disposições processuais previstas n
Pág.Página 28
Página 0029:
29 DE JULHO DE 2021 29 informação diferente dos dados relativos ao tráfego ou ao co
Pág.Página 29
Página 0030:
II SÉRIE-A — NÚMERO 177 30 descoberta da verdade, a autoridade judici
Pág.Página 30
Página 0031:
29 DE JULHO DE 2021 31 decisão que puser termo ao processo. 6 – No que não s
Pág.Página 31
Página 0032:
II SÉRIE-A — NÚMERO 177 32 Artigo 21.º Ponto de contacto perma
Pág.Página 32
Página 0033:
29 DE JULHO DE 2021 33 a) A natureza dos dados; b) Se forem conhecidos, a or
Pág.Página 33
Página 0034:
II SÉRIE-A — NÚMERO 177 34 Artigo 25.º Acesso transfronteiriço
Pág.Página 34