O texto apresentado é obtido de forma automática, não levando em conta elementos gráficos e podendo conter erros. Se encontrar algum erro, por favor informe os serviços através da página de contactos.
Não foi possivel carregar a página pretendida. Reportar Erro

2 DE JUNHO DE 2023

5

atribuída pelo ex-Presidente da República Jorge Sampaio (1997) e a Ordem da Instrução Pública, concedida

pelo Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa (2022).

Num momento em que a fraternidade, a solidariedade, o humanismo e a sustentabilidade assumem uma

crescente relevância na nossa sociedade, é imperativo homenagear a maior associação de juventude em

Portugal, com cerca de 72 000 escuteiros, distribuídos por mais de 1030 agrupamentos, em 20 regiões, quando

comemora 100 anos da sua presença no nosso País.

Assim, no âmbito do 100.º aniversário do Corpo Nacional de Escutas – Escutismo Católico Português, a

Assembleia da República:

1 – Endereça as felicitações ao Corpo Nacional de Escutas – Escutismo Católico Português pelos 100 anos

ao serviço do País;

2 – Saúda todas e todos os lobitos, escuteiros e voluntários adultos por este marco histórico, reconhecendo

o contributo do CNE para a construção de uma autêntica escola para a vida de milhares de crianças e jovens

portugueses, fazendo votos para que o seu sentido de missão, abnegação e alegria continue a contribuir para a

construção de uma sociedade mais justa e humanista.

Assembleia da República, 30 de maio de 2023.

O Presidente da Comissão de Cultura, Comunicação, Juventude e Desporto, Luís Graça.

–——–

PROJETO DE VOTO N.º 357/XV/1.ª

DE PESAR PELO FALECIMENTO DE LÍDIA SALES, COFUNDADORA DO GRUPO LUSOPRESS

Faleceu no passado dia 21 de maio, Lídia Maria Pinheiro Sales Gomes de Sá, nascida em 1954 na Penha

de França, Lisboa, cofundadora do grupo de imprensa Lusopress, que promove eventos associados à

valorização dos portugueses e do nome de Portugal nas comunidades. O grupo, que tem sede em Paris, era

dirigido com grande espírito de cumplicidade juntamente com o seu marido, José Gomes de Sá.

Lídia Sales era uma mulher generosa e um pilar de toda a atividade do grupo, desempenhando as funções

de diretora da revista Lusopress, que tem um papel muito relevante na valorização dos portugueses e

lusodescendentes que se destacam nos domínios empresarial, associativo ou cultural, particularmente em

França, tendo como lema «Unindo os Portugueses» e através da qual divulgava também muitas iniciativas

solidárias.

Particularmente virada para a dimensão empresarial, a revista sempre deu a conhecer muitas dezenas de

cidadãos portugueses ou de origem portuguesa que, de outra forma, teriam ficado anónimos, não permitindo

assim que se soubesse a importância que muitas vezes têm nos seus domínios de atividade e o inestimável

contributo que dão para valorizar o nome de Portugal.

Lídia Sales deslocou-se de Paris para Lisboa precisamente para a realização da 12.ª edição dos

«Portugueses de Valor», uma das iniciativas que mais projetou o grupo, mas já só conseguiu acompanhar o

evento à distância, condicionada pela doença.

Foi postumamente homenageada pelo Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, tendo sido

agraciada com a Ordem de Mérito, no próprio dia em que se realizaram as cerimónias fúnebres.

Assim, a Assembleia da República, reunida em sessão plenária, lamenta o falecimento de Lídia Sales e envia

as suas mais sentidas condolências aos familiares, amigos e colaboradores da Lusopress.

Palácio de São Bento, 1 de junho de 2023.

Os Deputados do PS: Paulo Pisco — Francisco César — Pedro Coimbra — Sérgio Monte — Ana Isabel

Páginas Relacionadas
Página 0006:
II SÉRIE-B — NÚMERO 84 6 Santos — Paulo Araújo Correia — Ana Bernardo
Pág.Página 6