O texto apresentado é obtido de forma automática, não levando em conta elementos gráficos e podendo conter erros. Se encontrar algum erro, por favor informe os serviços através da página de contactos.
Não foi possivel carregar a página pretendida. Reportar Erro

5 DE ABRIL DE 2018

9

cegos são aqueles que não querem ver». Assim está o CDS, aliás, bem acompanhado pelo PSD, numa

competição desenfreada para ver qual dos dois consegue ir mais longe na utilização dos incêndios de 2017

como arma de arremesso político, numa tentativa desesperada da oposição de marcar a agenda política à conta

das tragédias e dos episódios dramáticos que deviam ser tratados de forma séria e responsável.

Aplausos do PS.

O CDS decidiu ignorar tudo o que está a ser feito pelo Governo, pelas autarquias e pelos portugueses em

matéria de prevenção e preparação do combate aos incêndios em 2018.

Pela enésima vez, assistimos a um discurso catastrofista da oposição, que confunde deliberadamente

problemas estruturais, que não resolveu nem se propôs resolver quando era Governo, com questões

conjunturais que marcaram os incêndios de 2017 e que ultrapassaram todos os limites em termos de violência

e dimensão.

Falam, como se não fosse nada a criação, já em 2018, de 100 novas equipas de sapadores florestais, a

admissão na GNR de 200 novos guardas-florestais, de mais de 500 homens no GIPS, da GNR, a criação de 80

novas equipas de intervenção permanente nas corporações de bombeiros, correspondendo a mais 400

bombeiros profissionais,…

O Sr. Duarte Filipe Marques (PSD): — Saem às 5 da tarde e não trabalham ao fim de semana!

O Sr. José Miguel Medeiros (PS): — … aproveitam, com total despudor, o facto de dois concursos de meios

aéreos terem ficado desertos, para apontarem o dedo ao Governo e dizerem que falhou na contratação, como

se este fosse o resultado de uma ação deliberada.

Seria bom, Sr. Deputado, que o CDS explicasse de que lado está: se do lado do interesse público e do

Governo, que lança concursos públicos sérios, se do lado dos interesses das empresas, que, numa lógica de

cartelização, não se apresentaram deliberadamente a concurso ou, se o fizeram, apresentaram preços

exorbitantes, apesar de os cadernos de encargos terem um acréscimo de 25% em relação aos cadernos de

encargos anteriores, lançados pelo Governo de VV. Ex.as.

Mas os senhores também não dizem, e, no entanto, foi durante o vosso Governo, que foi extinta a Empresa

de Meios Aéreos (EMA), do Estado, e, já agora, também os governos civis,…

O Sr. Nuno Magalhães (CDS-PP): — E bem!

O Sr. João Pinho de Almeida (CDS-PP): — Com muito orgulho!

O Sr. José Miguel Medeiros (PS): — … sem que tivessem tido, pelo menos, todo o cuidado de acautelar os

procedimentos e os mecanismos alternativos.

Enfim, estamos perante uma situação em que parece que tudo serve à oposição para atacar este Governo,

mesmo a maior demagogia, aquela que, se pagasse imposto, resolveria o problema do défice.

Sr. Deputado Telmo Correia, não acha que está na altura de V. Ex.ª e o seu partido tratarem este assunto

com seriedade?!

Aplausos do PS.

O Sr. Presidente: — Sr. Deputado José Miguel Medeiros, agradeço as palavras que me dirigiu.

Tem, agora, a palavra, também para pedir esclarecimentos ao Sr. Deputado Telmo Correia, o Sr. Deputado

Carlos Matias, do Grupo Parlamentar do Bloco de Esquerda.

O Sr. Carlos Matias (BE): — Sr. Presidente, Sr.as e Srs. Deputados, Sr. Deputado Telmo Correia, sempre

que falamos de incêndios temos de falar do fogo e do combate, mas também temos de falar das condições em

que foi encontrada a floresta.

Páginas Relacionadas
Página 0002:
I SÉRIE — NÚMERO 67 2 O Sr. Presidente: — Srs. Membros do Governo, Sr
Pág.Página 2
Página 0003:
5 DE ABRIL DE 2018 3 Esta interpelação parte do que foi feito, do estudo e dos rela
Pág.Página 3
Página 0004:
I SÉRIE — NÚMERO 67 4 A estratégia é sempre a de desculpabiliz
Pág.Página 4
Página 0005:
5 DE ABRIL DE 2018 5 E, já agora, se isso envolve tecnologia, pergunto-lhe t
Pág.Página 5
Página 0006:
I SÉRIE — NÚMERO 67 6 O Sr. Ministro da Administração Interna (Eduard
Pág.Página 6
Página 0007:
5 DE ABRIL DE 2018 7 República, mais do que no ano passado, mais do que há três ou
Pág.Página 7
Página 0008:
I SÉRIE — NÚMERO 67 8 O Sr. Duarte Filipe Marques (PSD): — Muita conv
Pág.Página 8
Página 0010:
I SÉRIE — NÚMERO 67 10 Diz o Sr. Deputado Telmo Correia que é preciso
Pág.Página 10
Página 0011:
5 DE ABRIL DE 2018 11 Protestos da Deputada do CDS-PP Patrícia Fonseca.
Pág.Página 11
Página 0012:
I SÉRIE — NÚMERO 67 12 Aplausos do CDS-PP. Nós discutim
Pág.Página 12
Página 0013:
5 DE ABRIL DE 2018 13 nossa perspetiva, obviamente, é grave que, tendo V. Ex.ª lanç
Pág.Página 13
Página 0014:
I SÉRIE — NÚMERO 67 14 Mau fora, Sr. Ministro, que, depois de Pedrógã
Pág.Página 14
Página 0015:
5 DE ABRIL DE 2018 15 Se o GIPS, da GNR, falhar, porque pode não estar pronto, onde
Pág.Página 15
Página 0016:
I SÉRIE — NÚMERO 67 16 Termino lembrando a esta Câmara o seguinte: mu
Pág.Página 16
Página 0017:
5 DE ABRIL DE 2018 17 dos nossos corpos de bombeiros e das Forças Armadas. Sim, por
Pág.Página 17
Página 0018:
I SÉRIE — NÚMERO 67 18 O Sr. Ministro da Administração Interna: — Por
Pág.Página 18
Página 0019:
5 DE ABRIL DE 2018 19 Mas não esperamos por levantamentos. Não estamos a falar de f
Pág.Página 19
Página 0020:
I SÉRIE — NÚMERO 67 20 O Sr. João Pinho de Almeida (CDS-PP): — Qual g
Pág.Página 20
Página 0021:
5 DE ABRIL DE 2018 21 O CDS apenas fala do combate porque tem responsabilidades no
Pág.Página 21
Página 0022:
I SÉRIE — NÚMERO 67 22 Importa referir que estes helicópteros são fun
Pág.Página 22
Página 0023:
5 DE ABRIL DE 2018 23 Depois, Sr. Ministro, recentemente, as notícias vindas a públ
Pág.Página 23
Página 0024:
I SÉRIE — NÚMERO 67 24 destinam aos corpos de bombeiros e as restante
Pág.Página 24
Página 0025:
5 DE ABRIL DE 2018 25 Portanto, as conclusões do grupo de trabalho sobre gestão de
Pág.Página 25
Página 0026:
I SÉRIE — NÚMERO 67 26 Aplausos do PS. O Sr. Duarte Fili
Pág.Página 26
Página 0027:
5 DE ABRIL DE 2018 27 Protestos do Deputado do CDS-PP Telmo Correia.
Pág.Página 27
Página 0028:
I SÉRIE — NÚMERO 67 28 O Sr. Nuno Magalhães (CDS-PP): — É o qu
Pág.Página 28
Página 0029:
5 DE ABRIL DE 2018 29 O Sr. Secretário de Estado dos Assuntos Parlamentares (Pedro
Pág.Página 29
Página 0030:
I SÉRIE — NÚMERO 67 30 No mesmo artigo pode ler-se: «A recolha, regis
Pág.Página 30
Página 0031:
5 DE ABRIL DE 2018 31 Como sabemos, são precisas condições muito específicas de ven
Pág.Página 31
Página 0032:
I SÉRIE — NÚMERO 67 32 O Sr. Ministro da Administração Interna
Pág.Página 32
Página 0033:
5 DE ABRIL DE 2018 33 Vozes do PS: — Ah…! O Sr. João Pinho de Almeida
Pág.Página 33
Página 0034:
I SÉRIE — NÚMERO 67 34 contratação e execução destas ditas cujas faix
Pág.Página 34
Página 0035:
5 DE ABRIL DE 2018 35 O Sr. Presidente (Jorge Lacão): — Sr.ª Deputada, termi
Pág.Página 35
Página 0036:
I SÉRIE — NÚMERO 67 36 efeito previsto e desejado se no terreno exist
Pág.Página 36
Página 0037:
5 DE ABRIL DE 2018 37 Governo, com meia-dúzia de soluções avulsas apresentadas, afa
Pág.Página 37
Página 0038:
I SÉRIE — NÚMERO 67 38 Determinação e sentir de um país que já se vee
Pág.Página 38
Página 0039:
5 DE ABRIL DE 2018 39 florestal, é verdade, porque o corpo da guarda-florestal, ent
Pág.Página 39
Página 0040:
I SÉRIE — NÚMERO 67 40 O Sr. Secretário de Estado dos Assuntos
Pág.Página 40
Página 0041:
5 DE ABRIL DE 2018 41 vão falhar, se a lei da proteção civil estará pronta, se as c
Pág.Página 41
Página 0042:
I SÉRIE — NÚMERO 67 42 Aplausos do CDS-PP. O Sr. Presid
Pág.Página 42
Página 0043:
5 DE ABRIL DE 2018 43 tal como o programa de fogo controlado e de queimadas, ao qua
Pág.Página 43