O texto apresentado é obtido de forma automática, não levando em conta elementos gráficos e podendo conter erros. Se encontrar algum erro, por favor informe os serviços através da página de contactos.
Não foi possivel carregar a página pretendida. Reportar Erro

II SÉRIE-B — NÚMERO 70

8

PROJETO DE VOTO N.º 286/XV/1.ª

DE CONGRATULAÇÃO AOS ATLETAS PORTUGUESES PELOS RESULTADOS ALCANÇADOS NOS

CAMPEONATOS DA EUROPA DE ATLETISMO EM PISTA COBERTA

Decorreu entre 2 e 5 de março em Istambul, na Turquia, a 37.ª edição dos Campeonatos da Europa de

Atletismo em Pista Coberta.

A Atakoy Arena foi o recinto escolhido para receber os cerca de 600 atletas, em representação de 47 nações,

dos quais se destaca o contingente «lusitano» composto por 22 atletas, a maior comitiva de sempre.

Tal como ocorreu nos Campeonatos de Valência em 1998 e de Torun em 2021, Portugal terminou o

Campeonato Europeu de Atletismo em Pista Coberta com três medalhas.

Porém, esta pode ser considerada a melhor participação de sempre, pois para além das duas medalhas de

ouro e uma de bronze, foram nove finalistas e 41 pontos, superando desta forma os 18 atletas de Viena em

2002, os sete finalistas de Valência em 1998 e os 33 pontos de Torun em 2021. Portugal terminou assim na

sexta posição do medalheiro entre os 47 países presentes.

O grande foco do resultado nacional vai, obviamente, para as medalhas conquistadas por Pedro Pichardo,

Auriol Dongmo e Patrícia Mamona.

Pedro Pichardo conquistou o ouro no triplo salto, sagrando-se assim bicampeão europeu com um salto de

17,60 metros, que passou a ser o novo máximo português na disciplina.

Auriol Dongmo, no lançamento do peso, sagrou-se também bicampeã europeia, ao dominar de forma clara

todo o concurso da disciplina.

Patrícia Mamona, infelizmente, não conseguiu a revalidação do título de Torun em 2021, mas conquistou

com grande resiliência, a medalha de bronze após ter sofrido uma lesão ainda na qualificação.

Importa também ressalvar os outros 6 finalistas, Jessica Inchude e Tiago Pereira, ambos 4.os lugares à porta

das medalhas, o 5.º lugar de Arialis Martínez, o 6.º de Marta Pen e ainda o João Coelho entre os oito melhores.

Assim, e pelo exposto, o Grupo Parlamentar do Chega congratula toda a comitiva nacional presente nos

Campeonatos da Europa de Atletismo em Pista Coberta em Istambul, desde atletas como a toda a equipa

técnica, e em especial às medalhas de ouro de Auriol Dongmo e Pedro Pichardo tal como à medalha de bronze

de Patrícia Mamona que muito orgulham Portugal e os portugueses.

Palácio de São Bento, 7 de março de 2023.

Os Deputados do CH: André Ventura — Bruno Nunes — Diogo Pacheco de Amorim — Filipe Melo — Gabriel

Mithá Ribeiro — Jorge Galveias — Pedro dos Santos Frazão — Pedro Pessanha — Pedro Pinto — Rita Matias

— Rui Afonso — Rui Paulo Sousa.

———

PROJETO DE VOTO N.º 287/XV/1.ª

DE PESAR PELO FALECIMENTO DE JOSÉ MANUEL GALVÃO TELES

Faleceu no passado dia 2 de março, aos 84 anos, José Manuel Galvão Teles.

Licenciado em Direito em 1960, pela Faculdade de Direito da Universidade de Lisboa, inscreveu-se como

advogado em 1963, profissão onde se destacou desde cedo e na qual granjeou a admiração dos seus pares e

de todos os que, ao longo da sua longa carreira, puderam testemunhar a grandeza do seu carácter, o fulgor da

sua inteligência e o seu incorruptível sentido de justiça.

Opositor ao Estado Novo, por diversas vezes, como advogado, assumiu a defesa de presos políticos,

enfrentando os tribunais plenários, sempre denunciando a iniquidade dos processos que os envolviam. Nos

anos 60 desenvolveu intensa atividade cívica tendo sido presidente da Juventude Católica, fundador e dirigente

Páginas Relacionadas
Página 0009:
11 DE MARÇO DE 2023 9 da Cooperativa Pragma, editor dos Cadernos GEDOC, Presidente
Pág.Página 9