O texto apresentado é obtido de forma automática, não levando em conta elementos gráficos e podendo conter erros. Se encontrar algum erro, por favor informe os serviços através da página de contactos.
Não foi possivel carregar a página pretendida. Reportar Erro

11 DE MAIO DE 2023

17

Ana Catarina Veiga dos Santos Mendonça Mendes.

———

PROPOSTA DE LEI N.º 83/XV/1.ª

TRANSPÕE A DIRETIVA (UE) 2021/1883, RELATIVA ÀS CONDIÇÕES DE ENTRADA E DE

RESIDÊNCIA DE NACIONAIS DE PAÍSES TERCEIROS PARA EFEITOS DE EMPREGO ALTAMENTE

QUALIFICADO

Exposição de motivos

A Diretiva (UE) 2021/1883, do Parlamento Europeu e do Conselho, de 20 de outubro de 2021, relativa às

condições de entrada e de residência de nacionais de países terceiros para efeitos de emprego altamente

qualificado veio estabelecer as condições para obtenção e manutenção do «cartão azul UE» e revogar a

Diretiva 2009/50/CE, do Conselho.

Neste contexto, torna-se necessário assegurar que se procedem às necessárias alterações à Lei

n.º 23/2007, de 4 de julho, na sua redação atual, que aprova o regime jurídico de entrada, permanência, saída

e afastamento de estrangeiros do território nacional.

Por outro lado, as Diretivas 2011/95/UE, do Parlamento Europeu e do Conselho, de 13 de dezembro de

2011 e 2013/33/UE, do Parlamento Europeu e do Conselho, de 26 de junho de 2013, vieram estabelecer,

respetivamente (i) as normas relativas às condições a preencher pelos nacionais de países terceiros ou por

apátridas para poderem beneficiar de proteção internacional, a um estatuto uniforme para refugiados ou

pessoas elegíveis para proteção subsidiária e ao conteúdo da proteção concedida; e (ii) as normas em matéria

de acolhimento dos requerentes de proteção internacional.

As referidas diretivas foram transpostas para o ordenamento jurídico nacional através da Lei n.º 26/2014,

de 5 de maio, que procedeu à primeira alteração à Lei n.º 27/2008, de 30 de junho, que estabelece as

condições e procedimentos de concessão de asilo ou proteção subsidiária e os estatutos de requerente de

asilo, de refugiado e de proteção subsidiária.

Verificou-se, no entanto, que algumas normas da Lei n.º 27/2008, de 30 de junho, na sua redação atual,

não se encontram totalmente conformes com o disposto nas referidas diretivas.

Face ao exposto e tendo em vista a necessidade de se assegurar a transposição da Diretiva (UE)

2021/1883, do Parlamento Europeu e do Conselho, de 20 de outubro de 2021, bem como a correta

transposição das Diretivas 2011/95/UE, do Parlamento Europeu e do Conselho, de 13 de dezembro de 2011, e

2013/33/UE, do Parlamento Europeu e do Conselho, de 26 de junho de 2013, o Governo apresenta à

Assembleia da República a presente proposta de lei.

Assim:

Nos termos da alínea d) do n.º 1 do artigo 197.º da Constituição, o Governo apresenta à Assembleia da

República a seguinte proposta de lei, com pedido de prioridade e urgência:

Artigo 1.º

Objeto

1 – A presente lei procede à transposição da Diretiva (UE) 2021/1883, do Parlamento Europeu e do

Conselho, de 20 de outubro de 2021, relativa às condições de entrada e de residência de nacionais de países

terceiros para efeitos de emprego altamente qualificado e que revoga a Diretiva 2009/50/CE, do Conselho.

2 – A presente lei procede ainda:

a) À alteração à Lei n.º 23/2007, de 4 de julho, na sua redação atual, que aprova o regime jurídico de

Páginas Relacionadas
Página 0018:
II SÉRIE-A — NÚMERO 222 18 entrada, permanência, saída e afastamento
Pág.Página 18
Página 0019:
11 DE MAIO DE 2023 19 e criminalidade conexa que o desaconselhem. 7 – O mode
Pág.Página 19
Página 0020:
II SÉRIE-A — NÚMERO 222 20 Artigo 77.º […] 1 – [
Pág.Página 20
Página 0021:
11 DE MAIO DE 2023 21 reagrupamento familiar nos termos da Secção IV, com a seguint
Pág.Página 21
Página 0022:
II SÉRIE-A — NÚMERO 222 22 a) Não forem cumpridos quaisquer dos requi
Pág.Página 22
Página 0023:
11 DE MAIO DE 2023 23 a) Gestor de serviços de tecnologias da informação e comunica
Pág.Página 23
Página 0024:
II SÉRIE-A — NÚMERO 222 24 g) […] h) […] 2 – […]
Pág.Página 24
Página 0025:
11 DE MAIO DE 2023 25 o IRN, IP, e a AIMA, IP, podem recorrer aos meios de identifi
Pág.Página 25
Página 0026:
II SÉRIE-A — NÚMERO 222 26 termos da presente lei e das normas aplicá
Pág.Página 26
Página 0027:
11 DE MAIO DE 2023 27 titulares de direito de acesso de quaisquer peças integrantes
Pág.Página 27
Página 0028:
II SÉRIE-A — NÚMERO 222 28 6 – Ao direito ao reagrupamento familiar d
Pág.Página 28
Página 0029:
11 DE MAIO DE 2023 29 prevista no número anterior depende da respetiva confirmação
Pág.Página 29
Página 0030:
II SÉRIE-A — NÚMERO 222 30 2 – […] a) […] b) […]
Pág.Página 30
Página 0031:
11 DE MAIO DE 2023 31 l) […] m) […] n) […] o) […] p) […
Pág.Página 31
Página 0032:
II SÉRIE-A — NÚMERO 222 32 (ii) […] (iii) […] (iv) Caso
Pág.Página 32
Página 0033:
11 DE MAIO DE 2023 33 3 – A transcrição ou relatório de declarações referidos no n.
Pág.Página 33
Página 0034:
II SÉRIE-A — NÚMERO 222 34 Artigo 7.º Alteração à Lei n.º 73/2
Pág.Página 34
Página 0035:
11 DE MAIO DE 2023 35 Mendonça Mendes. ——— <
Pág.Página 35