O texto apresentado é obtido de forma automática, não levando em conta elementos gráficos e podendo conter erros. Se encontrar algum erro, por favor informe os serviços através da página de contactos.
Não foi possivel carregar a página pretendida. Reportar Erro

31 DE OUTUBRO DE 2020

3

PROJETO DE VOTO N.º 363/XIV/2.ª

DE CONGRATULAÇÃO PELOS RESULTADOS DESPORTIVOS DO CICLISTA JOÃO PEDRO ALMEIDA

Nascido a 5 de agosto de 1998, João Pedro Almeida é natural da freguesia de A-dos-Francos, concelho

das Caldas da Rainha. Tomando o BTT como atividade desportiva, estreou-se na equipa Eco Sprint em

competições de BTT, o que lhe valeu diversas ofertas de equipas de ciclismo, acabando por escolher a

«Cartaxo» durante dois anos, equipa com a qual obteve os primeiros bons resultados.

Apesar da sua juventude, apenas 22 anos, tem já um percurso de grandes feitos: no primeiro ano de

ciclismo, em 2016, consegue ser campeão nacional de ciclismo de estrada e em contrarrelógio. Participou em

várias corridas em Espanha e França, conseguindo resultados assinaláveis no primeiro ano de sub-23, segue

para uma equipa em Itália, a «Unieuro»: triunfa na terceira etapa da Tour de Mersin e na segunda etapa da

Toscana-Terre de Cyclisme. Ainda na «Unieuro», fica em quarto na Volta a Ancara e nono na Volta à Ucrânia.

Mantém-se em registos semelhantes entre 2018 e 2019, apesar de numa outra equipa, a «Axeon».

Em 2020, ingressa na «Deceunick-Quick Step» primeira equipa ProTour que representa, fica em terceiro na

Volta a Burgos, sétimo na Tour de Ain e segundo na Giro de Lombardia. Na sua primeira participação numa

das grandes voltas, o Giro d’Italia, tem merecido o apreço e a admiração dos portugueses e os elogios do

mundo do ciclismo em geral, sendo o segundo português a conseguir o feito da conquista da Camisola Rosa

mantendo-se na liderança consecutivamente por quinze etapas. Terminou a competição em 4.º lugar

alcançando desta forma a melhor classificação de sempre de um português naquela prova.

Assim, a Assembleia da República, reunida em sessão plenária, aprova o voto de congratulação pelo

desempenho singular que teve no Giro d’Itália e que torna a sua participação num motivo de orgulho para o

concelho das Caldas da Rainha, para toda a Região Oeste e para Portugal.

Palácio de São Bento, 25 de outubro de 2020.

Os Deputados do PS: Sara Velez — António Gameiro — Carlos Brás — Miguel Matos — Mara Coelho —

Francisco Rocha — Raul Miguel Castro — Elza Pais — João Paulo Pedrosa — Hugo Costa — João Miguel

Nicolau — Olavo Câmara — Telma Guerreiro — Susana Correia — Nuno Fazenda — Palmira Maciel —

Fernando Paulo Ferreira — Ana Maria Silva — Alexandra Tavares de Moura — Sílvia Torres — José Manuel

Carpinteira — Cristina Sousa — Lúcia Araújo Silva — Anabela Rodrigues — Cristina Mendes da Silva —

Clarisse Campos — Ana Passos — Maria Joaquina Matos — Jorge Gomes — Vera Braz — Pedro Sousa —

Filipe Pacheco — Norberto Patinho — Rita Borges Madeira — Sofia Araújo — Ricardo Pinheiro — Paulo Porto

— Marta Freitas — João Azevedo Castro — Lara Martinho.

———

PROJETO DE VOTO N.º 364/XIV/2.ª

DE CONGRATULAÇÃO PELOS FEITOS ALCANÇADOS PELOS CICLISTAS PORTUGUESES JOÃO

ALMEIDA E RUBEN GUERREIRO

Um país, seja ele qual for, sente-se orgulhoso dos seus cidadãos sempre que estes mostram o seu valor, a

sua capacidade e a sua resiliência, para mais quando esses feitos são alcançados com tamanha visibilidade a

nível mundial.

É assim que Portugal se sente, depois de os jovens João Almeida e Ruben Guerreiro terem levado o nome

do País ao topo do ciclismo mundial.

João Almeida, natural das Caldas da Rainha, vestiu a camisola rosa no Giro de Itália durante 15 das 21

etapas, tendo acabado a competição no quarto lugar, superando assim o marco também histórico de José

Azevedo que, em 2001, assegurou a quinta posição.

A classificação obtida por João Almeida é a melhor de sempre de um português na prova italiana – só o

Páginas Relacionadas