O texto apresentado é obtido de forma automática, não levando em conta elementos gráficos e podendo conter erros. Se encontrar algum erro, por favor informe os serviços através da página de contactos.
Não foi possivel carregar a página pretendida. Reportar Erro

30 DE MARÇO DE 2019

5

VOTO N.º 790/XIII/4.ª

DE CONGRATULAÇÃO PELA VITÓRIA DO CAMPEONATO DA EUROPA DE FUTSAL DO CLERO

PELA SELEÇÃO DE PORTUGAL

A Assembleia da República congratula-se com a vitória da 13.ª edição do Campeonato da Europa de Futsal

do Clero pela Seleção de Portugal, que assim se sagrou campeã europeia pela quinta vez.

Esta edição contou com a participação de 17 Seleções nacionais, sendo que o grupo de Portugal integrava

também as seleções da Bielorrússia, Montenegro e Bósnia-Herzegovina, tendo a seleção Portuguesa disputado

a final, vencendo a Bósnia-Herzegovina por 3-0, num surpreendente «hat-trick» do Padre André Meireles.

A seleção nacional de futsal do Clero teve nesta edição o comando técnico do Mister Ricardo Costa e a

braçadeira de capitão coube ao Padre Marco Gil, conhecido entre os pares como o Cristiano Ronaldo da Seleção

da Igreja. O resultado alcançado, que enaltecemos, constitui, naturalmente, motivo de orgulho para todos os

portugueses.

A Assembleia da República associa-se, deste modo, ao sentimento de reconhecimento nacional por esta

vitória, saudando a Seleção nacional de Futsal do Clero e o Selecionador nacional Ricardo Costa pela excelente

demonstração do valor desportivo e pela forma como dignificaram Portugal, contribuindo para a projeção

internacional do país, e para a notoriedade desta modalidade desportiva, e escrevendo mais uma brilhante

página da meritória história do desporto nacional e da igreja.

Assembleia da República, 21 de março de 2019.

Os autores: Maria Manuela Tender (PSD) — Teresa Caeiro (CDS-PP) — Pedro Pimpão (PSD) — Sara

Madruga da Costa (PSD) — Maria Germana Rocha (PSD) — Álvaro Batista (PSD) — Fátima Ramos (PSD) —

José Carlos Barros (PSD) — António Ventura (PSD) — Emília Cerqueira (PSD) — Nilza de Sena (PSD) —

António Costa Silva (PSD) — Jorge Paulo Oliveira (PSD) — Berta Cabral (PSD) — Cristóvão Crespo (PSD) —

Sandra Pereira (PSD) — Susana Lamas (PSD) — Carla Barros (PSD) — Carlos Silva (PSD) — Maurício

Marques (PSD).

Outros subscritores: João Gouveia (PS) — Joaquim Barreto (PS) — Maria Conceição Loureiro (PS) — Rui

Riso (PS) — Maria Lopes (PS) — Luís Graça (PS) — António Cardoso (PS).

————

VOTO N.º 791/XIII/4.ª

DE PREOCUPAÇÃO PELA SITUAÇÃO NO TIBETE

Ao longo de vários anos, a União Europeia e vários dos seus Estados-Membros, ainda que adotando

posições não necessariamente uniformes em torno da questão jurídico-internacional do estatuto do Tibete, ora

afirmando sem reservas a posição da República Popular da China sobre a sua integração no território daquele

estado, ora reconhecendo o caráter controvertido da questão sem assunção de uma posição inequívoca, têm,

todavia, sublinhado a importância da salvaguarda dos direitos e liberdades fundamentais de todos os residentes

e organizações não-governamentais presentes naquele território. No quadro das relações bilaterais que mantêm

com a República Popular da China, têm sido vários os apelos à adoção de medidas e políticas nesse preciso

sentido.

Apesar de várias iniciativas de diálogo e concertação entre agentes das várias partes, presentemente,

subsistem ainda assim motivos para preocupação sobre a situação no território do Tibete. Em particular, no que

concerne à necessidade de garantir plenamente a identidade cultural dos tibetanos, a liberdade de expressão e

religião, o exercício da liberdade religiosa e o acesso de viajantes estrangeiros ao território, os desenvolvimentos

registados têm sido insuficientes para acautelar a proteção de todos, sendo que a tensão com a população local

Páginas Relacionadas
Página 0006:
II SÉRIE-B — NÚMERO 39 6 tem ainda, em vários momentos, motivado a co
Pág.Página 6
Página 0007:
30 DE MARÇO DE 2019 7 falecimento de João Vasconcelos e apresenta as suas sentidas
Pág.Página 7