O texto apresentado é obtido de forma automática, não levando em conta elementos gráficos e podendo conter erros. Se encontrar algum erro, por favor informe os serviços através da página de contactos.
Não foi possivel carregar a página pretendida. Reportar Erro

II SÉRIE-B — NÚMERO 10

22

Após uma longa carreira no teatro e no cinema independente, José Manuel Lopes, de 61 anos de idade,

lamentavelmente termina os seus dias só, falecendo na tenda onde vivia.

Assim, reunida em sessão plenária, a Assembleia da República manifesta o seu profundo pesar pelo

falecimento de José Manuel Lopes.

Palácio de São Bento, 11 de dezembro de 2019.

Os Deputados do PSD: Ricardo Baptista Leite — Paulo Rios de Oliveira — Fernanda Velez — Cláudia

Bento — Helga Correia — Filipa Roseta — Alexandre Poço — Isabel Lopes — Carla Borges — Maria Gabriela

Fonseca — Olga Silvestre — António Ventura — Cláudia André — Sérgio Marques — Firmino Marques —

Lina Lopes.

———

VOTO N.º 125/XIV/1.ª

DE CONGRATULAÇÃO PELO RECONHECIMENTO DAS «FESTAS DE INVERNO – CARNAVAL DE

PODENCE» COMO PATRIMÓNIO IMATERIAL DE HUMANIDADE PELA UNESCO

A tradição perde-se no tempo. Podence, uma aldeia com pouco mais de 200 habitantes no concelho de

Macedo de Cavaleiros, transforma-se e fica pequena para receber os visitantes que chegam um pouco de todo

o mundo para festejar o carnaval.

Estas «festas de inverno» constituem hoje o expoente máximo da cultura imaterial transmontana, contudo,

permitiram, na antiga sociedade rural, inserir os jovens na sociedade.

Os Caretos de Podence são um símbolo da cultura nordestina, um legado incontestável na memória

coletiva, que tem inspirado inúmeros trabalhos artísticos, da música à pintura e à literatura.

A singularidade dos elementos identificadores – máscara de ferro ou folha de zinco, fato de franjas

coloridas e chocalhos – e do comportamento dos Caretos, que chocalham as mulheres, nas suas sortidas

entre o Domingo-Gordo e a terça-feira de Carnaval, trouxeram a esta prática o estatuto de Património Cultural

Imaterial de Portugal.

Em 2019, surge o reconhecimento das «Festas de Inverno – Carnaval de Podence» como Património

Imaterial de Humanidade pela UNESCO, organismo das Nações Unidas para Educação, Ciência e Cultura.

Este é um primeiro passo que importa que seja alargado, envolvendo outras manifestações análogas

existentes um pouco por todo o País e muito em especial no distrito de Bragança.

Assim, a Assembleia da República, reunida em Plenário, congratula-se com o reconhecimento das «Festas

de Inverno – Carnaval de Podence» como Património Imaterial da Humanidade pela UNESCO, organismo das

Nações Unidas para Educação, Ciência e Cultura, saudando o esforço e o contributo de todos os que

tornaram possível esta classificação.

Palácio de São Bento, 11 de dezembro de 2019.

Autores: Jorge Gomes (PS) — Ana Catarina Mendonça Mendes (PS) — Francisco Rocha (PS) — Edite

Estrela (PS) — Alexandre Quintanilha (PS) — Porfírio Silva (PS) — Pedro Delgado Alves (PS) — Elza Pais

(PS) — Olavo Câmara (PS) — Pedro Sousa (PS) — José Rui Cruz (PS) — Filipe Pacheco (PS) — José

Manuel Carpinteira (PS) — Hortense Martins (PS) — Carlos Brás (PS) — Lúcia Araújo Silva (PS) — Hugo

Oliveira (PS) — Cristina Sousa (PS) — Anabela Rodrigues (PS) — Rita Borges Madeira (PS) — Fernando

Paulo Ferreira (PS) — Adão Silva (PSD) — Isabel Lopes (PSD) — Rui Rio (PSD) — José Silvano (PSD) —

José Luís Carneiro (PS) — Luís Leite Ramos (PSD) — Isabel Meireles (PSD) — Fernando Ruas (PSD) —

Cláudia Bento (PSD) — Cláudia André (PSD) — Alberto Fonseca (PSD) — António Cunha (PSD) — Carla

Madureira (PSD) — José Cancela Moura (PSD) — Firmino Marques (PSD) — Carla Sousa (PS) — Palmira

Páginas Relacionadas
Página 0015:
14 DE DEZEMBRO DE 2019 15 As Deputadas e o Deputado do PAN: André Silva — Bebiana C
Pág.Página 15
Página 0016:
II SÉRIE-B — NÚMERO 10 16 Entre-Douro e Vouga e do Vale do Lima.
Pág.Página 16