O texto apresentado é obtido de forma automática, não levando em conta elementos gráficos e podendo conter erros. Se encontrar algum erro, por favor informe os serviços através da página de contactos.
Não foi possivel carregar a página pretendida. Reportar Erro

21 | II Série A - Número: 038 | 11 de Janeiro de 2008


Artigo 1.º

Os artigos 11.º e 23.º da Lei Eleitoral para os Órgãos das Autarquias Locais passam a ter a seguinte redacção:

«Artigo 11.º (Modo de eleição)

Os membros dos órgão deliberativos e os presidentes dos órgãos executivos das autarquias locais são eleitos por sufrágio universal, directo, secreto e periódico e por listas plurinominais, dispondo o eleitor de um voto singular de lista.

Artigo 23.º (Requisitos gerais da apresentação)

1 — A apresentação das candidaturas consiste na entrega de:

a) Lista contendo a indicação da eleição em causa, a identificação do partido, coligação ou grupo de cidadãos proponente e a identificação dos candidatos e do mandatário da lista e, no caso de coligação, a indicação do partido que propõe cada um dos candidatos podendo, facultativamente, ser indicada a ordem de propositura e substituição para os órgãos executivos referidas nos artigos 228.º e 232.º da presente lei; b) Declaração de candidatura.

2 — Para efeitos do disposto no n.º 1, entendem-se por «elementos de identificação» os seguintes: denominação, sigla e símbolo do partido ou coligação, denominação e sigla do grupo de cidadãos e o nome completo, idade, filiação, profissão, naturalidade e residência, bem como o número, a data e o arquivo de identificação do bilhete de identidade dos candidatos e dos mandatários.
3 — A declaração de candidatura é assinada conjunta ou separadamente pelos candidatos, dela devendo constar, sob compromisso de honra, que não estão abrangidos por qualquer causa de inelegibilidade nem figuram em mais de uma lista de candidatos para o mesmo órgão, que aceitam a candidatura pelo partido, coligação ou grupo de cidadãos proponente da lista e que concordam com a designação do mandatário indicado na mesma.
4 — A denominação identificadora do grupo de cidadãos eleitores não pode conter mais de cinco palavras que, por seu turno, não podem fazer parte das denominações oficiais dos partidos políticos ou das coligações com existência legal.
5 — Cada lista é instruída com os seguintes documentos:

a) Certidão, ou pública-forma de certidão do Tribunal Constitucional, comprovativa do registo do partido político e da respectiva data ou, no caso de coligação, da certidão referida no n.º 4 do artigo 18.º; b) Declaração de propositura, no caso das candidaturas de grupos de cidadãos, de acordo com o disposto no n.º 8; c) Certidão de inscrição no recenseamento eleitoral de cada um dos candidatos e do mandatário, em todos os casos.

6 — Para efeitos da alínea a) do número anterior, considera-se prova bastante a entrega, por cada partido ou coligação, de um único documento para todas as suas listas apresentadas no mesmo tribunal.
7 — A prova da capacidade eleitoral activa pode ser feita globalmente, para cada lista de candidatos e de proponentes, na sequência de solicitação dirigida aos presidentes das comissões recenseadoras.
8 — Na declaração de propositura por grupos de cidadãos eleitores, nos casos em que a presente lei o admitir, os proponentes são ordenados, à excepção do primeiro e sempre que possível, pelo número de inscrição no recenseamento.
9 — As listas, para além dos candidatos efectivos, devem indicar os candidatos suplentes em número não inferior a um terço, arredondado por excesso.

Páginas Relacionadas
Página 0026:
26 | II Série A - Número: 038 | 11 de Janeiro de 2008 4 — A aprovação de uma moção de censu
Pág.Página 26
Página 0027:
27 | II Série A - Número: 038 | 11 de Janeiro de 2008 Numa altura em que o funcionament
Pág.Página 27
Página 0028:
28 | II Série A - Número: 038 | 11 de Janeiro de 2008 2 — A constituição de cada grupo muni
Pág.Página 28
Página 0029:
29 | II Série A - Número: 038 | 11 de Janeiro de 2008 2 — Os representantes mencionados
Pág.Página 29
Página 0030:
30 | II Série A - Número: 038 | 11 de Janeiro de 2008 j) Conhecer e tomar posição sobre os
Pág.Página 30
Página 0031:
31 | II Série A - Número: 038 | 11 de Janeiro de 2008 dentro das atribuições cometidas
Pág.Página 31
Página 0032:
32 | II Série A - Número: 038 | 11 de Janeiro de 2008 a) Representar a assembleia municipal
Pág.Página 32
Página 0033:
33 | II Série A - Número: 038 | 11 de Janeiro de 2008 a) Cinco dias úteis sobre a data
Pág.Página 33